XP Expert

Os caminhos da Economia: expectativa sobre as reformas e o ambiente global

O tom de otimismo com o Brasil permeou a Expert 2019, personificado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o Presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O tom de otimismo com o Brasil permeou a Expert 2019, personificado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o Presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Agora, a expectativa fica por conta da Reforma da Previdência, que deve avançar nas próximas semanas na Câmara dos Deputados. Se a Reforma for aprovada em ambos turnos da câmara antes do recesso, seria muito bem recebido pelo mercado.

Paulo Guedes falou sobre a redução da máquina do estado, a reforma tributária, o novo papel do BNDES, venda de ativos e mais. Rodrigo Maia corroborou o otimismo, trazendo dois grandes destaques: (1) a Reforma da Previdência e os passos até sua aprovação e (2) os passos após a Previdência.

Em relação à Previdência, destacou pragmatismo em aprovar o que é possível e clara urgência em relação ao calendário de aprovação. Em relação à agenda após a Previdência, destacou a redução dos gastos públicos, segurança jurídica aos investidores e a reforma política.
É consenso que a confiança na economia mostra sinais de reação e, após a aprovação da Reforma da Previdência, os investimentos devem retomar, o credito expandir, o consumo acelerar e, portanto, acelerar o crescimento.

Campo internacional

No campo internacional, o presidente do Banco Central, Roberto Campos, também trouxe mensagens positivas. Em suas palavras, as quedas de juros são vistas em todos os países e são coordenadas, inclusive na Ásia. Alguns países emergentes agora também estão discutindo o tema de metas mais baixas. Ou seja, juros globais mais baixos por mais tempo, o que é bom para o Brasil.

Em relação à disputa comercial EUA-China, Campos vê uma notícia boa por ora: até agora não houve um efeito inflacionário, o que permite os juros mais baixos. Mas deve ser monitorado.

O evento também contou com a presença do presidente do FED durante a crise financeira global desencadeada nos EUA, em 2008, Ben Bernanke.

De forma geral, Bernanke se mostrou otimista com o desempenho da economia global desde 2008 e acredita que isso foi, em alguma medida, fruto de uma intervenção rápida e bem-sucedida do FED.

Quando questionado sobre a sustentabilidade do crescimento global, após 10 anos de alta ininterrupta, Bernanke destacou três fontes potenciais para uma desaceleração: (1) Crise Financeira – que ele não vê no radar; (2) Alta Inflação – que também não parece estar acontecendo e (3) choques Geopolíticos, como a crise do petróleo dos anos 70 – aqui, a guerra comercial entre os EUA-China preocupa.

Nossa visão está em linha com a de Bernanke: uma escalada nas tensões comerciais entre as duas maiores economias do mundo, EUA e China, pode ter um efeito negativo significativo sobre o crescimento da atividade econômica global e, por isso, devem ser monitoradas de perto.

Entretanto, nosso cenário base é de que algumas tensões permanecerão no radar em 2020, mas não trarão maiores consequências para as principais economias do globo.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.