XP Expert

Estímulos monetários e oportunidades no mercado de renda fixa global

Emmanuel Roman, CEO global da PIMCO, falou na Expert sobre a estratégia de alocação da gestora em cenários de incertezas.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No último dia da Expert XP 2021, Emmanuel Roman, CEO global da PIMCO, gestora de investimentos com US$ 2,3 trilhões sob gestão, conversou com a Economista-chefe da Rico, Rachel Sá, e a Estrategista de Renda Fixa da XP, Camilla Dolle, sobre a atual conjuntura para o mercado de renda fixa global. Confira abaixo os principais destaques do painel.

Assine já o Expert Pass

“Se eu tivesse uma bola de cristal…”

Ao ser questionado sobre as expectativas para a renda fixa ao redor do mundo e sua visão para o atual cenário de inflação, Roman comentou que a resposta não é simples. Em março de 2020, o mundo não estava preparado para a pandemia que estava por vir. Dada a dimensão do drama humano, os governos ocidentais optaram por injetar um valor nunca visto antes para amenizar as consequências das medidas de restrição adotadas em resposta à covid-19.

No atual cenário de retomada desigual, no qual a questão da retomada ao ritmo regular de trabalho ainda não está 100% solucionada, porém, a inflação segue em nível alto, questiona-se quando os estímulos monetários adotados serão retirados e se haverá pressão adicional no sistema em relação à inflação.

Roman pontua três elementos que seguem sustentando a alta dos preços: o mercado de trabalho ainda enxuto; problemas na cadeia de suprimento; e o desequilíbrio em oferta e demanda em alguns setores da economia, como no mercado de veículos usados. Na sua visão, esses três movimentos deverão ser transitórios.

Neste cenário de taxas de juros comprimidas, onde as pessoas podem encontrar oportunidades em renda fixa?

O gestor afirma que ao compararmos os preços dos ativos hoje com o patamar mais baixo do ano passado, houve valorização bastante expressiva, e não há mais a mesma abundância de títulos com preços atraentes. É preciso ter paciência e esperar por oportunidades ou pensar fora da caixa, procurando créditos selecionados ou alguns mercados emergentes. Sendo assim, ele conclui que o trabalho dos gestores de Renda Fixa se tornou bem mais desafiador nesse intervalo.

Roman afirma que sua companhia conta com uma equipe muito bem qualificada na busca por essas assimetrias de mercado. De acordo com ele, algumas indústrias afetadas serão transformadas para sempre, enquanto outras deverão ter uma retomada fantástica. Como destaques positivos, cita hotéis, mercado de luxo e companhias aéreas.

Ainda em relação à sua gestão, o CEO da PIMCO afirmou a gestora não costuma possuir opiniões muito duras, seu time debate muito e, diversas vezes, as opiniões são divergentes. Portanto, eles procuram tomar decisões com paciência quando possuem conviccção necessária. Como exemplo, cita que enquanto a maior parte dos mercados tentava alocar seu capital com base nas expectativas para o resultado da última eleição norte-americana, eles decidiram não operar esse evento, por não enxergarem vantagem competitiva deles em relação à outros times com “pessoas mais capacitadas no assunto”.

“Não tem problema dizer ‘não sei’ ou ‘não tenho certeza'”

Emmanuel Roman

Ele também menciona as dúvidas em relação aos países emergentes, como África do Sul, ou a própria China. De acordo com ele, as empresas de economia chinesas, ainda não está claro se os ativos já foram sido excessivamente penalizados pela intervenção do governo no setor, ou poderão cair ainda mais.

Diversificação é chave

No tocante à composição das carteiras, o gestor acredita que é necessário montar portfólios “tendo em mente o retorno esperado”. Ele acredita que a diversificação da alocação entre países distintos, bastante utilizada nos fundos da PIMCO, garante melhor desempenho e melhor gerenciamento de risco.

Roman acredita que tendo como referência um investidor brasileiro, há necessidade de se distanciar em partes da moeda local. Destacou como moedas de preferência “dólar e yien, e um pouco menos de euro”. Além disso, lembrou que, no último ano, a estratégia de compra de créditos do Oriente Médio se mostrou bastante assertiva.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.