XP Expert

Buscando a melhor assimetria entre risco e retorno via diversificação global

Na Expert XP 2023, Rui Alves, Paulo Gitz e Aline Camara debateram os benefícios da diversificação global

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No primeiro dia da Expert XP 2023, Aline Camara (XP US) mediou o debate entre Rui Alves (Kinea) e Paulo Gitz (Research XP) sobre os benefícios da diversificação global. Rui destacou que o mercado brasileiro, que ainda tem se desenvolvido consideravelmente nos últimos anos, segue aquém das diversas possibilidades existentes no mercado internacional, além de carecer de liquidez e possuir custo elevado quando comparado ao exterior.

Paulo Gitz destacou as vantagens de diversificar um portfólio pensando em minimização de riscos e retornos esperados no longo prazo. Gitz ressaltou que um investidor brasileiro já “nasce short em dólar”, uma vez que todas as suas despesas, em maior ou menor grau, são dolarizadas, já que o Brasil não é um país isolado e existe uma grande interdependência entre preços globais, mesmo que denominados em real.

Rui elencou ainda o fato de o investidor brasileiro estar acostumado com o retorno do CDI como uma contradição, uma vez que apesar de parecer de certa maneira um investimento seguro, o Brasil é um país turbulento e de risco elevado. Ele declara que permanecer na renda fixa não é sustentável como estratégia a longo prazo, uma vez que países não têm como pagar juro real consistentemente alto por muito tempo, ainda mais com situação fiscal delicada, sem produzir resultado primário positivo.

Gitz e Alves debateram sobre o momento ideal para diversificar. Paulo Gitz argumentou que escolher um ‘melhor momento’ é complicado, por depender de timing de mercado, e que o investidor deveria consistentemente realizar o movimento de diversificação de sua carteira. O investidor brasileiro já está naturalmente exposto ao Brasil, por em sua maioria residir no país e ter renda em real, o que torna a parcela atrelada ao país muito superior ao que o Brasil representa em termos reais, apenas 0,7% do índice global de ações (MSCI ACWI). Tradicionalmente, os maiores movimentos de internacionalização feitos por investidores brasileiros são em tempos de estresse nos mercados, frequentemente por temores políticos, tendo o medo como motivação. Em relação a isso, Rui Alves considera que o investidor deixa pesar as oportunidades de retorno, que são diversas para quem investe globalmente, uma vez que nos mercados globais há a possibilidade de tomar parte nas inovações, força motriz do capitalismo contemporâneo.

A respeito de oportunidades de investimento, Rui Alves destacou sua preferência por tecnologia, como vetor de crescimento econômico no mundo. Paulo Gitz, por sua vez, alertou para perspectiva mais negativa para a bolsa americana no curto prazo e disse que prefere alocações em títulos curtos do Tesouro americano como opção de menor risco. Como aposta de mais risco, vê oportunidades em empresas de tecnologia chinesas, extremamente descontadas e cujo risco diminuiu recentemente.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.