XP Expert

🌎RADAR GLOBAL: Netflix, Johnson & Johnson e United Airlines reportam

Resultados fortes do Netflix e chips do Alibaba

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem sem movimentos expressivos (EUA 0,0% e Europa +0,1%) enquanto investidores aguardam os resultados da Tesla e IBM, podendo fornecer pistas em relação ao atual impacto da crise dos semicondutores e inflação sobre as empresas de tecnologia. Na China (-0,3%), o mercado encerra no negativo após dados oficiais apontarem a primeira queda (mês contra mês) nos preços das moradias, sugerindo que o país precisará de novos catalisadores de crescimento no futuro, visto que o setor imobiliário representa grande parte do seu PIB. Ainda sobre a Ásia, o Fundo Monetário Internacional reduziu suas expectativas de crescimento para a região de +7,6% em 2021 para +6,5%, em virtude do avanço da variante delta e medidas restritivas para a contenção do vírus. O petróleo (-1,1%) interrompe a sua sequência de altas após pronunciamento do governo chinês sobre uma intervenção para abaixar os preços do carvão, diminuindo assim a necessidade da substituição da commodity pelos derivados do petróleo para a geração de energia.

Coronavírus: A Johnson & Johnson (JNJB34) manteve sua meta de vendas de US$ 2,5bi de vacinas da Janssen em 2021 e registrou US$ 766 milhões nos primeiros 9 meses do ano – o que indica que as vendas terão que triplicar no 4º trimestre para atender à sua previsão.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Netflix (NFLX34), a líder do mercado de streaming, surfa na onda de “Round 6” e “La Casa de Papel” e surpreende nos resultados:  Ao divulgar seus números ontem no pós-mercado, a empresa americana registrou, uma adição líquida de +4,4 milhões em sua base de assinantes, acima dos +2,2 milhões no 3T20 e dos +3,8 milhões esperados pelo consenso. A receita de US$ 7,5bi veio em linha com as expectativas enquanto o lucro por ação reportado de US$2,88 surpreendeu em +10% o esperado. Para o próximo trimestre, a empresa pretende seguir com sua aposta em conteúdos estrangeiros, visando repetir o sucesso observado ao longo do ano e, com isso, aumentar 8,5 milhões de assinantes em sua plataforma. A expansão fora do eixo EUA-Canadá é uma tentativa de se consolidar como líder isolado no setor de streaming, mesmo com o aumento da concorrência.

A Netflix também atualizou os investidores em seu impulso nos videogames. A empresa disse que começou a testar o novo modelo em países selecionados, mas que ainda é uma iniciativa muito incipiente. Os jogos farão parte das assinaturas da Netflix e não devem incluir anúncios ou compras no aplicativo.

Johnson & Johnson (JNJB34) lucra mais do que o esperado: Fabricante da Janssen, de dose única, a Johnson & Johnson reportou lucros além das expectativas, impulsionados pela expansão de suas unidades de saúde do consumidor, dispositivos médicos e divisão farmacêutica. A empresa apurou uma receita de US$ 23,3bi, ligeiramente abaixo do consenso, de US$ 23,7bi. O lucro por ação, no entanto, veio em US$ 2,60, +10,2% acima do esperado de US$ 2,35. Além disso, companhia revisou para cima sua projeção de LPA em 2021 para entre US$ 9,77 e US$ 9,82, de suas estimativas anteriores de US$ 9,60 para US$ 9,70. Receitas também foram levemente ajustadas para cima.

United Airlines (U1AL34) surpreende: A aérea registrou um lucro (prejuízo) líquido ajustado de -US$ 329 milhões, 33,2% melhor do que as projeções, impulsionado por um aumento de US$ 1,1bi de ajuda federal na folha de pagamentos. Além disso, a United aumentou 18% de sua capacidade trimestre contra trimestre. Olhando para o 4T20, a empresa espera operar com uma capacidade apenas 23% inferior vs. o mesmo período de 2019 pré-pandemia.

Em busca da autossuficiência: O Alibaba (BABA34) anunciou um novo chip de 5 nanômetros, revelando um marco na busca da China pela autossuficiência de semicondutores. O mais novo chip é baseado na microarquitetura fornecida pela ARM, detida pelo SoftBank. O Alibaba, que está realizando sua cúpula anual sobre nuvem em Hangzhou, disse que o material será colocado em uso em seus próprios data centers num “futuro próximo” e não será vendido comercialmente, ao menos por enquanto. Nas palavras do presidente de Inteligência de Nuvem do Alibaba: “Pretendemos usar os chips para apoiar negócios atuais e futuros em todo o ecossistema do Grupo“.

Tendência global: Com a pandemia alimentando a demanda crescente por serviços em nuvem, as big-techs tem priorizado a busca por semicondutores mais eficientes. Neste sentido, o chip do Alibaba é um dos mais avançados já feitos por uma empresa chinesa, pois faz frente a rivais globais como Amazon e Google para substituir o silício de fabricantes de chips tradicionais como as americanas Intel e AMD por produtos personalizados para seus data centers e hardwares. O governo chinês tornou a autossuficiência em tecnologia uma prioridade nacional, reservando bilhões em financiamento e oferecendo uma ampla gama de políticas de apoio para ajudar as empresas locais a superar as sanções dos EUA contra o setor.

ANÁLISE

Fonte: Morgan Stanley

Fidelidade dos clientes à favor da Apple? O gráfico acima mostra a taxa de retenção e de fidelidade dos clientes (nos EUA e na China) das principais fabricantes de smartphones do mundo. Como observado, a Apple se encontra no topo da lista, estando 14 pontos percentuais a frente de sua maior rival, a Samsung, nos EUA e 38 pontos percentuais na China. O alto nível de retenção de clientes da Apple é fruto do forte nome da marca, alinhado ao seu ecossistema altamente integrado. Tendo em vista este cenário, durante a crise atual dos chips, que forçou a companhia a cortar sua meta de produção do iPhone em cerca de 10 milhões de unidades, a empresa poderá ainda assim ser capaz de mitigar um eventual resultado de vendas abaixo do esperado neste trimestre, com o seu repasse para os trimestres futuros.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.