Seguros vitalícios e resgatáveis

Entenda as principais características dos seguros de vida vitalícios e resgatáveis.


Compartilhar:


O que são?

Os seguros resgatáveis, além de oferecerem a possibilidade de manter a apólice por toda sua vida, terminando de pagar antecipadamente, te permitem resgatar parte ou até tudo que já foi pago até o momento.

Principais características

A principal característica do seguro resgatável, como já indica o nome, é a possibilidade de resgate dos recursos aportados durante o período de pagamento. O quanto você pode resgatar ao longo dos anos varia de acordo com o produto contratado e a seguradora.

Parte de toda contribuição é destinada a uma reserva, que, geralmente, pode ser resgatada parcialmente a partir do terceiro ano e totalmente no final do período de pagamento. A partir deste momento, a reserva passa a render a IPCA+%, onde a parte prefixada depende do produto contratado.

Outro ponto importante é que, apesar do período de pagamento ser pré-definido, a vigência da apólice é vitalícia, ou seja, é possível contribuir por apenas 10 anos para possuir uma apólice válida por toda a vida (por esse motivo, esse seguro também é chamado de vida inteira). Essa contribuição não sofre ajustes pela mudança de idade do cliente, apenas pela inflação. O benefício contratado pelo cliente também é atualizado anualmente pela inflação.

O gráfico abaixo apresenta este comportamento em uma simulação para um cliente de 35 anos, que realiza o pagamento de R$36.508,21 anualmente durante 10 anos, podendo aos 45 anos resgatar um valor superior ao total aportado. Aos 100 anos, a reserva do cliente em questão terá atingido o capital segurado contratado.

Quanto ao pagamento, o cliente pode escolher entre pagamentos anuais ou mensais e da forma que desejar, como débitos em conta ou cartão de crédito.

A cobertura principal geralmente é de morte por qualquer causa, mas existe a possibilidade de se incluir coberturas adicionais na mesma apólice, como seguros temporários, de morte acidental, invalidez, ou até mesmo contra o diagnóstico de doenças graves.


No Brasil, benefícios pagos a título de seguro de vida não sofrem incidência de imposto de renda e, como não é considerado herança, não incide imposto causa mortis e doação (ITCMD). Além disso, o benefício contratado do seguro é atualizado anualmente pela inflação.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM