XP Expert

Duda Rocha, CEO da Occam, vê tecnologia como o setor para prosperar na bolsa

Leon Goldberg conversa com Duda Rocha, CEO da Occam, sobre as estratégias de investimentos em ações mesmo em tempos de crise

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Pelo cenário de juros baixos como o atual, e pela crescente procura dos investidores por diversificar seus aportes, os ativos de renda variável estão cada vez mais em pauta e em objeto de observação. Durante o painel desta terça-feira (14) de abertura da Expert XP 2020, Leon Goldberg e Carlos Eduardo Rocha, CEO da Occam, destacam como analisar os ações de empresas para extrair valor na bolsa, independente do momento.

Duda defendeu a disciplina e o equilíbrio entre defesa e risco para estar sempre valorizando seus ativos de forma eficiente. “Fazendo paralelo com o basquete, não existe cesta de 20 pontos. Então, não adianta pensar em queimar etapa e acelerar todo o processo. Você precisa ir pontuando e construindo sua estratégia a longo prazo” disse o gestor.

Crises são imprevisíveis, e num cenário como o da pandemia, esses ativos de defesa com empresas de menor crescimento mas estrutura qualitativa mais sólida, se mostraram essenciais para o gestor. “Nessa crise eu trabalhei quatro vezes mais para ganhar um quarto. Mas tudo isso gerenciando risco para manter a carteira forte”, relata Duda.

Acesse a página do evento Jornada do Investidor

Observe movimentos setoriais

Se na defesa a estratégia é clara, como atacar nos investimentos? Falando do cenário atual, Duda se mostrou muito otimista com o panorama futuro. O gestor avalia que é importante avaliar movimentos setoriais, para crescer no longo prazo. Atualmente, ele avalia o setor de tecnologia como o lugar para estar presente, assim como o varejo e-commerce foi identificado três anos atrás. “Estou muito animado com o cenário daqui pra frente. Inclusive pelo cenário internacional com a força da tecnologia: entrada do 5G nos mercados, fortalecimento das plataformas de streaming e de armazenamento em nuvem. Acho que em meses, vamos crescer o que esperávamos crescer em anos”.

O gestor avalia também empresas que serão afetadas pela tecnologia devem ser observadas, como bancos que tem processos de digitalização avançados, por exemplo, e até empresas que vão morrer por não se enquadrarem nesse cenário.

100 mil pontos são realidade

Falando da bolsa brasileira, Duda acredita que os 100 mil pontos serão alcançados, chegando na casa de 110 mil ao final de 2020. Para quem quer começar os investimentos na bolsa, também recomendou a filosofia de estudo e disciplina, buscando sempre empresas fortes em qualidade e crescimento no horizonte mais longo.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.