XP Expert

Investindo em Fevereiro 2022: Renda Fixa

Conheça nossa visão para os investimentos em renda fixa para janeiro de 2022

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Nossa lista de ativos recomendados de renda fixa é composta por títulos escolhidos pelos nossos analistas de renda fixa do Research XP. A composição é analisada mensalmente pela equipe e ela pode ou não sofrer alterações a cada mês, a depender da disponibilidade de ativos e sua relação risco-retorno.

O objetivo da lista de ativos de renda fixa é facilitar a busca de títulos por parte dos investidores. Não a consideramos como uma carteira propriamente dita, uma vez que não visa superar índices específicos ao longo do tempo.

Cenário econômico

Os autores agradecem as contribuições do time de Economia da XP

Encerramos o mês de janeiro de 2022 com uma sinalização de elevação da taxa básica de juros da economia americana a partir de março, pelo Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos).  O mercado passa a precificar 5 altas em 2022. Também reafirmou os planos de encerrar em março o processo de “tapering” (diminuição das compras de títulos relacionadas à pandemia).

Na Zona do Euro, a Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reafirmou que não deverá antecipar a elevação da taxa de juros como resposta à pressão inflacionária atual, uma vez que o aumento dos juros poderia “travar o crescimento econômico”. Já o Banco Central Chinês (PBoC) cortou a taxa de juros em 0,1 ponto percentual (p.p.), para 3,7%, e tem sinalizado que utilizará mais ferramentas para estimular a economia e impulsionar a expansão do crédito, indo na contramão de outros bancos centrais.

Também pelo lado internacional, as tensões entre Rússia e OTAN continuaram à medida que tropas russas se aproximaram da fronteira ucraniana e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, considerar sanções pessoais a Vladimir Putin caso a Rússia invada a Ucrânia. O maior tensionamento geopolítico vem pressionando os preços de commodities, com destaque ao trigo e gás natural. Paralelamente, os preços do petróleo atingiram o nível mais alto em sete anos.

No Brasil, a inflação segue bastante pressionada: nos dados divulgados de inflação, o IPCA-15 (prévia mensal da inflação ao consumidor) apresentou alta acima do esperado, de 0,58% entre dezembro e janeiro. No acumulado em 12 meses, a inflação recuou modestamente de 10,42% para 10,20%. A partir do 2º trimestre, antevemos um processo de desinflação gradual na economia doméstica.

Tivemos a publicação do orçamento de 2022. Os dados da arrecadação federal de dezembro de 2021 obtiveram o melhor resultado anual desde 2014 e foram um alívio temporário para as contas públicas, que devem voltar a piorar nos próximos meses. Apesar da recuperação do emprego medido pela PNAD Contínua, a renda segue em trajetória de queda, com o rendimento real efetivo médio contraindo pelo sexto mês consecutivo (-1,0% na comparação entre outubro e novembro, chegando a aproximadamente R$ 2.450/mês). Estimamos que a taxa de desemprego brasileira tenha atingido 11,8% ao final de 2021. Para o final de 2022, projetamos 12,2%.

No cenário atual, esperamos Selic de 11,0% e IPCA de 5,2% em 2022.

Resumo de indicadores de renda fixa

No mês de janeiro, a curva de juros acentuou o movimento de inversão. As expectativas para os juros em prazos mais longos ficaram abaixo daquelas para prazos curtos. Esse movimento reforça a visão de mercado de uma alta de juros no curto prazo, ainda mais forte do que o esperado anteriormente, por conta do cenário de expansão fiscal vinda de desoneração da folha, aumento de gastos com pessoal e aprovação da PEC do Precatórios.

Já a curva dos títulos públicos indexados ao IPCA (NTN-Bs) teve elevação nos vencimentos curtos (2022 e 2023) e se manteve plana e estável na parte longa, indicando uma inflação controlada no longo prazo.

Abra sua conta na XP Investimentos

Como investir em ativos de renda fixa

Para o mês de fevereiro, reduzimos a alocação em inflação dos perfis estrategista, visionário e destemido. Também reduzimos pós-fixados no visionário. Para o restante, mantivemos as indicações de alocação para os diferentes perfis e classes de ativos. Como resultado do cenário econômico de alta de juros, o retorno percentual dos títulos de curto prazo aumenta.

Em nossa visão, os três tipos de papéis de renda fixa (pós, prefixado e indexado à inflação) são indicados para quase todos os perfis de investidores, em doses diferentes, dado o cenário atual de expectativa de elevação de juros e inflação.

*Em “Outros” estão todas as outras classes de ativos: ações, fundos de investimentos (ações, renda fixa e multimercados), FIIs, internacional (incluindo renda fixa global), moedas etc.

Gostou? Tem alguma sugestão? Não deixe de avaliar e deixar seus comentários!

Acreditamos que a melhor forma de se proteger de riscos é através de uma carteira diversificada, o que inclui ativos de renda fixa. Renda fixa não se limita a ativos conservadores e/ou que acompanhem a taxa Selic. Sendo assim, há diversas opções de prazos, indexadores e emissores diferentes que permitem encontrar maiores rentabilidades. Quer saber em que papéis investir?

Assine Expert Pass, e veja as nossas recomendações de alocação em ativos de renda fixa.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.