XP Expert

A Bolsa está barata? – XP Asset | Outliers #124

É o momento de investir na Bolsa brasileira? Marcos Peixoto, gestor de Renda Variável na XP Asset desde 2013, comenta sobre o cenário atual.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No episódio 124 do Outliers, Clara Sodré, analista de fundos da XP, e Rodrigo Sgavioli, head de alocação da XP, receberam o Marcos Peixoto, sócio da XP Inc. e gestor de renda variável na XP Asset desde 2013.

O gestor iniciou a carreira no back office do banco BBM e, posteriormente, atuou como analista e gestor de renda variável da tesouraria do banco. A partir de 2007, na Itaú Asset, foi responsável pela gestão de renda variável dos fundos multimercado. Hoje, é responsável pelas estratégias de renda variável da família Investor da XP Asset Management. 

Pilares da XP Asset

Atualmente, a XP Asset tem um patrimônio sob gestão de R$ 150 bilhões, sendo uma das maiores gestoras do país. Dez anos atrás, quando entrou na XP, Peixoto relembra que o projeto ainda estava em um estágio inicial, com R$ 1 bilhão sob gestão. “A liberdade e a flexibilidade de impor minhas ideias, de fazer do jeito que eu gostaria de fazer” o conquistou.

Segundo ele, esse posicionamento ainda está presente no dia a dia da asset, que prioriza a horizontalidade nas decisões. “É difícil encontrar pessoas que realmente têm a mesma cultura que você. Foram algumas tentativas e erros. A parte técnica é fácil, dá para ensinar”, afirma o gestor, em relação ao processo de construção do time ao longo dos anos.

Para Peixoto, apesar de considerar o mercado de ações no Brasil ainda pequeno, há uma grande competição no mercado de gestão de ativos, o que torna ainda mais importante ter uma equipe bem alinhada. “No Itaú, a plataforma era fechada, só tinha o nosso fundo para aplicar, não tinha essa pressão para que o fundo fosse bem. Aqui a competição é ferrenha, para eu estar na carteira recomendada preciso suar”, afirma Peixoto.

O fundo XP Investor está presente na nossa lista de recomendação “Top Fundos”. Confira informações sobre o fundo XP Investor 30.

Conheça o XP Investor 30

Dentro da filosofia de gestão, a XP Asset busca por empresas que possuam boa assimetria de risco e retorno na Bolsa, e suas estratégias são refletidas em dois fundos principais: o XP Investor e o XP Dividendos. O primeiro trata da estratégia “flagship”, se desdobra em outros fundos, tendo como base a seleção de ativos já realizada, mas se diferenciando de acordo com a proposta da estratégia em questão.

O fundo XP Investor FIA 30 é um fundo de ações classificado como long only, ou seja, opera apenas comprado e busca superar o Ibovespa por meio de uma análise fundamentalista.

Desde seu início, em novembro de 2006, o fundo acumula um retorno de 849,9% contra o Ibovespa, que variou 251,1% no mesmo período. A estratégia é aberta para investidores em geral, possui aplicação mínima de R$ 10.000,00 e o prazo de liquidez do fundo é D+31.

A estratégia se destaca tanto na geração de retornos em relação ao Ibovespa quanto em relação ao nível de volatilidade apresentada. Ou seja, uma relação risco x retorno atrativa para compor a carteira de investimentos.

Otimismo com renda variável

O final de 2023 e o começo de 2024 foram marcados por um certo otimismo para a tomada de risco. O início do corte de juros pelo Banco Central do Brasil, a diminuição da inflação no mundo e o rali da Bolsa no fim de ano acenderam um alerta nos investidores para retomar as posições em renda variável.

Na visão de Peixoto, independentemente do momento, estar alocado é sempre a melhor decisão, pois “é difícil precisar o timing, acertar a virada”. “Eu também não consigo pegar”, afirma.

O gestor reforça que a sua tese de investimento mira o retorno de longo prazo. “Eventualmente, em três anos, você vai perder do CDI, mas, nas janelas longas da indústria, cinco, dez anos, a gestão ativa ganha.”

Apesar do momento de euforia, Peixoto demonstra certa cautela em relação às expectativas de crescimento da Bolsa no curto prazo. “Você [estando alocado] não tem dinheiro a perder, mas também não acho que vai para 150 mil pontos amanhã”, diz. Entretanto, ele considera que a alocação em Bolsa está baixa e não considera uma boa estratégia esperar para comprar quando estiver em alta.

Peixoto afirmar não ter “preconceito” com nenhum setor ou empresa em específico e acredita que o segredo de qualquer carteira é a diversificação e uma estratégia bem alinhada. “Não existe ação boa ou ruim para investir, temos como mandato tentar se adaptar a qualquer cenário.”

Principais teses de investimentos na Bolsa

Entre os principais modelos de negócio que performam bem na Bolsa, Peixoto reforça que o Brasil ainda tem uma dinâmica muito ligada à macroeconomia. Ele cita como exemplo o setor de commodities, em que ele considera o país muito competitivo no cenário global. Além disso, enxerga o setor bancário como um destaque positivo.

Na visão do gestor, o momento atual da Bolsa também permite investimentos em empresas mais sólidas, como as do setor de utilities, não sendo necessário aportar em empresas mais arriscadas para ter bons retornos.

Conselho para os investidores

Peixoto finaliza aconselhando os investidores a iniciarem suas alocações em renda variável, em vez de continuar tentando acertar o momento ideal. “Não posso garantir que você vai ganhar no curtíssimo prazo. Comprar Bolsa [neste momento] é pagar pouco, perder pouco e eventualmente ganhar bastante”, conclui.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.