XP Expert

Transformação digital: Os desafios e aprendizados numa jornada de evolução tecnológica

Durante o painel que discutiu principalmente a transformação digital e os efeitos da mesma dentro das empresas, participaram Renata Andréa Marques (CIO Natura & CO Latam), Diego Barreto (Vice-Presidente de Finanças e Estratégia do iFood), Ana Vieira (Managing Director BCG Platinion), Eduardo Merighi (VP de Engenharia de Software da XP) e Raphael Belchior (Product Manager na área de Gente & Gestão da XP).

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Durante o painel que discutiu principalmente a transformação digital e os efeitos da mesma dentro das empresas, participaram Renata Andréa Marques (CIO Natura & CO Latam), Diego Barreto (Vice-Presidente de Finanças e Estratégia do iFood), Ana Vieira (Managing Director BCG Platinion), Eduardo Merighi (VP de Engenharia de Software da XP) e Raphael Belchior (Product Manager na área de Gente & Gestão da XP).

Principais mensagens do painel

De forma geral, as principais mensagens compartilhadas durante a conversa entre os palestrantes foram: (i) a transformação digital é um processo contínuo, que viabiliza as transações entre empresas e clientes de forma digital com eficiência e gerando resultados; (ii) a tecnologia de hoje é diferente da tecnologia de amanhã, por isso é muito importante ter boas pessoas, com uma cultura forte e alto engajamento, que possibilitem levar a companhia para frente, não importa qual a tecnologia que está sendo utilizada; (iii) a agenda de tecnologia precisa estar muito bem disseminada em toda a companhia, com alto engajamento da liderança para fomentar o alinhamento entre a agenda digital e a estratégia de negócios de longo prazo; e finalmente (iv) que grandes empresas e com grandes legados não devem ter medo da mudança, porque em algum momento a transformação vai ser necessária para a continuidade do negócio.

Conheça o Expert Pass XP, tudo sobre investimento em um só lugar com a visão dos maiores Experts do mercado. Retire agora o seu voucher de 30 dias grátis.

A importância da cultura digital dentro das companhias

Durante o painel, os palestrantes discorreram muito sobre a importância de uma cultura digital dentro das companhias durante o processo de transformação. Segundo a Renata Andréa da Natura, internamente muito se fala em “Ser digital”, e não “Se digitalizar”, dado que o primeiro é muito mais profundo e difícil que o segundo. Na mesma linha, a Ana Vieira do BCG cita que algo muito recorrente em suas interações com clientes é de certa forma uma postura de que os processos digitais e cultura já estão em pleno funcionamento dentro da companhia, com métodos ágeis bem desenhados, mas que muitas vezes isso não está de fato implementado. Adicionando à toda discussão, Diego Barreto complementa o ponto de vista das palestrantes com a provocação de que, em suas palavras, “somos muito chatos para contratar pessoas”, que não olham o currículo porque buscam talentos e comportamento, e não preparação técnica, porque só assim é possível contratar pessoas com cultura alinhada e promover a diversidade de ideias. Ainda segundo ele, sua equipe é composta por ~350 profissionais de formações em engenharia, advocacia, economia, etc., que em sua totalidade programam em SQL (e não necessariamente programavam antes de entrar na companhia).

Mas o que é de fato a transformação digital?

Talvez o jargão tenha “caído na moda”, mas segundo a Ana Vieira (BCG), a transformação digital é assim chamada porque a grande maioria das empresas que estão no mercado não nasceram digitais, e assim se faz necessária a transformação para o digital. Segundo ela, um exemplo muito claro do que é a transformação digital pode ser visto na indústria de moda, a partir da possibilidade de projeção, compra de insumos, concepção das peças piloto e testagem das mesmas com clientes remotos de forma virtual, sem falar da experiência de venda e os já desenvolvidos provadores virtuais, que vem sendo cada vez mais trabalhados e testados no mercado.

O impacto da pandemia na contratação de grandes talentos

Em linha com um dos principais temas da conversa, que é de ter uma cultura forte e de grandes talentos, a pandemia possibilitou diversas contratações por empresas do eixo Rio de Janeiro-São Paulo de profissionais que não moram necessariamente nesses estados, e que eram de certa forma ignorados por não estarem fisicamente nessas localidades. Segundo o Diego do iFood, existem cerca de 210mn de pessoas no Brasil, e se limitar a contratar pessoas que estão somente nas principais capitais é um erro bastante grande por parte das companhias, o que ele espera que não seja mais o caso daqui para frente, a partir das lições que estão sendo aprendidas com a pandemia e o trabalho remoto.

Iniciativas adotadas pelas empresas e conclusões do painel

De uma maneira geral, os palestrantes destacaram a importância da transformação digital para a continuidade dos negócios, principalmente no contexto de mundo atual. Segundo Renata Marques (Natura), a empresa segue uma jornada de transformação desde 2016, quando, ao colocar as consultoras no centro do negócio, começou a implementar e oferecer diferentes modelos de compra e venda de produtos, ampliando sua presença nos diferentes contextos de vida dos clientes. Além disso, a executiva destacou que a Natura segue investindo em time, estrutura e educação de funcionários para a prevenção de ataques cibernéticos. Já no iFood, Diego Barros destacou que a companhia já nasceu como uma empresa digital, mas que conseguiu se manter como tal apoiada principalmente na força de sua cultura, pautada pela busca por pessoas com a mentalidade correta e espirito empreendedor.

Em resumo, a mensagem principal trazida pelos palestrantes foi a de que a transformação digital não envolve apenas tecnologia, mas também engloba aspectos pessoais e estratégicos. Como Ana Vieira (BCG) bem destacou, o engajamento da alta liderança, o envolvimento de jovens talentos, o alinhamento mutuo entre as áreas de negócio e de tecnologia são fatores chave para uma transformação digital bem sucedida em qualquer empresa. Por fim, também destacamos que foi unanime a visão de que a transformação digital não possui um início, meio e fim, e sim que ela é um processo contínuo, que evolui conforte a tecnologia cultura se atualizam.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.