Reflexões sobre os fundos quantitativos, pelo olhar da Kadima

Esta semana abrimos espaço para uma das nossas gestoras da plataforma, a Kadima, para falar sobre fundos quantitativos.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail



Por Rodrigo Maranhão, sócio e gestor da Kadima Asset Management.

Possivelmente o livro sobre Mercados Financeiros que mais me marcou até hoje foi o Market Wizards. Nele, Jack Schwager entrevista diversos traders com históricos capazes de impressionar até o investidor mais cético em relação à gestão ativa. Ainda mais impressionante é o fato de que cada um desses trades consegue ganhar dinheiro da maneira mais diversa possível: alguns fazem análises macroeconômicas; outros tentam fazer análises microeconômicas de empresas; um terceiro grupo tenta encontrar arbitragens nos ativos financeiros; e, finalmente, alguns operam de forma sistemática usando algoritmos que foram previamente estudados e testados. Na minha opinião, a grande lição disso é: não há uma única forma de se ganhar dinheiro!

Para o investidor de fundos, é interessante tentar montar seu portfólio combinando estes diferentes estilos. Cada um deles estará respondendo a diferentes variáveis de mercado e, portanto, ao combiná-los sua carteira de investimentos pode melhorar o retorno ajustado ao risco.

A abordagem quantitativa ou sistemática (tomarei como sinônimos estes dois nomes) torna-se especialmente interessante nesta diversificação de investimentos. Para quem nunca ouviu falar sobre essa abordagem, ela nada mais é que uma sistematização da tomada de decisões, com os chamados algoritmos. Estes algoritmos são como receitas de bolos, nas quais são descritas as situações que devemos comprar ou vender cada ativo e qual o tamanho de tais operações.

Mas como criamos estas receitas?

Elas são criadas através de extensos estudos, onde programamos e testamos aquele conjunto de regras em uma base histórica, para entender qual teria sido o comportamento nos mais diversos cenários. Ao invés de confiar no feeling para tomar as decisões, o gestor quant busca evidências estatísticas de que, ao repetir uma estratégia, no longo prazo ele vai ter bons resultados. Este estudo envolve a aplicação de uma metodologia científica, que permitirá avaliar quais algoritmos fazem ou não sentido no longo prazo. Além disso, para testar estas regras e conseguir executá-las, o gestor quant normalmente fará utilização intensa de tecnologias (as quais são incorporadas ao processo decisório com maior naturalidade que do que em um processo discricionário).

A despeito desta utilização de tecnologias pelo gestor quant, essa abordagem já vem sendo usada há muitas décadas no mundo inteiro. Para ilustrar ao leitor, em 1939 já havia investidores nos EUA que operavam seguindo regras pré-estabelecidas (aproximadamente 4 anos antes do primeiro computador do mundo ser criado pelo Alan Turing).

De lá para cá esta abordagem evoluiu e se consolidou cada vez mais, com uma incorporação natural das novas tecnologias que foram surgindo com o passar do tempo. Consultando um ranking de maiores gestores de hedge funds do mundo publicado pela revista Business Insider em 2017, verificamos que naquele momento apenas 2 dos 11 maiores gestores de hedge fund não utilizavam em nenhum grau uma abordagem sistemática.

Ora, se essa abordagem já é tão difundida no exterior, por que aqui no Brasil ainda não é? Na minha opinião, é uma questão de tempo até o investidor brasileiro acostumar-se com esta ideia.

O início da gestora enquanto gestora quantitativa no Brasil

A Kadima é iniciou suas operações enquanto gestora quantitativa no Brasil em 2007. Alguns dos nossos sócios foram pioneiros na utilização de algoritmos para realizar as operações no mercado, tendo começado em 2002 quando ainda estavam na tesouraria de um grande banco estrangeiro que atuava no Brasil naquele momento.

De lá para cá temos visto cada vez mais esta abordagem ganhando espaço na indústria de fundos brasileira. Não só surgiram novas gestoras utilizando esta abordagem, mas também casas tradicionais lançaram produtos específicos sistemáticos e/ou criaram mesas quantitativas dentro dos seus fundos discricionários. Vemos esta evolução do mercado brasileiro como algo natural. Acreditamos que nosso mercado cada vez mais caminhará para um quadro mais parecido com aquele que vemos no exterior.

Minha visão é que a abordagem quantitativa já uma peça fundamental para montar o quebra-cabeça que é o portfólio do investidor. Mas é necessário o investidor entender cada produto e ver aquele que se encaixa melhor no que está buscando. Cada fundo, mesmo sendo quantitativo, pode estar buscando um objetivo diferente ou, estar calibrado para atender um perfil de investidor diferente.

Acredito que na Kadima, com nossa atual grade diversificada de produtos, estamos bem posicionados para atender os mais amplos perfis. Neste mês completamos 14 anos desde o lançamento do nosso primeiro fundo e temos convicção de que ainda temos muitas décadas pela frente sempre buscando entregar bons resultados aos nossos cotistas.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.