Onde Investir – Maio de 2021


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Abril foi um mês positivo para as bolsas em geral, considerando não apenas o índice global (MSCI All countries subiu 4,8%), mas o índice americano (S&P 500 + 5,2%) e o brasileiro que teve alta em torno de 2% quase zerando suas pernas no ano. Esse movimento como um todo ainda é resultado do progresso das vacinas e da expectativa de reabertura das economias. Isoladamente, no caso dos Estados Unidos, mais da metade das companhias do S&P 500 já divulgaram seus balanços até agora novamente com surpresas positivas. Dentre elas, Alphabet, Microsoft, Facebook, Apple e Amazon com receitas e lucros acima do consenso.

No caso do Brasil, continuamos no processo de recuperação no preço dos ativos locais. Além da alta do Ibovespa, o alívio nos preços locais também pode ser notado na valorização do real, devido às menores incertezas políticas após a aprovação do Orçamento no Brasil.

Principais fatos que influenciaram os investimentos

5 anos em 5 minutos – Abril 2021

5 anos em 5 minutos – Abril 2021

Abril foi um mês de recuperação para os ativos brasileiros, tanto em renda fixa, com resultados positivos dos ativos prefixados e atrelados à inflação, quanto em renda variável, com o Ibovespa em alta de quase 3%. No exterior a tendência positiva foi mantida, especialmente em renda variável.

Ler relatório na íntegra
Gráfico da semana: O Brasil está barato

Gráfico da semana: O Brasil está barato

Desde o início do ano, uma série de preocupações tem pesado na Bolsa brasileira. Riscos políticos, incertezas fiscais e o recrudescimento da pandemia têm levado o Ibovespa a ter uma das piores performances em comparação com com os principais mercados do mundo.

Ler relatório na íntegra
Mundos e Fundos, com Marco Freire da Kinea Investimentos

Mundos e Fundos, com Marco Freire da Kinea Investimentos

Na quinta-feira, 29 de abril, as 18h, Nathália Sá, da XP Asset, recebeu Marco Freire, gestor dos fundos Kinea Chronos FIM e Kinea Prev Atlas XP Seg FICFIM, para bater um papo sobre estratégias macro, os desafios da gestão de fundos e o momento vivido pelo mercado.

Ler relatório na íntegra
Bridgewater Core Global Macro: Uma solução completa e global de investimento

Bridgewater Core Global Macro: Uma solução completa e global de investimento

Com mais de US$ 145 bilhões sob gestão e fundada por Ray Dalio, a Bridgewater, conhecida gestora americana responsável pela gestão de hedge funds globais, acaba de ampliar sua oferta de produtos no Brasil, oferecendo, através da XP, um novo fundo de investimento chamado de Lyxor Bridgewater Core Global Macro Fund.

Ler relatório na íntegra

Guia de Investimentos

Abril foi um mês positivo para as bolsas em geral, considerando não apenas o índice global (MSCI All countries subiu 4,8%), mas o índice americano (S&P 500 + 5,2%) e o brasileiro que teve alta em torno de 2% quase zerando suas pernas no ano. Esse movimento como um todo ainda é resultado do progresso das vacinas e da expectativa de reabertura das economias. Isoladamente, no caso dos Estados Unidos, mais da metade das companhias do S&P 500 já divulgaram seus balanços até agora novamente com surpresas positivas. Dentre elas, Alphabet, Microsoft, Facebook, Apple e Amazon com receitas e lucros acima do consenso.

No caso do Brasil, continuamos no processo de recuperação no preço dos ativos locais. Além da alta do Ibovespa, o alívio nos preços locais também pode ser notado na valorização do real, devido às menores incertezas políticas após a aprovação do Orçamento no Brasil.


Última atualização: 30 de abril de 2021