Debênture Localiza – FEV/2025

Debênture Localiza – FEV/2025

  • Vencimento 15/02/2025
  • Rentab. -
  • Liquidez -
  • Juros -
  • Rating AAA(bra)
  • Risco (0 - 100) 18 Risco Médio

    A nova pontuação de risco leva em consideração critérios de risco, mercado e liquidez. Para saber mais, clique aqui.

  • Preço Unitário R$ 10.000,00

Análise do Emissor

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A Localiza é uma rede brasileira de aluguel de carros, atuante também em gestão de frotas e vendas de veículos seminovos. Apesar do menor volume de vendas de seminovos, em 2020 houve expansão anual de 11,5% no EBITDA, impulsionado pelo aumento do preço de venda de veículos e queda de custos. No 1T21, o EBITDA avançou 27,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, também explicado pela atual dinâmica de venda de seminovos. Ao fim do trimestre, a companhia apresentou endividamento líquido de R$ 6,4 bilhões e relação Dívida Líquida/EBITDA de 2,4x, confortavelmente inferior aos atuais covenants de 4,0x.

Destaques positivos

  • Líder de market share no Brasil em aluguel de veículos.
  • Posição de liquidez conservadora.
  • Histórico de boa execução aliado a sólida rentabilidade.
  • Valor da frota superior ao tamanho da dívida.

Pontos de atenção

  • Indústria de capital intensivo, mitigado pelo valor da frota superior ao tamanho da dívida.

Quem é a Localiza?

Histórico

A Localiza foi fundada em 1973, na cidade de Belo Horizonte (MG), por José Salim Mattar Júnior e Antônio Cláudio Brandão Resende, com a posterior participação de seus respectivos irmãos Eugênio Pacelli Mattar e Flávio Brandão Resende, com frota inicial de seis fuscas usados e financiados. 

Em 1978, o aumento repentino da demanda fez com que a empresa iniciasse seus planos de expansão, a partir da aquisição de uma locadora em Vitória (ES).

Nos anos seguintes, a Localiza assumiu operações em onze capitais brasileiras, como Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Aracaju (SE), São Luís (MA), Recife (PE) e Fortaleza (CE). Ao contrário da concorrência, optou por expandir-se inicialmente pelo Nordeste brasileiro.

O modelo de franquias foi implementado pela empresa em 1985, visando a diversificação das modalidades de negócios em resposta à crise da dívida externa de 1983, assim como a aceleração da expansão.

Em 1990, a companhia começou as operações de venda de carros seminovos diretamente ao consumidor final, com o intuito de reduzir custos de depreciação e gerar receitas adicionais.

A companhia expandiu sua atuação ao mercado internacional em 1992, através da fundação de filiais na Argentina.

Para aumentar o volume de negócios, a Localiza buscou expandir sua capitalização em 1997, com a venda de 33,3% da composição acionária para o DLJ Merchant Banking (Donaldson, Lufkin and Jenrette) por US$ 50 milhões em 1997 e emissão de US$ 100 milhões em dívidas no mercado norte-americano.

Em 1999, a Localiza criou a divisão de negócios de gestão de frotas, especializada no aluguel, gerenciamento e terceirização de frotas.

A companhia realizou sua Oferta Pública Inicial de ações (IPO, da sigla em inglês) em 2005, arrecadando cerca de 284 milhões de reais, e foi a primeira locadora a ser listada no Brasil.

A Localiza adquiriu em 2017 as operações brasileiras da Hertz Corporation, negócio de R$ 337 milhões.

Atuação

A Localiza é uma rede atuante nas seguintes frentes:

Seminovos: venda de veículos já utilizados nos segmentos de aluguel de carros ou gestão de frotas. Os automóveis negociados possuem idade média de pouco mais de 12 meses. Foi responsável por ~60% da receita líquida de 2020.

Aluguel de Carros: atividade principal da empresa, consiste no aluguel de veículos para pessoas físicas e jurídicas. O segmento teve participação de ~30% na receita líquida da Localiza em 2020.

Gestão de Frotas (GTF): responsável pela gestão de frotas para pessoas jurídicas, por períodos de longo prazo, geralmente de 24 a 36 meses. Em 2020, representou 10% da receita líquida da companhia.

Presença

Atualmente, a Localiza conta com 608 agência localizadas no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Uruguai.

Fonte: Localiza. Elaboração: XP.

Composição acionária

Família Mattar (10,64%): soma as participações dos sócios fundadores Salim e Eugênio Mattar.

Família Brandão Resende (10,14%): soma as participações dos sócios fundadores Antônio e Flávio Brandão Resende.

As Famílias Mattar e Brandão Resende são as controladoras minoritárias da Localiza, ou seja, são o grupo de acionistas que, mesmo com menos da metade do capital votante, exercem o poder de controle de fato.

Blackrock Inc. (5,00%): maior gestora de recursos do mundo, com US$ 8,7 trilhões sob gestão (dez/20). É sediada em Nova York, com escritórios espalhados ao redor do planeta.

Ações em tesouraria (0,90%).

Free float (73,32%).

A Localiza é uma Sociedade Anônima (S.A.) de capital aberto, com ações negociadas na B3 desde 2005, no segmento Novo Mercado, destinado às empresas com os mais elevados padrões de governança corporativa. A empresa também é negociada no mercado norte-americano de balcão (OTCQX) por meio de American Depositary Receipts (ADRs) sob o código LZRFY.

Principais fatores do crédito

Para melhor entendimento, esclarecemos que a nomenclatura “1T21” significa “primeiro trimestre de 2021”. Suas variações também se aplicam (ex: “4T20” significa “quarto trimestre de 2020”).

Fonte: Localiza. Elaboração: XP.

Cenário atual

A partir do segundo trimestre de 2020, a Localiza enfrentou desafios em virtude da pandemia da covid-19 e as restrições de mobilidade, além do fechamento temporário de lojas, com impacto significativo nas divisões de aluguel de carros e seminovos. Mesmo em municípios que declararam a atividade como essencial, a demanda pelos serviços continuou baixa. Já a divisão de GTF apresentou desempenho mais resiliente, dada a natureza dos contratos de longo prazo.

Na mesma época, a indústria automobilística suspendeu a produção de veículos e houve recuo de 30% em 2020 ante o ano anterior, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A menor oferta, aliada ao aumento dos preços de matérias primas e desvalorização do real em comparação com o dólar, foi responsável por uma alta no preço dos carros novos de 17,12% em 2020, segundo dados da Kelley Blue Book. Nota-se que a alta no preço dos automóveis novos aumenta a demanda pela compra de veículos seminovos, por conta de preços comparativamente menores.

Nesse contexto, dado o aumento de preços do estoque (menor depreciação) e a migração da demanda de carros “zero km”, a divisão de Seminovos da Localiza segue apresentando sólido desempenho, impulsionando a lucratividade da empresa até o momento.

Com a gradual reabertura da economia, intensificada a partir do 3T20, a divisão de Aluguel de Carros voltou a apresentar crescimento ante o mesmo período do ano anterior. Portanto, os fundamentos positivos para o setor no Brasil voltaram a prevalecer, como o crescimento geral do mercado e os ganhos de participação sobre concorrentes com menos escala.

Além disso, a recuperação das atividades mais rapidamente que o esperado foi importante para o reequilíbrio das operações de RAC (da sigla em inglês para aluguel de carros, rent a car), dado o fomento da demanda de setores mais cíclicos.

Afirma-se, portanto, que a companhia atravessa uma boa fase (observada desde meados do segundo semestre de 2020 até aqui), com perspectivas positivas para o crescimento das suas três principais verticais de atuação.

Incorporação da Unidas

Em setembro de 2020, a Localiza e a Unidas anunciaram acordo para a combinação de suas operações, por meio da incorporação de ações da Unidas pela Localiza, sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Superintendência-Geral do Cade anunciou em maio de 2021 que realizaria novas diligências para aprofundar a análise do caso, devido à concentração elevada nos mercados de locações de veículos e de gestão de frotas que resultaria da combinação dos negócios.

Dada a natureza de capital intensivo das locadoras, a fusão entre a Localiza e a Unidas seria positiva para a companhia, em virtude das sinergias entre seus negócios, a maior parte em descontos na compra de carros.

Destaques operacionais

Aluguel de carros

Na frente de aluguel de carros, a frota média alugada avançou 8,9% em 2020 para 140,2 mil veículos. Por outro lado, a diária média decaiu de R$ 71,60 para R$ 68,50, enquanto a taxa de utilização também apresentou retração de 79,1% para 73,5%.

As quedas podem ser explicadas pelos efeitos negativos sentidos no 2T20 e da estratégia de redução de tarifas para compensar a menor demanda inicial.

No primeiro trimestre de 2021, a companhia manteve a melhora operacional observada no segundo semestre do ano anterior: a diária média do setor de aluguel de carros atingiu seu recorde para um trimestre, crescendo 16% ante o 1T20 para R$ 80,30, com taxa de utilização de 80,4%.

Gestão de Frotas

O braço de gestão de frotas registrou crescimento anual de 11,7% na frota média alugada em 2020, atingindo 59,2 mil veículos, apresentando relativa estabilidade na diária média e crescimento na taxa de utilização de 96,6% em 2019 para 97,4%.

No 1T21, a diária média do braço de GTF avançou 4,7% em relação ao 1T20, para R$ 55,70, com ocupação de 98,6%.

Seminovos

Em virtude da combinação de menor demanda por serviços de locação com o isolamento social, menor oferta de veículos novos e do aumento do preço de seminovos no mercado, a Localiza interrompeu a trajetória de expansão da frota observada nos exercícios anteriores, por meio da venda de 135,5 mil veículos em 2020, ante compra de 109,4 mil, resultando em redução da frota em 26 mil veículos no ano.

Mesmo com saldo positivo de vendas de automóveis em 2020, pondera-se que a quantidade de carros vendidos contraiu 8,4% quando comparada a 2019 em razão do período em que as lojas se encontraram fechadas.

No primeiro trimestre de 2021, como estratégia de gerenciamento de liquidez em meio à baixa oferta de veículos novos, as compras de veículos permaneceram inferiores às vendas, resultando em redução da frota em 2.672 automóveis.

Pontuamos que a atual estratégia de favorecer a venda de automóveis em detrimento da compra de novos, além de reduzir a frota, aumenta sua idade média e, portanto, a depreciação dos veículos. Por outro lado, enxergamos a estratégia como pontual em resposta ao cenário citado acima.

Destaques financeiros

Receita líquida e EBITDA

A métrica de Earning Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortization (EBITDA) é um indicativo da geração de caixa operacional da empresa, sem levar em consideração os efeitos de receitas e despesas financeiras, impostos, depreciação e amortização. Apesar de não ser uma métrica auditada ou enquadrada nos padrões contábeis, é amplamente utilizada para análise de empresas. O EBITDA em relação ao endividamento líquido é uma das principais métricas utilizadas na análise de crédito.

A receita líquida da Localiza totalizou R$ 10,3 bilhões em 2020, aumento de 1,1% quando comparada ao ano anterior, decorrente do avanço na receita de 3,2% na divisão de aluguel de carros e 12,0% no GTF, parcialmente ofuscado pela contração de 1,6% vendas de seminovos (segmento mais representativo).

Destaca-se que, apesar da contração nas vendas dos seminovos, os preços médios de venda avançaram 7,4% em 2020, refletindo o aumento dos preços dos carros novos.

O EBITDA apresentou crescimento de 11,5% no mesmo intervalo para R$ 2,5 bilhões, com margem de 58,8% ante 55,5% em 2019.  O avanço pode ser explicado pelo aumento do preço de venda dos veículos seminovos e queda dos custos de carros vendidos.

No primeiro trimestre de 2021, a receita consolidada permaneceu estável frente ao 1T20, com crescimento de 9,7% no segmento de aluguéis, enquanto a receita de seminovos caiu 6,6% em razão dos menores volumes disponibilizados para venda. Mesmo com a redução dos volumes, o EBITDA avançou 27,4%, sendo impulsionado pela queda dos custos e aumento do preço de venda dos veículos seminovos.

Endividamento e alavancagem

Ao fim do 1T21, a Localiza registrou endividamento líquido de R$ 6,4 bilhões, aumento de 4,8%, frente ao saldo de 2020. Ressalta-se que o valor da frota ao fim do trimestre totalizou R$ 13,2 bilhões, montante 2x superior ao saldo da dívida, portanto, em caso de necessidade e levando-se em consideração a alta liquidez de veículos seminovos, a empresa poderia vender parte de sua frota para fazer frente às suas obrigações financeiras.

A alavancagem medida pela relação Dívida Líquida/EBITDA encerrou o 1T21 em 2,4x, ante 2,5x ao fim de 2020 – razão confortavelmente inferior às atuais cláusulas restritivas presentes em suas emissões (covenants), de 4,0x.

As disponibilidades encerraram o trimestre em R$ 3,4 bilhões, valor suficiente para o cumprimento das obrigações financeiras até meados de 2023.

Práticas ambientais, sociais e de governança (ESG)

Na frente de governança, a empresa se destaca em relação aos pares, tendo diretrizes positivas em governança corporativa, alinhadas ao IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), ações listadas no Novo Mercado, além de maioria independente no Conselho.

No pilar ambiental, a Localiza está comprometida tanto com a transparência de suas emissões de carbono, bem como com iniciativas visando a contribuição para uma economia de baixo carbono, além da adoção de energia solar tendo como objetivo uma matriz energética mais verde.

Na frente social, vemos a qualidade dos serviços da Localiza como uma vantagem competitiva, enquanto, apesar de reconhecermos positivamente o compromisso da empresa com a agenda de diversidade e inclusão, ainda vemos espaço para melhorias adicionais na diversidade de gênero na liderança, uma vez que seu Conselho e Diretoria Executiva possuem apenas uma mulher em cada. Por fim, destacamos o Comitê de Sustentabilidade da empresa, operacionalmente subordinado ao CEO e alinhado com a Agenda 2030 proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Para mais informações, consulte análise ESG do setor de locação de carros no Brasil e visão geral sobre investimentos ESG.

Fonte

Anfavea

Kelley Blue Book

Localiza

Veja também

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.