Onde Investir – Junho de 2020

No mês de maio os mercados continuaram a se recuperar, com as bolsas fechando em alta ao redor do globo, assim como outros vários ativos de risco, de commodities a moedas de países emergentes. Abaixo da superfície, entretanto, percebemos a exacerbação de tendências novas:  ações de Tecnologia, por exemplo, já estão positivas no ano, enquanto setores como Turismo e Petróleo estão bem negativos.

Mantivemos as carteiras dos perfis inalteradas, após 2 meses de aumento de risco, aguardando por mais clareza no cenário político, tanto no Brasil quanto no mundo.

Principais fatos que influenciaram os investimentos

Coronavírus: comparando o Brasil com outros países

Coronavírus: comparando o Brasil com outros países

Com notícias mundo afora destacando o Brasil como um dos piores casos de coronavírus do mundo, a pergunta que ronda a cabeça de todos os investidores é: Quão crítica está a situação do Brasil?

Após a publicação do nosso modelo open-source de projeção do coronavírus, este artigo visa oferecer uma perspectiva um pouco diferente sobre os números de cada país. Importante: este artigo não visa discutir sobre quarentena e efetividade ou não das medidas de distanciamento social.

Ler relatório na íntegra
5 anos em 5 minutos

5 anos em 5 minutos

Nosso cenário de longo prazo, base para construção das carteiras. Base também para que o investidor saiba quanto pode esperar de retorno de seu portfólio e cada classe de ativos.

Ler relatório na íntegra
Revisão do cenário econômico: Efeitos da COVID-19 e deterioração do cenário se intensificam

Revisão do cenário econômico: Efeitos da COVID-19 e deterioração do cenário se intensificam

Em nossas últimas revisões de cenário, pontuamos alguns elementos que poderiam representar fontes de riscos à recuperação econômica brasileira. Do lado externo, enxergávamos a possibilidade de agravamento da pandemia e do consequente aumento da incerteza global, e do lado doméstico ainda vemos muitas incertezas.

Ler relatório na íntegra

Guia de Investimentos

No mês de maio os mercados continuaram a se recuperar, com as bolsas fechando em alta ao redor do globo, assim como outros vários ativos de risco, de commodities a moedas de países emergentes. Abaixo da superfície, entretanto, percebemos a exacerbação de tendências novas, como mostra o gráfico 1.

Setores em junho

Para os investidores a adaptação a essa nova realidade não foi fácil. Setores inteiros da economia foram devastados sem aviso pelas quarentenas e restrições à circulação de pessoas, sem contar a guerra de preços entre produtores de petróleo. Outros, em especial ligados a tecnologia e saúde, foram muito favorecidos.

Além disso, são crescentes as tensões entre Estados Unidos e China, girando em torno da lei visando restrigir a liberdade política dos cidadãos de Hong Kong.

No caso dos brasileiros há muito mais em jogo: na bolsa local existem poucas empresas expostas a esse novo mundo, mais digital. Quando se soma isso às tensões políticas e questionamentos a respeito das contas públicas do governo federal, faz cada vez mais sentido diversificar portfólios globalmente.

Fizemos um movimento grande para aumentar a exposição internacional de nossas carteiras no últimos 2 meses, e optamos por manter as carteiras dos perfis inalteradas nessa virada de maio para junho, aguardando por mais clareza no cenário político, tanto no Brasil quanto no mundo.


Última atualização: 29 de Maio de 2020

Compartilhar:



Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM