XP Expert

Resumo Diário de Política 27/01/2022: PEC dos Combustíveis e os rendimentos de Moro

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Às vésperas do retorno dos trabalhos do Legislativo, ganha destaque no noticiário manifestação do presidente Jair Bolsonaro sobre a PEC dos Combustíveis na noite de ontem. Ele afirmou que “acertou com a Economia” o texto prevendo a possibilidade de redução de tributos sobre combustíveis sem a compensação no lado da receita exigida pela LRF (https://bit.ly/3u5nQQK). O ministro Ciro Nogueira, em longa entrevista ao Globo, também fala na anuência do ministro Paulo Guedes (https://glo.bo/3Azx09k). O Secretário do Tesouro, Paulo Valle, no entanto, deu o termômetro das discussões e divisões dentro do governo e disse que a solução “não necessariamente” seria o modelo em discussão (https://bit.ly/33U2BXi) e que ainda estava “cedo” para a definição – cenário mais próximo do que temos acompanhado nas negociações.

Ontem, governadores anunciaram decisão de prorrogar por mais 60 dias o congelamento do ICMS sobre combustíveis (https://bit.ly/3H1W8I6). A medida precisa ser ratificada pelo Confaz, que se reúne hoje com esse objetivo.

Na mesma conversa com apoiadores, Bolsonaro falou que o Ministério da Educação concederá o reajuste máximo de 33% ao piso salarial dos professores (https://bit.ly/3H8v5Lc), o que pressiona a conta dos entes subnacionais. Sobre reajustes a servidores federais, Ciro Nogueira esfria o tema ao dizer que o governo levará o benefício “quando for possível” (https://glo.bo/3Azx09k).

Com a justificativa de oferecer a transparência exigida pela OCDE, Paulo Guedes insiste na tentativa de convencer a CGU a criar um sistema para identificar os padrinhos de cargos de confiança no governo (https://bit.ly/35mvYBT) – ideia com reduzidas chances de ser levada à frente.

Nas movimentações eleitorais, Sergio Moro prometeu divulgar amanhã os rendimentos obtidos da consultoria Alvarez & Marsal (https://bit.ly/3IEEvyz). O PT decidiu reduzir o foco no tema para não dar holofotes ao ex-ministro de Bolsonaro (https://bit.ly/3g1isFP).

Ainda na seara petista, com Lula à frente nas pesquisas, as discussões avançam para a tentativa de ampliar as bancadas no Congresso (https://bit.ly/3nZtdwO). O ex-presidente falou sobre o tema em entrevista a rádio do interior paulista. No mesmo programa, afastou a possibilidade de participação de Dilma Rousseff em eventual novo mandato (https://glo.bo/32EyRNA) ao dizer que pretende montar um governo “com muita gente nova”.

Na mesma entrevista ao Globo, o ministro Ciro Nogueira entra no tema e enuncia a estratégia de enfrentamento a Lula, colando o ex-presidente a nomes como José Dirceu e João Vaccari (https://glo.bo/3Azx09k). Ele diz que a recuperação da economia será responsável pela reeleição de Bolsonaro.

Por fim, o TSE definiu a divisão do tempo da propaganda partidária – que é diferente da propaganda eleitoral – a que cada sigla terá direito no primeiro semestre deste ano de 2022 (https://bit.ly/3KNXuss). Os partidos grandes terão direito a 20 minutos, distribuídos ao longo dos próximos meses.

Nas redes

Segundo o monitor XP-Conatus, o debate sobre vacinação infantil se destaca, enquanto medidas restritivas e passaporte sanitário perdem mais espaço. Em menor volume, s PEC de Bolsonaro visando redução nos preços dos combustíveis é ironizada por usuários.

Internacional

Holofotes seguem voltados para a crise na fronteira entre a Rússia e a Ucrânia. Após semanas sem avanços nas negociações diplomáticas, Washington e Moscou trocaram demandas por escrito, algo que o secretário de Estado americano Anthony Blinken considerou ser um “caminho diplomático sério”, embora tenha rejeitado demandas do Kremlin, como garantias da não participação da Ucrânia na OTAN. E, após negociações extensas, a Rússia e a Ucrânia, acordaram em se reunir novamente em duas semanas (https://on.wsj.com/35h0xsD e https://bloom.bg/348X7b5).

Na política doméstica dos EUA, o noticiário destaca que um dos juízes mais liberais da Suprema Corte, Stephen Breyer, deve se aposentar em junho. A data de aposentaria foi escolhida para oferecer ao partido democrata a possibilidade de nomear uma mulher negra à vaga, conforme prometido na campanha de Biden. O processo de sabatina provavelmente seria completo antes da eleição parlamentar em novembro, ou seja, a Casa Branca não terá que negociar com republicanos (https://bloom.bg/3IHzJAc).

Hoje é o 1123° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 248 dias para as eleições presidenciais.

Hoje é o 687° dia da pandemia de Covid-19.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.