Onde Investir – Abril de 2021

Após vivermos o pior mês da pandemia no Brasil, ao final do longo mês de março nos deparamos com um cenário bastante desafiador. Após a alta das bolsas brasileira e americana, o mercado brasileiro ainda se encontra em preços atrativos, no entanto sua perspectiva futura se deteriorou bastante. Já no cenário global, os mercados começam a dar sinais de estarem caros, muito embora ainda hajam desafios atrelados ao vírus pela frente.

No mercado brasileiro, a maior parte das classes de risco vêm apresentando performances abaixo do desejável no ano de 2021, de forma sincronizada. Poucas vezes observamos este tipo de relação entre as classes.

Com os recentes acontecimentos na política brasileira, fica difícil acreditar num cenário onde as reformas são aprovadas quase em sua integralidade e passa a ser mais crível um cenário onde a taxa de juros do país volta para patamares relativamente elevados. Seguimos observando atentamente o câmbio do país e a elevação da inflação implícita da curva.

As taxas de juros reais e nominais do Brasil seguem seu movimento de alta, assim como a inflação implícita, e o prêmio de crédito se mantém próximo da estabilidade. No mercado global, os prêmios de crédito se encontram em patamares não tão atrativos, em níveis pré-pandemicos.

Este mês, interrompemos a redução da parcela de inflação para mantê-la estável. Com a elevação da inflação implícita, voltamos a ter posição em prefixados na carteira. Por fim, com a expectativa sobre a vacinação no Brasil e o mercado de commodities, diminuimos a exposição a dólar da carteira.

O mercado de crédito voltou este mês a mostrar algumas oportunidades, porém ainda relativamente escasso.

Principais fatos que influenciaram os investimentos

5 anos em 5 minutos - Março 2021

5 anos em 5 minutos - Março 2021

O primeiro trimestre de 2021 foi dificílimo para os mercados brasileiros. As 4 principais classes de ativos de risco sofreram perdas no período: Prefixados, medidos pelo IRF-M 1+, Inflação (IMA-B), Multimercados (IHFA) e Renda Variável (Ibovespa) caíram de forma sincronizada. Os três primeiros são divulgados pela ANBIMA, o Ibovespa pela B3.

Ler relatório na íntegra
Vacinação do grupo de risco será completada no primeiro semestre, de todos os brasileiros, até o fim do ano

Vacinação do grupo de risco será completada no primeiro semestre, de todos os brasileiros, até o fim do ano

Nesse segundo estudo sobre o ritmo de vacinação, atualizamos o calendário de vacinação, adicionamos mais brasileiros aos grupos prioritários para entender quando podemos esperar uma queda no número de casos graves e óbitos e estimamos quando a população adulta completará a vacinação, de modo que o número de novos casos também caia significativamente mesmo com reabertura da economia.

Ler relatório na íntegra
Brasil Macro Mensal: Percepção de risco maior, cenário se ajusta

Brasil Macro Mensal: Percepção de risco maior, cenário se ajusta

– Alta de juros externos, piora da pandemia no Brasil, Petrobrás e tramitação da PEC emergencial elevaram a percepção de risco, embora ainda de forma controlada.

– O texto da PEC aprovado no Senado foi relativamente positivo, ainda que com contrapartidas diluídas e auxílio maior do que esperávamos. Mas a tramitação trouxe sustos. 

Ler relatório na íntegra
Mundos & Fundos: Conheça a Legacy a partir da visão do gestor Felipe Guerra

Mundos & Fundos: Conheça a Legacy a partir da visão do gestor Felipe Guerra

A Legacy Capital é uma gestora de recursos independente fundada em Abril de 2018 por profissionais que trabalham há mais de 10 anos juntos e possuem grande experiência em gestão de recursos. Através do modelo de gestão meritocrática e partnership, a empresa atraiu outros profissionais com carreiras de destaque em instituições financeiras de ponta.

Ler relatório na íntegra

Guia de Investimentos

Após vivermos o pior mês da pandemia no Brasil, ao final do longo mês de março nos deparamos com um cenário bastante desafiador. Após a alta das bolsas brasileira e americana, o mercado brasileiro ainda se encontra em preços atrativos, no entanto sua perspectiva futura se deteriorou bastante. Já no cenário global, os mercados começam a dar sinais de estarem caros, muito embora ainda hajam desafios atrelados ao vírus pela frente.

No mercado brasileiro, a maior parte das classes de risco vêm apresentando performances abaixo do desejável no ano de 2021, de forma sincronizada. Poucas vezes observamos este tipo de relação entre as classes.


Última atualização: 31 de março de 2021

Compartilhar:



Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.