XP Expert

“Não teremos um pouso suave”, diz Lawrence Summers na Expert XP 2022

Summers falou sobre os desafios do controle da inflação e os riscos de uma forte desaceleração econômica

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Lawrence Summers, acadêmico e ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos (cargo equivalente a nosso Ministro da Economia), começou sua participação na Expert XP 2022 com uma mensagem clara: o mundo dos investimentos deve ser para todos, não apenas para partes da sociedade; a democratização financeira é chave para o desenvolvimento econômico.

Nessa linha, a conversa com Larry Summers (como é conhecido) foi didática e prática, focada no principal desafio econômico global atualmente: o controle da inflação e os riscos de uma forte desaceleração econômica. Além dele, participaram do painel Artur Wichmann, CIO Global da XP Private, e Alberto Bernal, estrategista-chefe da América Latina da XP Investimentos.

Para Summers, os Estados Unidos estão em uma situação altamente complexa, com a economia ainda superaquecida e um mercado de trabalho apertado, o que gera pressões sobre os preços que só poderão ser controladas com uma alta de juros mais forte do que a esperada atualmente pela maior parte dos analistas de mercado, inclusive pelo próprio Banco Central norte-americano – o Fed.

Summers defendeu que a economia norte-americana deve enfrentar uma recessão nos próximos 18 meses, fazendo uma analogia com um paciente que enfrenta uma grave infeção. “Um paciente precisa completar os dias de antibióticos prescritos para matar a bactéria; se parar antes, não será suficiente e a bactéria volta mais forte.” Com a inflação, é a mesma lógica. Se a alta de juros for insuficiente, a bactéria (a inflação, no caso) não será contida.

“Não teremos um pouso suave”, disse Summers.

Ele, no entanto, não acredita que a recessão será de tal magnitude como a observada após a eclosão da bolha imobiliária em 2008, ou mesmo a que seguiu a forte alta de juros da década de 1980 no país.

Dólar forte

Ao ser indagado sobre o fortalecimento recente do dólar, Summers classificou as outras principais moedas globais como “um museu (Europa), um asilo (Japão), um presídio (China) e um experimento (Bitcoin)”, concluindo fazer sentido ver a moeda americana fortalecida atualmente.

Ironias à parte, o ex-secretário acrescentou que o momento vivido nos Estados Unidos hoje é diferente do observado em outros lugares do mundo, especialmente na Europa – uma vez que a inflação no velho continente tem maior relação com questões de oferta, como o choque energético fruto da guerra na Ucrânia. Assim, uma política monetária mais contracionista (ou seja, juros mais altos), do lado americano fazia mais sentido – fortalecendo, assim, o dólar.

Ajuste sua carteira

Indo além do debate inflação VS taxa de juros, Summers destacou o que chamou de uma “lição importante” do momento atual de elevada incerteza: quando as pessoas ficam preocupadas, os mercados já precificaram boa parte do motivo dessa preocupação. Ou seja, fortes quedas nos mercados não deveriam ser vistas como imediatas portas de saída para investidores; e sim, como momentos para ajustar a alocação, com cautela, mas atentos para não perder potenciais ganhos de quando o mercado passar a subir novamente.

Finalmente, no encerramento do painel, o ex-secretário e acadêmico de renome deixou o palco da Expert XP com uma reflexão importante: a América do Norte caminhará na direção da América do Sul, ou vice-versa? Quanto mais a democracia for para o povo, e do povo, mais caminharemos na direção correta, destacou. 

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.