XP Expert

Resumo Diário de Política 25/11/2019: Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020. A postergação para o próximo ano foi decisão do presidente após pressão da área política do governo, que quer evitar o envio de mais um projeto impopular ao Congresso (http://bit.ly/2XK1P7A e http://bit.ly/2sajdXu). Uma vez que a matéria não deve trazer impacto fiscal significativo no curto prazo e que não seria apreciada pelo Congresso ainda em 2019 de qualquer maneira, concordamos com a avaliação de Bolsonaro e Onyx.

A criação do novo partido de Bolsonaro agita as movimentações políticas. Deputados que estão no PSL e aguardam a formalização do APB pelo TSE buscam alternativas para o período que ficarão alijados de postos de destaque na Câmara. Estariam estudando até uma estada temporária em partidos com o Patriota, Podemos ou PRP (http://bit.ly/2Ok0jpC). O PSL, por sua vez, teria aberto as portas para o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que já admitiu querer disputar a presidência em 2022 (https://glo.bo/2Ojjyjp).

Em favor da relação do Planalto com os parlamentares, os ministros preparam relatórios sobre o pagamento de emendas para mostrar que mesmo aquilo que ainda não foi pago, será feito em breve (http://bit.ly/37AnyUk). A Secretaria de Governo de Ramos trabalha para avaliar as indicações de políticos para cargos federais nos estados. De 1.044 indicações desde junho, 313 foram convertidas em nomeações, 614 estão sob análise e 430 foram negadas (https://glo.bo/2QZ6l11). Reiteramos que tais movimentos, que tem se intensificado nas últimas semanas, são positivos.

Ainda na seara da partidária, neste final de semana o PT reelegeu Gleisi Hoffmann para mais quatro anos à frente do partido, com apoio do ex-presidente Lula (https://glo.bo/2KP0mrG). E os partidos de centro lançaram vídeo conjunto e apartidário criticando os extremos e defendendo sua posição (matéria: http://bit.ly/37Aox6Y; link para ver o vídeo (2min): http://bit.ly/33gWjuo).

Curtas: Entrevista com Vanessa Rahal Canado, assessora especial do ministro da Economia na qual ela fala sobre tributação de dividendo (http://bit.ly/2qMjsYz) e Simples e cesta básica (http://bit.ly/37D6ixq).

Hoje é o 329º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 314 dias para as eleições municipais.

Faltam 344 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.