XP Expert

Como gerir um fundo de ações com cases de turnaround? Entenda o que fez a XP Asset investir em Via Varejo e Copel

Gestores da XP Asset contam como se aproximaram das ações de algumas companhias conhecidas por uma virada em sua gestão e cultura empresarial

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A equipe da XP Asset, representada pelos gestores Marcos Peixoto e Rodrigo Furtado, em painel da Expert, na tarde desta quarta-feira, se debruçou em alguns cases de turnaround que foram emblemáticos nos últimos tempos, como Via Varejo e Copel, citando o caso de uma empresa privada e uma estatal, respectivamente.

Afinal, como gerir fundos de ações comprados nessas empresas? Os especialistas explicam um pouco suas visões de cada caso. Veja acima a Live completa transmitida no evento da Expert e, abaixo, confira brevemente alguns destaques da conversa entre os gestores da XP Asset.

Acesse a página do evento Jornada do Investidor

Via Varejo

Hoje, a Via Varejo negocia uma ação a cerca de R$ 17,oo conseguindo um turnover digital e avançando sua estratégia de e-commerce com as marcas da Casas Bahia e Pontofrio.

Rodrigo Furtado explica como ele vê as ações e o turnover da companhia: “Acompanhamos a empresa desde 2013 e a gente entende que houve diversos erros de gestão que culminaram na queda das ações para cerca de R$ 4,00 em 2018. A marca ainda era muito forte e a empresa ainda tinha um diferencial competitivo. Procuramos a família controladora e começamos a ter uma pequena exposição de 1% ou 2% do fundo. Depois, veio o turnaround, com mudança de pessoas e de cultura dentro da Via Varejo e ela passou a ser a nossa principal exposição no fundo por causa disso”.

Copel

COPEL

Marcos Peixoto, sócio e gestor da XP Asset, conta que a Copel foi um achado na Bolsa. A empresa de energia elétrica estava “largada” nas palavras do gestor e de 2018 para cá o turnaround foi claro e isso fez a gestora da XP ter uma posição bastante relevante das ações da Copel nos fundos.

A história da Copel nos últimos anos e as diversas reuniões com a estatal do Paraná fizeram Peixoto enxergar valor na companhia onde basicamente ninguém do mercado apostava.

“A boa gestão é feita na rua. Se você ver o cara que fica só na mesa pode ter certeza que haverá uma gestão ruim. É preciso viajar e visitar as empresas para conhecê-las de fato. Claro que agora fica mais difícil com a pandemia, mas fazemos esse trabalho por enquanto por videoconferência”, conta Peixoto.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.