XP Expert

Facebook registra patentes voltadas ao metaverso – Radar Criptomoedas

Larry Fink faz previsões sobre criptomoedas, novas patentes do Facebook e desaceleração no setor de finanças descentralizadas.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Criptoativos encaminham-se para encerrar a semana com ganhos. No agregado, o valor total das criptomoedas subiu +8,8%, retornando para uma capitalização de mercado na casa de US$ 2,08tri. A performance dos ativos digitais como um todo foi superior ao do Bitcoin (+3,5%), maior ativo do segmento, na semana, indicando uma melhora no sentimento dos investidores e uma maior propensão à tomada de risco. Parte deste movimento também foi refletido nos ativos de risco, como ações globais, o que pode ter corroborado com a boa performance das altcoins vs. Bitcoin.

Pronunciamento de Jerome Powell retoma discussões sobre regulação

O presidente do Federal Reserve afirmou nesta quarta-feira que as inovações digitais do setor financeiro vieram para ficar. Powell ressaltou o potencial que os ativos digitais possuem para melhorar a eficiência dos serviços financeiros atuais, assim como tornar o ambiente competitivo mais justo. Contudo, novas regulações serão necessárias para mitigar riscos e manter a estabilidade do sistema financeiro.

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Bitcoin aceito na Rússia?

A maior criptomoeda do mercado também ganhou um fôlego extra nesta quinta-feira com o anúncio de Zalvany, legislador Russo, pontuando que o país poderá aceitar o Bitcoin como moeda de troca para a venda de suas commodities como o petróleo. Além disso, dados da Arcane Research apontam outro sinal positivo, mineradores estão aumentando suas reservas de Bitcoin desde janeiro de 2021, com o intuito de contribuir para uma maior apreciação do ativo no longo prazo.

Em termos gerais, na semana o Bitcoin viu sua dominância recuar levemente para 40% do valor total dos ativos digitais, muito por conta do movimento dos investidores em direção aos projetos de maior risco.

Ethereum

A mesma orientação de longo prazo tem sido vista na segunda maior criptomoeda. Nesta última sexta-feira, dia 19, o volume do criptoativo em corretoras atingiu o seu patamar mais baixo desde 2018. Este indicador é considerado positivo, uma vez que investidores costumam manter suas moedas digitais em carteiras pessoais e utilizam as corretoras apenas quando planejam efetuar transações. A dominância do Ethereum também seguiu constante, representando 17,9% do valor deste mercado e sua tarifa de transações aumentou para 76 gwei.

Fonte: Coingecko, XP Research. *Os dados acima são até às 17:15 de 24/03/2022

Dentre as maiores criptomoedas, os destaques positivos foram relacionados aos contratos inteligentes (Ethereum, Solana e Avalanche). Já o destaque negativo ficou por parte da Terra, que segue sofrendo com forte realização de lucros após o rali visto nas últimas semanas.

NOTÍCIAS

Blackrock, Larry Fink

Conflito entre Rússia e Ucrânia pode acelerar adoção das moedas digitais

O presidente-executivo da BlackRock, Larry Fink, disse nessa quinta-feira que a guerra Rússia-Ucrânia pode acabar acelerando as moedas digitais como uma ferramenta para facilitar transações internacionais, já que o conflito derruba o avanço da globalização das últimas três décadas. Além disso, a maior gestora do mundo, afirmou estar estudando moedas digitais e stablecoins devido ao aumento do interesse dos clientes. Isso implica em uma mudança de tom desde maio do ano passado, quando Fink levantou algumas preocupações sobre a volatilidade e disse que era muito cedo para determinar se as criptomoedas eram apenas uma ferramenta de negociação especulativa.

Essa mudança de posicionamento da Blackrock reflete o aumento da popularidade dos criptoativos. De acordo com um estudo realizado pela KuCoin, na Alemanha, maior potência da Europa, 44% dos alemães acreditam que as criptomoedas fazem parte do futuro das finanças, enquanto 37% dos investidores realizaram já realizam operações com esse tipo de ativo há pelo menos um ano. Em uma entrevista ao Cointelegraph, Johnny Lyu, CEO da KuCoin, afirmou que apesar do forte entusiasmo da população alemã, ainda não existem leis que regulamentem as atividades envolvendo esses tipos de ativos digitais descentralizados. No entanto, vale a pena lembrar que a Alemanha foi o primeiro país europeu a reconhecer o Bitcoin como uma unidade de valor e o primeiro país do mundo a adotar estratégias blockchain. Discussões no Parlamento estão sendo realizadas para determinar o futuro legal do uso das novas tecnologias.

metaverso, meta, facebook

Facebook registra patentes voltadas ao metaverso

A Meta, anteriormente conhecida como Facebook, registrou recentemente oito pedidos de marca registrada, de acordo com registros no escritório de patentes e marcas registradas dos EUA. Os pedidos da big tech são para operar serviços na Web 3.0, o movimento dará suporte para a Meta fortalecer sua posição nas esferas de criptografia e metaverso. A Web 3 baseada em Blockchain, que é a próxima fase da Internet como conhecemos hoje, terá criptomoedas e NFTs como elementos integrais, que juntos aprimorarão a experiência do metaverso.

Seus planos futuros incluem o lançamento de novas plataformas de redes sociais, software de computador, serviço de e-commerce, serviços de telecomunicações para detentores de ativos digitais e plataforma de publicidade focada no metaverso, informou a CoinTelegraph. Além disso, serviços de entretenimento e publicação digital com suporte à Realidade Virtual (VR), juntamente com uma linha de wearables de VR, também estão no radar da Meta. A empresa, no entanto, não anunciou oficialmente nenhum detalhe sobre seus registros de marca registrada. Pode levar meses até que a Meta obtenha suas aprovações. O tempo médio para o Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA revisar um pedido é de cerca de nove meses e meio, conforme relatório da CoinTelegraph.

1 U.S.A dollar banknotes

Finanças descentralizadas vão desacelerar em 2022?

Em um relatório publicado recentemente, o Morgan Stanley, afirmou que o crescimento exponencial observado nas finanças descentralizadas, DeFi (termo usado para empréstimos, negociações e outras atividades financeiras realizadas em uma blockchain) nos últimos anos pode desacelerar devido a obstáculos como regulamentação e excesso de garantias. Os programas de flexibilização dos bancos centrais forçaram os investidores a buscar retornos em novos lugares, ajudando a aumentar o total de ativos bloqueados em DeFi para cerca de US$ 200bi de cerca de US$ 600mi em 2020, disse o banco. Esse tipo de projeto oferece altos retornos para atrair usuários, que por sua vez aumentam o valor da plataforma.

Embora a promessa de não haver intermediários possa parecer atraente e os proponentes apresentem o DeFi como uma forma de melhorar o sistema financeiro existente, o Morgan Stanley diz que não viu muitas evidências de que os protocolos DeFi sejam mais eficientes do que o sistema atual. Em vez disso, de acordo com o banco, os protocolos DeFi geralmente parecem uma maneira de atrair fluxo de caixa para enriquecer os operadores de protocolo. O DeFi é propenso a hackers e corre o risco de crimes financeiros, já que o anonimato é um recurso fundamental, e isso de certa forma, acaba limitando a adoção institucional, dificultando para o DeFi ser visto como uma alternativa à atual abordagem bancária de reservas fracionárias.

DE OLHO NO MERCADO

Fonte: Coingecko, XP Research. *Os dados acima são até às 17:15 de 24/03/2022
Fonte: Coingecko, XP Research. *Os dados acima são até às 17:15 de 24/03/2022

O gráfico acima mede o nível da correção atual no preço das maiores criptomoedas vs. a sua máxima histórica. Segundo os dados, apesar da recuperação recente, grande parte das moedas ainda se encontram em bear market após o período de forte correção que não só impactou as cotações, como também contribuiu para uma redução no volume de negociações das moedas.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela Xtage Intermediação S.A. (“Xtage” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo digital, financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas. A Xtage não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os clientes. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer cliente. Os clientes devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Caso os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A negociação de ativos digitais envolve riscos inerentes, a exemplo de: risco de segurança cibernética; risco quanto à possível irreversibilidade das transações em rede descentralizada; riscos de mercado, inclusive variação de preços em diferentes mercados, liquidez, volatilidade ou ausência de lastro; risco legal, inclusive de restrições a negociação por ordem de autoridade ou por regulação superveniente, entre outros. Os ativos digitais não são valores mobiliários regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), nem títulos emitidos ou chancelados por qualquer governo, autoridade central ou autoridade monetária, incluindo, mas não se limitando, ao Banco Central do Brasil. Os ativos digitais não possuem qualquer garantia do Fundo Garantidor de Créditos e reclamações a respeito de operações com ativos digitais não estão cobertas pelo Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos administrado pela BSM – Supervisão de Mercados. A Xtage não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados de ativos digitais, podem estar sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para clientes da Xtage, sem prejuízo do acesso por clientes do grupo XP Investimentos, podendo também ser divulgado no site do grupo XP. O cliente precisa abrir conta junto à Xtage para operar ativos digitais. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Xtage. Para mais informações ligue para +55 11 3003-5465 (capitais e regiões metropolitanas) ou +55 11 3003-5465 (demais localidades). Para clientes no exterior o contato é 0800-771-5465. Para reclamações, utilize o SAC 0800-774-0402. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria: 0800 722 3730.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.