XP Expert

Retrospectiva: a indústria de Fundos em 2023 e o que esperar para 2024

Nessa edição especial do Panorama de Fundos, consolidamos o desempenho da indústria de fundos no ano de 2023, os principais eventos macros que impactaram os ativos, como os gestores se posicionaram frente a eles e expectativas desses gestores das mais diversas classes para 2024. Os dados apresentados neste relatório são oriundos da Anbima e do Peer que utilizamos em nossos panoramas mensais de fundos, uma amostra representativa da indústria de fundos que visa segmentar as diversas subclasses de fundos existentes.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Conteúdo exclusivo para clientes XP
A conta XP é gratuita. Abra a sua agora!

Cadastrar

Já é cliente XP? Faça seu login

Invista melhor com as recomendações
e análises exclusivas dos nossos especialistas.

Em 2023, a indústria de fundos de investimento no Brasil passou por um período desafiador, evidenciado pela saída líquida de R$ 127,9 bilhões. A maior parte dessa saída ocorreu nos Fundos Multimercados, que registraram um fluxo negativo de R$ 134,3 bilhões. Na contramão, os Fundos de Investimento em Participações (FIPs), destacaram-se com um crescimento notável, recebendo um fluxo de entrada de R$ 42 milhões.
A respeito da performance, os fundos “mais arriscados” que lideraram os ganhos em 2023: o grande destaque ficou para os Fundos de Ações Internacionais (hedgeados) com ganhos de 23,94% em 2023, na sequência, tanto os fundos de ações tanto Long Only, quanto Long Biased fecharam no positivo em 2023 e com um dos melhores desempenhos dos últimos tempos.
Apesar da volatilidade considerável acompanhada nos principais índices de Renda Fixa ao redor do mundo em 2023, a performance dessas estratégias encerrou no positivo para as diferentes subclasses. Em 2023, no Brasil e no Mundo, a performance dos fundos de risco mais elevado, high yield e emergentes foi destaque perante os fundos que investem em títulos mais conservadores.
Também foi destaque perante as demais classes de Renda Fixa, os fundos incentivados, atrelados ou não aos índices de inflação, apresentaram forte desempenho em 2023. Apesar da volatilidade no mercado de crédito no geral, as debêntures de infraestrutura foram beneficiadas tanto pelo fechamento da curva das NTN-Bs, quanto pelo fechamento dos spreads de crédito IPCA+.
Por fim, uma pesquisa com gestora apontou uma visão construtiva para a Industria de Fundos em 2024. Esta perspectiva otimista se traduz na crença de que a indústria de fundos, especialmente os fundos previdenciários, deverá experimentar um crescimento notável em 2024. Quando questionadas sobre as classes de ativos que apresentam as maiores oportunidades para o próximo ano, 25% das gestoras respondentes pontuara oportunidades na Bolsa Brasileira, indicando um sentimento positivo para o mercado de ações. Este aspecto reflete a confiança na recuperação econômica e no potencial de crescimento da economia brasileira.

Visão da Gestão: boas perspectivas para 2024

Em uma pesquisa realizada com 32 gestoras de recursos, questionamos sobre a visão para o ano de 2024 e quais eram as principais classes e oportunidades que essas gestoras estavam enxergando no cenário atual. Em resumo, além da perspectiva construtiva para indústria, a previdência foi destaque em termos de veículos de investimentos, o crédito seguiu sendo uma alternativa de crescimento e a visão de oportunidades para a bolsa brasileira foi destaque perante as classes de ativos. No geral, as gestoras vislumbram crescimento de novos produtos, estratégias equipe de gestão para o ano seguinte.

Das 32 gestoras consultadas, 84% pontuaram uma visão construtiva para a Industria de Fundos em 2024. Esta perspectiva otimista se traduz na crença de que a indústria de fundos, especialmente os fundos previdenciários, deverá experimentar um crescimento notável em 2024. Quando questionadas sobre as classes de ativos que apresentam as maiores oportunidades para o próximo ano, 25% das gestoras respondentes pontuara oportunidades na Bolsa Brasileira, indicando um sentimento positivo para o mercado de ações. Este aspecto reflete a confiança na recuperação econômica e no potencial de crescimento da economia brasileira.

Além disso, a pesquisa revelou a intenção de expansão entre as gestoras, com 31 das 32 gestores respondentes afirmando que esperam crescer em 2024. Essa expansão não se limita apenas à grade de produtos ofertados, mas também o lançamento de estratégias e equipe de gestão. Embora algumas gestoras tenham enfatizado parceria com plataformas (19%), 72% das gestoras respondentes destacaram a introdução de novos produtos em sua grade de distribuição como o principal vetor de crescimento.

Os dados coletados dessas gestoras refletem o otimismo observado nos mercados nos últimos meses, em linha com os dados econômicos que contribuem para uma visão de cortes de juros no Brasil e no Mundo.

Confira o relatório completo:

XP Expert
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.