XP Expert

Facebook fora da Europa? – ūüĆéRADAR GLOBAL

Facebook vs. Europa, queda de confiança no Alibaba e novos produtos da Apple.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Bolsas internacionais amanhecem levemente positivas (EUA +0,1% e Europa +0,4%) enquanto investidores aguardam novos dados da infla√ß√£o ao consumidos nos EUA, a serem divulgados ainda nesta semana, e novas divulga√ß√Ķes de resultados.  Em rela√ß√£o √† temporada de balan√ßos, os destaques do dia ser√£o os resultados da Pfizer e Lyft. At√© o momento, das 286 empresas do S&P 500 que divulgaram seus resultados, 77% superaram as expectativas do consenso, segundo o Refinitiv. Na China, tanto o √≠ndice de Hang Seng (-1,0%) quanto o CSI 300 (-0,5%) encerram em queda um dia ap√≥s o Departamento do Com√©rcio dos EUA incluir 33 entidades chinesas em uma lista de companhias sujeitas a regras de exporta√ß√£o mais rigorosas. No universo das criptomoedas, o Bitcoin (-0,2%) amanhece em leve baixa, mas ainda negociando pr√≥ximo aos US$ 44 mil.

Coronav√≠rus: Pesquisadores chineses pontuam que caso o √≠ndice de vacina√ß√£o global atinja 95% da popula√ß√£o global, a sociedade n√£o dever√° restaurar completamente suas regras de mobilidade. Com as vacinas atuais, o mundo sofreria com 234 milh√Ķes de casos ao ano e 2 milh√Ķes de fatalidades.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conte√ļdo di√°rio.

EMPRESAS

Temporada de resultados do 4T21 nos EUA ‚Äď Hoje: Lyft e Pfizer. Amanh√£: Uber e Disney.

Meta amea√ßa retirar Facebook e Instagram da Europa: A Meta (FBOK34) afirmou que considera retirar o Facebook e o Instagram da Europa caso n√£o consiga continuar transferindo dados de usu√°rios de volta para os Estados Unidos. Os reguladores na Europa est√£o atualmente elaborando uma nova legisla√ß√£o que ditar√° como os dados de usu√°rios dos cidad√£os da Uni√£o Europeia dever√£o transferidos atrav√©s do Atl√Ęntico. J√° existia uma legisla√ß√£o que permitia esse envio, contudo ela foi derrubada pelo Tribunal de Justi√ßa da UE em 2020 por temer que os dados dos cidad√£os n√£o sejam seguros uma vez enviado para os Estados Unidos.

A Meta alertou que se uma nova estrutura de transfer√™ncia de dados transatl√Ęntica n√£o for adotada e n√£o puderem continuar a contando com SCCs (cl√°usulas contratuais padr√£o) ou confiar em outros meios alternativos de transfer√™ncia de dados da Europa para os Estados Unidos, provavelmente n√£o poder√° oferecer v√°rios dos seus produtos e servi√ßos mais significativos, incluindo Facebook e Instagram, na Europa. Al√©m disso, a big tech pontuou que isso afetaria os neg√≥cios, condi√ß√£o financeira e resultados operacionais da empresa. A Comiss√£o Europeia ressalta que as negocia√ß√Ķes de transfer√™ncia de dados com Washington se intensificaram, mas que levam tempo, dada tamb√©m a complexidade das quest√Ķes discutidas e a necessidade de encontrar um equil√≠brio entre privacidade e seguran√ßa nacional. Na √ļltima semana, as a√ß√Ķes da Meta sofreram uma queda de -26% na quinta-feira devido a temores sobre as perspectivas do Facebook, que produziram a maior perda de valor na hist√≥ria do mercado de a√ß√Ķes.

SoftBank pretende vender a√ß√Ķes de Alibaba (BABA34): As a√ß√Ķes do Alibaba ca√≠ram -6,1% nesta segunda-feira na bolsa dos Estados Unidos devido a possibilidade de o SoftBank vender parte de sua participa√ß√£o da empresa. O banco foi um investidor inicial da companhia companhia, desde quando ela ainda era uma startup em 2000, e a venda pode gerar um sentimento negativo sobre as a√ß√Ķes da gigante do e-commerce, que j√° vinham sendo prejudicadas pelas repress√Ķes regulat√≥rias do governo chin√™s.  

O SoftBank possui US$ 5,39 bilh√Ķes de a√ß√Ķes ordin√°rias do Alibaba, sendo equivalente a 24,8% em participa√ß√£o, segundo os c√°lculos do Citigroup. Os investidores vinham pressionando a meses o banco a executar a venda, j√° que o valor de muitas empresas de seu portf√≥lio havia reduzido devido as perdas recentes do setor de tecnol√≥gica. As a√ß√Ķes do Alibaba por exemplo, estavam 61% abaixo das m√°ximas de outubro de 2020 no fechamento da √ļltima sexta feira, com registrando corre√ß√Ķes de at√© 65% 

Apple retende lan√ßar novos produtos: A Apple (AAPLE34) tem o objetivo de lan√ßar um novo Iphone e iPad 5G de baixo custo e potencialmente um novo Macbook, com a meta de atingir um ano recorde em lan√ßamento de produtos. A companhia j√° oferece um modelo de smartphone com o pre√ßo mais acess√≠vel, lan√ßado em 2020, e √© vendido por US$ 399. O novo modelo vir√° com o mesmo design, por√©m com o processador mais r√°pido e suporte 5G, o que o torna mais atrativo para o mercado. Em adi√ß√£o, o iPad, que antes era vendido por US$ 599, ser√° uma vers√£o atualizada do iPad Air, podendo ser lan√ßada j√° em mar√ßo.  

Embora a alta relev√Ęncia das novas atualiza√ß√Ķes de baixo custo, os tradicionais modelos lan√ßados em outubro ainda s√£o os mais importantes para a Apple. Os iPhones de √ļltima gera√ß√£o s√£o mais caros e mais lucrativos para a a companhia. Em adi√ß√£o, a maior novidade da Apple dever√° vir em 2023 e, ser√° o lan√ßamento do seu aguardado √≥culos de realidade virtual.

  

AN√ĀLISE

Fonte: J.P. Morgan

Mercado reage mal a resultados mais fracos das empresas: O gr√°fico acima, do J.P Morgan, mostra que a√ß√Ķes listados nas bolsas dos Estados Unidos com lucros acima do esperado est√£o tendo em m√©dia um desempenho de +0,3% no dia seguinte a divulga√ß√£o de resultados, enquanto pap√©is que tiveram o lucro abaixo das previs√Ķes dos analistas est√£o tendo uma performance negativa em m√©dia de -3,4%, o pior valor desde 2016. Este comportamento indica o momento tenso no mercado com expectativas de altas de juros e a rea√ß√£o negativa por parte dos investidores diante de resultados mais fracos depois de um ano recorde.  Nos Estados Unidos, at√© agora 44% das empresas j√° reportaram, enquanto para o S&P 500 mais especificamente, 75% das companhias que j√° divulgaram seus resultados superaram as estimativas de lucro. Esse crescimento est√° em +29% a/a, surpreendendo positivamente em 5%. Materiais e Industriais est√£o registrando um crescimento de lucros particularmente forte, com os C√≠clicos se saindo muito melhor do que os Defensivos neste trimestre.

Gostou do conte√ļdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.