XP Expert

Ômicron: nova variante da Covid afeta mercados. Como investir agora?

Veja como defender sua carteiras de investimentos de uma possível nova crise pela pandemia

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Ômicron: nova variante da Covid afeta mercados. Como investir agora?

Os mercados amanheceram nesta sexta-feira (26) pressionados pela notícia de uma nova variante da Covid-19, que foi identificada continente africano, principalmente na África do Sul. Segundo a OMS, a variante B.1.1.529, chamada de ômicron, tem alto potencial de contágio, o que poderia acelerar uma nova onda de restrições e de uma nova crise.

Ainda se sabe muito pouco sobre essa cepa, no entanto, a Organização Mundial da Saúde também informou previamente que foi identificada uma mutação que poderia torná-la resistente aos efeitos da vacinação. Em resposta a essa notícia, as bolsas internacionais iniciaram o pregão em forte queda, com o Reino Unido sendo um dos primeiros países a reagir à notícia e bloquear a entrada de voos vindo da África.

Índices futuros também reagiram negativamente, com quedas na casa de 3% para o Ibovespa e bolsas americanas, que terão pregão encurtado por conta do feriado de Ação de Graças. As commodities também refletiram a reação com uma queda de 6% e 7% no minério de ferro e no petróleo Brent, respectivamente.

Como se proteger dessa possível nova onda?

Com os mercados derretendo e a possibilidade de estar se desenhando uma nova etapa ou onda de contágio da infindável pandemia da Covid-19, com mais restrições e possíveis impactos nas atividades em diversas regiões e países, o que geraria nervosismo mais contínuo nos mercados, os investidores começam a monitorar as melhores oportunidades para se defender desse cenário. Por conta disso, Rodrigo Sgavioli, Head de Alocação e Fundos da XP ressalta a importância de agir com cautela e prudência nesse momento.

Ele reforça que um dos aprendizados desses quase 2 anos de pandemia é que “tudo tem mudado o tempo todo” e não tem uma opção única e salvadora para direcionar os investimentos nesse momento.

Para quem tem investimentos em ativos de mais risco, como ações e BDRs, fundos imobiliários, ETFs e até mesmo fundos multimercados, é extremamente importante evitar vender ou resgatar por agora, salvo se realmente for muito necessário para utilizar em algum outro objetivo ou necessidade. Fazer esses movimentos nesse momento poderá implicar em perdas, pois devemos lembrar que, por mais que eles estejam oscilando para baixo no dia de hoje, você só vai perder dinheiro se de fato sair no momento de baixa e/ou quando o preço atual for menor do que o que você pagou quando investiu.

Então a primeira e mais importante recomendação é: não faça movimentações na emoção, principalmente quando o mercado está em queda. Esse comportamento foi discutido anteriormente em um relatório que dizia ao investidor: “Não tome decisões quando estiver de ressaca (do mercado)“. O mesmo conselho vale para agora.

Se você está com recursos em caixa para realizar novos investimentos, a notícia é um pouco melhor por dois motivos:

(1) manter por mais alguns dias ou semanas os recursos em reserva de emergência não será tão ruim, haja vista que, com as recentes altas da Selic, que impactam diretamente o CDI de forma positiva, o rendimento dos investimentos pós fixados, os mais indicados para esse tipo de aplicação, estão subindo — ou seja, você vai capturar rendimentos em CDI cada vez mais atrativos, mas que ainda não compensam o efeito recente corrosivo da inflação;


(2) muitos preços de ativos de risco estão sendo impactados fortemente, sejam eles com bons fundamentos ou não. Em momentos como esse não há separação entre joio e trigo, é quase tudo colocado em uma mesma cesta e há uma venda irracional generalizada, principalmente pelos investidores que se deixam levar pela emoção e pânico. Respire fundo e use os próximos dias e semanas para acompanhar o quanto as economias serão de fato impactadas por essa nova cepa, com possíveis lockdowns mais rígidos, como vimos em março de 2020, ou se haverá uma condução mais estratégica pelos governos, sem a necessidade de fechar drasticamente suas economias. Caso os desdobramentos não pareçam tão profundos e negativos, aproveite a “oferta”, pois nada melhor do que comprar boas ações, bons fundos imobiliários ou qualquer outro ativo de risco de alta qualidade quando o mercado todo está vendendo pelos motivos acima citados.

Receio de fazer isso sozinho ? Um assessor ou um gestor de fundos pode te ajudar

Sabemos que não é tão fácil assim agir de forma racional e estratégica em momentos mais críticos como o de agora. Caso você faça parte de uma maioria que tem dificuldades em saber conduzir as medidas necessárias, seja pela complexidade e tamanho das oportunidades (e possíveis ciladas) do mercado financeiro, seja pela dificuldade em ver seus investimentos caindo fortemente na tela do seu celular, considere fortemente consultar o seu assessor para ele ajudá-lo na árdua tarefa de atravessar esse turbulência de forma a não impactar demasiadamente seus investimentos.

Profissionais que trabalham no mercado financeiro vivem ambientes como esse de tempos em tempos e tendem a ter um emocional mais treinado para intempéries. Além disso, poderão ajudar a realizar de forma eficaz o rebalanceamento da sua carteira, com o mínimo de perdas. Ajudarão também na revisão da sua carteira para daqui em diante, pois, se for para realizar uma mudança mais estrutural, reduzindo ou aumento o risco, novos ativos e produtos precisarão ser selecionados.

E quando falamos de produtos, os fundos de investimentos, que são administrados por gestores profissionais, podem ser uma excelente opção para você alocar os recursos independente do cenário, porém ainda mais quando o investidor tem pouco conhecimento, dúvidas e receios sobre como gerir suas ações, ativos de crédito privado ou até mesmo atuar em outros mercados como o internacional. Alocar via fundos de investimentos pode trazer uma maior tranquilidade de que há um profissional, ou melhor, vários deles em uma gestora, pensando 24h horas em como agir nesse mercado financeiro que insiste em pregar alguns sustos em todos nós de vez em quando.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.