XP Expert

Para Theresa May, ex-premiê Britânica, sanção contra a Rússia é postura correta

No segundo painel da Expert 2022, Theresa May, que é uma politica britânica que serviu como Primeira-ministra do Reino Unido e Líder do Partido Conservador de 2016 a 2019, foi a convidada.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No segundo painel da Expert 2022, Theresa May, que é uma politica britânica que serviu como Primeira-ministra do Reino Unido e Líder do Partido Conservador de 2016 a 2019, foi a convidada. Theresa foi peça fundamental e tomou frente frente do processo da saída do Reino Unido da União Europeia, também conhecido como Brexit.

De início, a ex primeira-ministra mencionou as diferenças de seu papel no governo britânico sendo uma mulher. O cargo de primeiro ministra em si já traz muito peso e pressão para quem o obtém, porém, sendo uma mulher, Theresa comentou que teve que lidar com alguns percalços extras e teve que se provar mais, algo que não ocorreria caso o cargo fosse ocupado por um homem.

Desafios do Brexit

Em seguida, May entrou em detalhes sobre o Brexit em seu mandato. Ela disse que enfrentou uma série de dificuldades na época, que provavelmente nos dias de hoje não seriam enfrentadas, devido ao maior dinamismo na circulação de informações. Adicionalmente, elogiou a população de hoje em dia e seu engajamento, reafirmando a diferença entre o cenário que enfrentou no passado e como seria hoje.

Além disso, May disse que, devido à pandemia, ainda não foi possível ler claramente os impactos no Brexit na economia britânica. Adicionalmente, a ex-primeira-ministra pontuou que grande parte dos países que tinham acordos econômicos com a União Europeia, também reafirmaram acordos com o Reino Unido, sendo que, pós Brexit, foi possível reafirmar os melhores termos de interesse britânico nos novos acordos.

Rússia e embargos energéticos

Uma das principais pautas foi como a União Europeia e a OTAN deveriam lidar com a Rússia, considerando o cenário atual de guerra no Leste Europeu. Theresa May comentou alguns episódios pontuais que envolveram a Rússia e o Reino Unido, mas principalmente que União Europeia, Reino Unido, OTAN e Estados Unidos vem agindo corretamente no conflito, que deixou centenas de milhares de ucranianos refugiados. A ex-primeira-ministra ainda elogiou a postura dos países, tanto em relação ao cuidado com os refugiados, quanto às sanções impostas pela Europa em relação à Rússia, mesmo essas causando importantes impactos para a economia dos países europeus no curto e médio prazo.

Falando sobre o dilema de energia presenta na Europa, catalisado pelos embargos energéticos russos no cenário de sanções e guerra entre Rússia e Ucrânia, que vem deixando o custo de energia cada vez mais caro, afetando a população britânica. May também pontou o peso que essa alta nos preços de energia causa na inflação britânica, um problema latente no atual cenário econômico mundial, e que também vem afetando o Reino Unido.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.