XP Expert

O que é SAF e como investir em clubes de futebol

As SAF permitem que clubes possam se tornar empresas e até abrir capital em bolsa; conheça a estrutura e veja clubes com ações listadas

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
O que é SAF e como investir em clubes de futebol

O futebol segue intocado como uma das maiores paixões no Brasil e no mundo. No entanto, internamente o esporte vive mudanças constantes, tornando-se um mercado cada vez maior e mais lucrativo, exigindo muita organização e planejamento das instituições. Enquanto na Europa o modelo de negócio dos clubes evoluiu, transformando associações em grandes conglomerados com receitas bilionárias, no Brasil a mudança começou a acelerar em agosto de 2021, com promulgação da Lei Nº 14.193, que autoriza a criação da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

As SAF permitem que clubes, com modelo associativo, possam transformar-se em empresas para reorganizar seus passivos, atrair mais investimentos e profissionalizar a gestão, abrindo espaço para que seu próprio torcedor invista no seu time de coração. Até o momento, Botafogo e Cruzeiro já aderiram à Lei, enquanto que outros, como Vasco e Coritiba, já estão em processos avançados para transformarem seus departamentos de futebol, em empresas.

Saiba mais neste texto sobre o que são as SAF e como elas podem ser o marco de uma nova era para o futebol brasileiro.

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Assine conteúdos exclusivos aqui!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

O que é SAF?

As SAFs, sigla para Sociedade Anônima do Futebol, são a denominação para empresas cuja “atividade principal consiste na prática do futebol, feminino e masculino, em competição profissional”, segundo texto da Lei publicada em 6 de agosto de 2021.

Nesse modelo, clubes de futebol podem ser criados a partir de iniciativa própria, pela conversão de associações civis – os clubes associativos – e clubes-empresa e também pela cisão do departamento de futebol do clube, com seus ativos transferidos à SAF.

Essa mudança permite que investidores tenham garantias legais de seus investimentos nessas instituições, fazendo com que os aportes no esporte sejam muito mais profissionais e qualificados. Para enquadrar-se na lei, algumas exigências são: renegociação de dívidas para adequar ao fluxo de caixa gerado e medidas de transparência e responsabilidade nos conselhos fiscais e de administração.

O Botafogo foi o primeiro clube que passou pelo processo. O investidor americano John Textor com de um aporte de R$ 400 milhões se tornou o acionista majoritário com 90% das ações da Botafogo SAF. A Eagle Holding, grupo de John Textor, é o maior acionista do Crystal Palace, tradicional clube de Londres e que disputa a Premier League, principal divisão do futebol inglês.

Outro clube que aderiu ao processo foi o Cruzeiro que aprovou a transformação de seu departamento de futebol em SAF no início de Abril de 2022, com o ex-atacante Ronaldo aportando R$ 400 milhões no clube para investimentos na operação, e tornando-se dono de 90% das ações da organização. O campeão e artilheiro da Copa de 2002 também é sócio majoritário no Real Valladolid, clube atualmente na segunda divisão espanhola.

Vale citar que existem no Brasil diversos times que já funcionam no modelo clube-empresa, ou seja, uma organização profissional dedicada à prática do futebol profissional. Entre os principais nomes estão o RedBull Bragantino, controlado pela gigante dos energéticos, e o Cuiabá, ambos na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. No entanto, algumas empresas desse modelo são do modelo LTDA, ou limitada. Por isso, as SAFs são uma ramificação do modelo clube-empresa, com particularidades no estatuto e, principalmente, na tributação.

Como investir no seu clube?

Caso você não seja dono de um conglomerado bilionário, como o Grupo City (que detém controle de 10 clubes pelo mundo, incluindo o Manchester City de Pep Guardiola, da Inglaterra, e o New York City, dos Estados Unidos), as opções de investimento no futebol ainda estão limitadas a times europeus.

No Brasil, com as SAFs, será possível investir no seu clube, caso a organização opte por emitir debêntures, que serão chamadas de debêntures-fut, conforme citado no artigo 26 do texto da lei. Essas debêntures deverão ter prazo igual ou maior que dois anos, com rendimentos anuais superiores à caderneta de poupança e com pagamento periódico de rendimentos.

Ainda não há regras específicas a respeito da emissão de ações via abertura de capital em bolsa dentro da norma recentemente aprovada, pois não há menção a respeito no texto da lei. No entanto, é possível que isso seja abordado conforme cada vez mais instituições entrem no modelo.

Atualmente existem diversos times com capital aberto no mundo. Até 2020, havia um índice que listava 22 clubes com ações no mercado, o Stoxx Europe Football Index. Veja na lista abaixo alguns dos principais clubes que negociam suas ações em bolsa:

Manchester United, Inglaterra | MANU na NYSE

O maior campeão inglês e atual time de Cristiano Ronaldo foi listado na Bolsa de Nova Iorque em 2012, após negociar em Londres até 2005. É controlado pela família americana Glazer, que é dona das ações B do clube, enquanto as ações de classe A são negociadas em mercado aberto. Atualmente tem valor de mercado na casa dos 2,4 bilhões de dólares.

Juventus, Itália | JUVE na Bolsa de Milão

Também listada em Londres, a Juventus tem valor de mercado estimado nos 860 milhões de euros. A Velha Senhora é a maior vencedora do campeonato italiano, com 36 títulos e pertence à família Agnelli, fundadora da FIAT e que compõe parte do conselho da Stellantis, maior grupo automotivo do mundo.

Borussia Dortmund, Alemanha | BVB na Bolsa de Frankfurt

Sendo o primeiro alemão a abrir capital, em 2000 em Frankfurt e posteriormente em Viena, o IPO marcou uma nova era no Dortmund após quase falir na década de 80 e consolidando a reestruturação na década de 90. Venceu nove títulos nesse período e tem como principias acionistas seus patrocinadores Evonik e Puma, além de 60% das ações vendidas no mercado.

AFC Ajax, Holanda | AJAX nas Bolsa de Amsterdam e Frankfurt

Clube muito vencedor na Europa nas décadas de 70 e 90 e que revelou o gênio Johan Cruijff para o mundo, hoje é avaliado em 230 milhões de euros. Maior campeão holandês e dono de 3 títulos da UEFA Champions League, maior campeonato europeu de clubes, se tornou empresa em 1998 e possui participações em outras empresas e clubes pelo mundo.

AS Roma, Itália | ASR em Milão

Com capital aberto em 2003 na Bolsa de Milão, a dona de 3 títulos italianos passou a ser controlada pelo americano Dan Friedkin. A casa de diversos jogadores brasileiros na Itália, como Cafu, Falcão, Toninho Cerezo, Rodrigo Taddei e Adriano, é avaliada com valor de mercado de 210 milhões de euros.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.