XP Expert

Investindo em infraestrutura no Brasil – XP Asset (Outliers #119)

Podcast Outliers: Tulio Machado, head de investimentos em infraestrutura na XP Asset, comenta as melhores estratégias para investir no setor.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O setor de infraestrutura, além de muito diverso, está apresentando uma retomada consistente no Brasil. No episódio 119 do Outliers, Clara Sodré, analista de fundos de investimentos da XP, e Rodrigo Sgavioli, head de alocação do Research XP, conversaram com Túlio Machado, head de investimentos em infraestrutura na XP Asset Management, sobre as melhores oportunidades e estratégias para investir no setor.

Fundada em 2006, a XP Asset Management conta com cerca de 4 milhões de cotistas, e possui, atualmente, R$ 162 bilhões sob gestão distribuídos em diferentes estratégias de investimentos. De acordo com Túlio, somente o setor de infraestrutura, núcleo pelo qual é responsável, gere mais de R$ 2,5 bilhões.

Estratégia de investimento em infraestrutura na XP

O gestor conta que, dentro da área de infraestrutura, as decisões são tomadas em conjunto e o método utilizado para selecionar esse ativos se baseia em encontrar boas oportunidades com assimetria de risco. Esta estratégia basicamente consiste em: “um negócio que tem um potencial de upside [crescimento], mas que em um cenário mais conservador de downside [queda] ainda faça sentido”, explica Machado.

O gestor complementa que esta análise deve ser cautelosa, uma vez que ativos de infraestrutura têm a característica de serem para longo prazo e, como boa parte dos negócios envolvem obras, há um risco intrínseco do setor. “Normalmente são concessões de 30 anos, então temos que olhar se esse ativo tem fundamentos, principalmente fluxo de caixa e barreiras de entrada” conta o gestor.

Os segmentos do setor de infraestrutura

Túlio acredita que o segmento elétrico é um dos mais conhecidos e procurados por investidores pessoa física, por conta da alta perenidade e previsibilidade, o que gera uma maior sensação de segurança, tendo receitas tanto na transmissão quanto na geração de energia. Também destaca o setor de saneamento básico, que, segundo Machado, por ainda requer muito investimento a nível nacional, também apresentou boas oportunidades nos últimos anos.

Outros segmentos relevantes dentro de infraestrutura são: transportes, em especial a construção de ferrovias dado as dimensões continentais do Brasil; telecomunicações, principalmente pela expansão da fibra ótica e da conexão 5G; e outras concessões e parceiras público-privadas, como iluminação pública, que também entram nesse arcabouço de ativos.

Os produtos da XP Asset

O gestor ressalta que o principal objetivo da XP é democratizar o acesso a esses investimentos. Os principais produtos ofertados são FIPs e fundos de infraestrutura em debêntures. Os FIPs são mais voltados para equities, mas também há possibilidade de carregar crédito. Em relação aos fundos que compram debêntures incentivadas, o principal atrativo, segundo Machado, é a isenção de imposto de renda, que se aplica tanto aos dividendos quanto ao ganho de capital — diferentemente do caso dos fundos imobiliários, por exemplo.

Perspectivas para os setor de infraestrutura

O gestor enxerga que o cenário regulatório para o setor é bem positivo e estável, com agências bem definidas e experientes. O Brasil ainda demanda investimentos em diversos segmentos de infraestrutura e possui metas altas para cumprir nos próximos anos. Ele cita como exemplo o segmento de saneamento básico, que tem a previsão de investimento de R$ 500 bilhões até o ano de 2032.

Machado também aponta que os cortes na taxa de juros irão provocar uma guinada de investidores, que estavam aproveitando as boas rentabilidades da Selic, para outros setores com mais risco. Mas ele reforça que, apesar do cenário macro favorável, ainda é preciso ter uma boa diligência sobre os ativos: apenas a necessidade social do empreendimento não é um parâmetro de escolha de ativos.

Outro ponto de destaque são as tendências de transição energética. Machado enxerga o Brasil como um dos países com maior potencial de produção e exportação de energia limpa: eólica, solar, hidrogênio verde, entre outros, o que demanda avanços na infraestrutura, assim como a expansão do agronegócio e de outras commodities, uma vez que a logística de escoamento dos produtos depende de melhores portos, estradas e ferrovias.

Pontos de atenção ao investir em infraestrutura

O gestor reforça que o principal fator de risco está ligado à inflação sobre insumos. Situações que geram escassez, como a pandemia de Covid-19, e conflitos geopolíticos, como, por exemplo, Rússia e Ucrânia e as questões no Oriente Médio, afetam diretamente no preço de insumos que são produzidos ou transportados por estas regiões. “O risco está sempre presente na nossa vida, é a forma de analisar que vai mitigá-lo”, afirma Machado.

Gestão Ativa

O gestor cita o caso de um leilão de aeroportos que ocorreu em 2023, onde foram adquiridos dois negócios, um e São Paulo e outro no Rio de Janeiro. Ele justifica que a aquisição foi baseada tanto nos potenciais do core business, tanto pelo grande potencial em real state.

Dentre as medidas já implementadas, ele comenta o aumento de eficiência das empresas, ao mesmo tempo em que houve corte de custos e explica que a expectativa é de o fluxo de aeronaves e helicópteros executivos aumente, à medida que os grandes aeroportos reduzem os slots para esse público, “é um case 100% DNA XP: estamos construindo a empresa do zero visando ganhos de capital”, finaliza o gestor.

Lições aprendidas no mundo dos investimentos

Entre as lições aprendidas que o gestor afirma levar para a vida pessoal está a necessidade de ter um espírito empreendedor para conseguir realizar a tomada de riscos, mas também saber dar um passo para trás e ter uma boa diligência ao fechar um negócio.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.