XP Expert

Howard Marks: Garimpando oportunidades de investimento no pós-pandemia

Num ambiente global, em que os juros permanecem próximos das mínimas históricas, onde uma das maiores gestoras de crédito do mundo enxerga as maiores oportunidades atualmente? E quais os principais riscos a serem observados?

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Howard Marks, um dos gestores mais renomados do planeta, com mais de US$ 150bi sob gestão, participou novamente de nossa Expert XP expondo seu conhecimento sobre os mercados e trazendo informações valiosas para os investidores. Entrevistado pelo Head Global do Private, Beny Podlubny, Head do Research, Fernando Ferreira e Estrategista de Ações, Jennie Li, Howard discorreu sobre o atual momento do ciclo, as possíveis consequências do ambiente econômico estimulativo, bem como a prática de pensar fora do consenso. Abaixo você econtra os principais pontos desta conversa:

Assine já o Expert Pass

Onde estamos no ciclo?

Para Howard, existem poucas respostas fáceis no mundo dos investimentos. Em condições normais, os ciclos de mercado caminham praticamente em conjunto com os ciclos econômicos e, quando um vai bem o outro tende a seguir também positivo. Quando ambos estão crescendo, isso leva a um pico de otimismo que é seguido de uma correção, pois o otimismo não pode seguir-se para sempre.

No atual ciclo houve um descolamento entre a economia, que está apenas no início de seu ciclo de recuperação, e o mercado financeiro, que praticamente já dobrou de valor desde o fundo ocorrido em março de 2020 (referindo-se ao S&P 500).

Na perspectiva negativa, vemos o mercado acionário batendo recordes diários ao passo que a economia ainda não se levantou. Mas do lado positivo, apesar de ações estarem nas máximas, ainda há mais espaço para a economia continuar se recuperando, o que pode trazer um viés positivo para o investidor.

Além disso, Howard acredita que, apesar dos altos preços, a economia e os negócios estão mais saudáveis vs. outros períodos de picos de ciclo.

E a variante delta?

O palestrante relembrou que, quando se trata de COVID-19, há poucos fatos e pouco histórico para se traçar análises e cenários conclusivos, restando apenas as “suposições”, ou, como ele prefere chamar, os “chutes”.

Em sua opinião, a delta está espalhando-se rapidamente, mas não crê em um problema tão sério quanto em 2020, principalmente por conta da grande fatia da população já vacinada. Nos inoculados, Howard ressalta que há níveis muito menores de hospitalizações e fatalidades e, portanto, não escutou em suas conversas recentes a possibilidade de novos confinamentos na América. Por outro lado, a delta deve atrasar a “volta ao normal”, a circulação e o consumo.

Os pesos e contrapesos da injeção de liquidez dos bancos centrais:

“Não é porque uma medida oferece possíveis consequências negativas que você não deva tomá-la”

Howard Marks, gestor e fundador da Oaktree

Para o gestor, a injeção trilionária de estímulos por parte dos principais bancos centrais do planeta oferecem diversos riscos para o mercado, incluindo a possibilidade de aumento da inflação, perda de confiança no dólar como reserva monetária global, estimulo para alavancagem e redução da poupança.

Apesar disso, Marks foi enfático ao dizer que os BCs agiram corretamente ao fornecer liquidez para o mercado, pois, caso não tivessem o feito, estariamos em uma profunda depressão econômica por conta da pandemia. Agora que a economia está mais forte e parcialmente recuperada, é de se esperar que o Federal Reserve reduza suas medidas estimulativas (tapering).

Mirando no longo prazo, o gestor diz que gostaria de ver um Federal Reserve menos ativista, que tome decisões menos internencionistas em períodos normais de mercado, deixando para intervir apenas quando realmente necessário.

O portfólio da Oaktree

Howard diz que possuem posições em petróleo, gás e no setor imobiliário; ativos que podem defender a carteira em cenários inflacionários. Por outro lado, o gestor recomenda que investidores não-profissionais evitem tentar prever os movimentos macro do mercado, pois é uma tarefa que, hoje, ninguém seria capaz de realizar bem e, portanto, deveriam focar nos fundamentos das companhias antes de realizar aportes, tal como fazem os gestores da Oaktree.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.