XP Expert

CEOs debatem o impacto da Crise nas Grandes Empresas

De acordo com CEOs Tânia Consentino, Rubens Menin e Frederico Trajano a transformação digital veio para ficar além do crescimento da importância social de todos os negócios.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O tema do 4° dia da Expert XP 2020 foi A Transformação dos Investimentos, para debater o impacto do Covid-19 nas empresas listadas em bolsa, contamos com as ilustres presenças de Tânia Consentino, CEO da Microsoft Brasil, Rubens Menin, fundador da MRV, Frederico Trajano, CEO da Magazine Luiza e Luis Fernando Porto, CEO e fundador da Unidas.

Dentre os temas debatidos pelos convidados, destacaram-se a mudança do comportamento do consumidor, evolução da penetração do varejo online, maior adoção da tecnologia no cotidiano e o desenvolvimento de preocupações ambientais, sociais e de governança (ESG)

Varejo Online

“A transformação digital veio para ficar” foi uma frase comum a todos os participantes. Segundo Tânia, a transformação digital estava na pauta da grande maioria das empresas, apesar de em grau de maturidade diferente. No entanto, o fechamento das lojas físicas e da adoção do trabalho remoto levaram a uma aceleração de anos em questão de meses na popularização e adoção da tecnologia no dia a dia das empresas. Ainda, acredita no grande papel da tecnologia e inteligência artificial para impulsionar a volta da economia.

Frederico, a frente de uma das empresas com a digitalização mais desenvolvida do Brasil, destacou a aceleração da adoção do varejo online durante a pandemia. Apesar da Magazine Luiza ter entrado na crise com cerca de 50% de seu faturamento atrelado ao comércio online, a resposta da empresa quanto a digitalização e das campanhas adotadas levaram a empresa a aumentar ainda mais sua exposição ao segmento online.

Mesmo em mercados menos óbvios, como o de locação de veículos, a venda por meio de canais online já está muito presente nas operações da companhia, destaca Luis Porto. Segundo ele, a Unidas viu uma desenvoltura forte na venda de seminovos, processo que agora podem ser até 100% digital, com entrega disponível na porta do comprador. Além disso, o setor vem passando por uma mudança de hábito dos consumidores, que passaram a recorrer ao maior uso de serviços por aplicativo em detrimento da posse de um automóvel.

Já Rubens Menin destacou a facilidade que o e-commerce trouxe aos consumidores e da forte penetração das vendas online durante a pandemia. Segundo ele, a MRV reportou o maior patamar de vendas de sua história, apesar do fechamento dos estandes de vendas na maior parte do trimestre, por meio da maior adoção das plataformas de vendas online.

ESG: As três letrinhas mágicas

Outra frente de discussão entre os participantes foi a pauta ESG (Ambiental, Social e Governança). Durante a pandemia, os participantes viram um crescimento da importância social de todos os negócios. Rubens Menin e Frederico Trajano destacaram os movimentos de responsabilidade social que as empresas e a própria população adotaram durante a crise como o Movimento Não Demita e as doações aos órgão sociais de auxilio a pessoas carentes e dos funcionários na linha de frente ao combate do COVID-19. Tânia complementa o discurso dizendo que está cada vez mais claro que resultado a qualquer custo não é sustentável no longo prazo, é necessário atender um propósito maior. Ainda, destaca a necessidade de maior diversidade e inclusão dentro das empresas.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.