XP Expert

Celsius declara falência – Radar Criptomoedas

Compre agora, pague depois dos NFTs, falência da Celsius e Arábia Saudita se destaca na adoção das criptomoedas.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Semana de leve queda para os criptoativos. No agregado, o valor das criptomoedas recuou levemente para US$ 0,96 trilhões, registrando uma baixa de -3,9% vs. a semana anterior.

Correlação negativa do Bitcoin com o dólar

Fonte: Delphi Digital.

O gráfico acima mostra que a variação ano contra ano do dólar e o valor do Bitcoin em dólares ocorrem em direções opostas. Tendo isso em vista, o fortalecimento recente da moeda americana parece ter sido um dos fatores na correção da maior criptomoeda do mercado.

E daqui para frente? O cenário macroeconômico segue complicado e com a inflação rodando em seu patamar mais alto dos últimos 40 anos nos EUA. Logo, a tendência é que o Federal Reserve continue o seu ciclo de alta da taxa básica de juros americana, o que deve continuar favorecendo o fortalecimento do dólar, uma vez que torna o tesouro direto do país mais atrativo vs. outros ativos de risco. Sendo assim, caso a correlação negativa entre a moeda e o BTC permaneça, é possível vermos uma correção ainda maior no curto para médio prazo.

Investidores apostam na queda do Bitcoin

Fonte: MLV Pulse Survey, Bloomberg.

Segundo pesquisa da MLV, investidores ainda estão pessimistas em relação ao futuro do preço do Bitcoin. Dos participantes da enquete, 60% disseram estar mais confiantes que a criptomoeda cairá para US$ 10 mil ao invés de retornar aos US$ 30 mil. Os escândalos recentes envolvendo grandes criptomoedas como a Luna e as plataformas de finanças descentralizadas como a Solend e Celsius, acabaram ferindo a confiança dos investidores nesta classe de ativos. Participantes do mercado já começam a projetar que aproximadamente 1/4 de todas as criptomedas não possuem aplicabilidade ou utilidade no mundo real.

E o pessimismo é refletido no índice de euforia e medo

Fonte: Alternative.me

O sentimento negativo também é refletido no indicador de medo e euforia da Alternative.me, que por sua vez encontra-se em território de medo extremo desde maio de 2022.

Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 14/07/2022

NOTÍCIAS

Celsius declara falência

A plataforma de empréstimos em criptomoedas, Celsius, confirmou nessa última quarta-feira (13/07) que iniciou o processo do Capítulo 11 de falência no Tribunal Distrital Sul de Nova York. O anúncio foi compartilhado no Twitter da empresa e marca a mais recente vítima de um crash de US$ 2 trilhões que acabou com alguns dos maiores nomes do setor e expôs centenas de milhares de investidores individuais a perdas acentuadas. A empresa, uma das maiores financiadoras de criptomoedas, acumulou mais de US$ 20 bilhões em ativos e chegou a oferecer taxas de juros de até 18% aos depositantes antes de interromper todos os saques em junho em meio ao pânico dos clientes.

Dúvidas sobre os rendimentos altíssimos que apoiam produtos como os oferecidos pela Celsius se intensificaram após o colapso da stablecoin TerraUSD em maio, os preços das criptomoedas caíram, com Bitcoin e Ether perdendo metade de seu valor desde o final de dezembro. Com a falência, não está claro se os usuários da plataforma conseguirão alguma coisa. De acordo com seus termos de serviço, o tratamento dos ativos digitais de seus clientes em caso de insolvência é “não liquidado” e “não garantido”, o que pode resultar em clientes sendo tratados como credores quirografários, ou seja, sem nenhum direito real de garantia.

Entre os principais credores está a Alameda Research, empresa de trading cofundada pelo bilionário de criptomoedas Sam Bankman-Fried. Contudo, um nome se destaca, a Pharos USD Fund SP. O arquivamento do Capítulo 11 da Celsius mostra que ela deve à Pharos US$ 81 milhões, uma reivindicação duas vezes maior que a do segundo maior credor. A entidade, que não se sabe muitos detalhes, parece estar afiliada à Lantern. A empresa tem cerca de US$ 400 milhões sob gestão, mais da metade dos quais são de propriedade de investidores fora dos EUA, mostra o arquivo da SEC.

Compre agora, pague depois chega aos NFTs

O credor de finanças descentralizadas (DeFi) Teller lançou um recurso de compre agora, pague depois (BNPL) para ajudar os compradores a distribuir seus pagamentos de NFTs em parcelas mais gerenciáveis, de acordo com um relatório da Bloomberg na sexta-feira da semana passada. O novo serviço da plataforma foi denominado “Ape Now, Pay Later” e é construído na rede blockchain Polygon. Semelhante a aplicativos como Affirm ou Klarna, os compradores precisariam pagar um mínimo de 25% do preço para comprar um NFT e pagar o restante em parcelas.

Os mutuários do “Ape Now, Pay Later” podem enviar solicitações de empréstimo por meio do Teller. Os credores podem optar por fornecer financiamento caso a caso e podem ganhar até 30% de juros anualmente, os participantes do mercado determinam a solvência de um solicitante, a taxa anual e os termos do empréstimo. Vale lembrar que o anúncio ocorre no meio do que foi apelidado de “crypto winter”, com os preços dos ativos cripto despencando e vários credores lutando para sobreviver. O mercado de NFTs viu uma queda semelhante, caindo do pico atingido no ano passado para as vendas caindo para o nível mais baixo em pelo menos um ano e com uma continua queda dos preços.

Penetração das criptomoedas na Arábia Saudita aumenta

Em maio de 2022, 3 milhões de sauditas, que representam 14% da população adulta com idade entre 18 e 60 anos, eram proprietários de criptoativos ou os negociaram nos seis meses anteriores, revelou uma pesquisa da corretora KuCoin. Outros 17% dos entrevistados foram classificados como “criptocuriosos” e provavelmente farão um investimento nessa classe de ativo nos próximos seis meses. De acordo com o estudo, potenciais comerciantes de criptomoedas em países árabes têm interesse de longo prazo. Ainda de acordo com a pesquisa, 49% dos investidores em criptomoedas no primeiro trimestre de 2022 planejavam aumentar suas participações nos próximos seis meses.

Contudo, à medida que o mercado de baixa continua no segundo trimestre de 2022, as atitudes dos investidores mudaram para favorecer estratégias de investimento em criptomoedas mais cautelosas. Cerca de 31% dos proprietários de criptoativos na Arábia Saudita afirmaram que não aumentariam o saldo de suas participações. Em termos de legislação, embora o reino da Arábia Saudita ainda não tenha feito nenhuma oficial com relação a criptoativos, o governo parece ter adotado uma postura positiva com relação a essa classe de ativo. Uma moeda digital chamada Aber foi revelada em 2019 pelo Banco Central dos Emirados Árabes Unidos (UAECB) e pela Autoridade Monetária da Arábia Saudita (SAMA), é apoiada pelas respectivas moedas fiduciárias das duas nações e será usada para transações internacionais entre elas.

DE OLHO NO MERCADO

Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 14/07/2022
Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 14/07/2022

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:
Este material tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo digital, financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas A Xtage não dá O presente material não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os clientes. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer cliente. Os clientes devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Caso os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A negociação de ativos digitais envolve riscos inerentes, a exemplo de: risco de segurança cibernética; risco quanto à possível irreversibilidade das transações em rede descentralizada; riscos de mercado, inclusive variação de preços em diferentes mercados, liquidez, volatilidade ou ausência de lastro; risco legal, inclusive de restrições a negociação por ordem de autoridade ou por regulação superveniente, entre outros. Os ativos digitais não são valores mobiliários regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), nem títulos emitidos ou chancelados por qualquer governo, autoridade central ou autoridade monetária, incluindo, mas não se limitando, ao Banco Central do Brasil. Os ativos digitais não possuem qualquer garantia do Fundo Garantidor de Crédito e reclamações a respeito de operações com ativos digitais não estão cobertas pelo Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos administrado pela BSM – Supervisão de Mercados. A Xtage Os autores deste material não se responsabilizam por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados de ativos digitais, podem estar sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para clientes da XChange Intermediação S.A. (“Xtage” ou “XP”) Xtage, sem prejuízo do acesso por clientes do grupo XP Investimentos, podendo também ser divulgado no site do grupo XP. O cliente precisa abrir conta junto à Xtage para operar ativos digitais. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Xtage. Para mais informações ligue para 4003-3710 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-880-3710 (demais localidades). Para clientes no exterior o contato é 55-11-4935-2701. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria: 0800 722 3710. Para deficientes auditivos ou de fala favor ligar para 0800 771 0101 (todas as localidades). Para maiores informações sobre produtos, favor acessar o nosso site: https://lp.xpi.com.br/xtage.

 

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.