AUTONOMY EDIFÍCIOS CORPORATIVOS FII - AIEC11

AUTONOMY EDIFÍCIOS CORPORATIVOS FII - AIEC11

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

R$ 53,68

Cotação (Delay de 15min)

+1,21

Variação (R$)

+2,31%

Variação (%)

33 Risco Alto

A nova pontuação de risco leva em consideração critérios de risco, mercado e liquidez. Para saber mais, clique aqui.

Risco (0-100)

Variação de Preço

Dia Semana Mês 3 Meses 6 Meses 12 Meses No ano
0% -0,20% -3,74% 5,28% 2,10% -10,33% -1,00%

Rentabilidade

Dia Semana Mês 3 Meses 6 Meses No ano
Fundo 0% -0,20% -5,01% 1,11% -5,86% -8,73%
IBOV 0,74% 1,40% -0,61% -5,31% -8,20% -9,57%
CDI 0% 0,15% 0,55% 2,49% 5,19% 4,96%

Principais Indicadores

Segmento

Lajes Corporativas

Preço

R$ 53,68

Último Dividendo

R$ 0,76

Dividendo Yield

14,69 %

Volume Diário

R$ 786.5 mil

Volume Diário 3M

R$ 719.2 mil

Retorno no mês

-3,74%

Retorno no mês

5,28%

Retorno no mês

-10,33%

PV/P

0,62

Participação no IFIX

0,18%

Valor Patrimonial

R$ 407.2 mi

Taxa de administração

0,75 %

Taxa de Performance

20,00%

Público Alvo

Não Há Restrição

Cotas Emitidas

4.8 mi

Quantidade de Cotistas

17.5 mil

Estratégia

Informação fornecida pela gestora
O AIEC foi listado em 2020, com a estratégia focada na obtenção de renda no segmento de lajes corporativas, em especial empreendimentos imobiliários de alto padrão destinados a escritórios localizados nos principais centros corporativos do Brasil. Na visão do Gestor, a geração de valor de um ativo imobiliário está intimamente ligada ao local e ao contexto em que está inserido. Entender as necessidades das cidades e de seus usuários é de vital importância para a perenidade dos ativos. A gestão do Fundo buscará posições de controle nos investimentos e na tomada de decisão, onde o Gestor com o seu time de especialistas imobiliários trabalha constantemente gerindo os ativos de forma ativa seguindo suas alavancas de valor. Para ancoragem do Fundo, o portfolio do AIEC foi composto inicialmente por dois excelentes ativos, ambos em contratos atípicos (BTS) locados para ótimos inquilinos, sendo um a Torre D do Rochaverá (um dos melhores complexos corporativos de SP), e o outro o Standard Building, no Rio de Janeiro. O Fundo nasceu com aproximadamente R$ 480 milhões de reais de patrimônio e conta com um capital autorizado de R$ 4 bilhões, em linha com o plano do Gestor de crescer e diversificar o Fundo com excelentes ativos.

Comentário Mensal da Gestão

Informação fornecida pela gestora

Data base: Junho/2024

No mês de setembro o IFIX permaneceu praticamente estável, fechando o mês com ganho mensal de 0,22% e acumulado de 12,28% no ano. O início do ciclo de corte de juros ajudou na recuperação do IFIX, ao mesmo tempo que incertezas vindo do exterior acabaram impactando os mercados locais. O AIEC11 sofreu com uma desvalorização de -3,64%, sem notícia ou evento que justificasse tal movimento, resultando em uma rentabilidade com dividendos de -2,52%. No acumulado do ano, o Fundo tem rentabilidade de 3,66%. O deságio contra a cota patrimonial subiu para 30,7%. A distribuição relativa a setembro foi de R$ 0,76/cota, equivalente a um yield anualizado de 13,88%, considerando a cota de 29/setembro. O portfólio do AIEC11 é composto por dois excelentes edifícios corporativos, ambos em contratos atípicos (BTS) até pelo menos 2025, com 0% de vacância e atualização pelo IGPM. O primeiro é a Torre D do Rochaverá, em um dos melhores complexos de SP, locada para a Dow, e o segundo é o Standard Building, em excelente localização no RJ, alugado para o IBMEC até 2032 (sendo atípico até 2025). Para mais informações sobre o Fundo, recomendamos a leitura do relatório gerencial." No curto prazo, o AIEC11 se beneficia pela resiliência dos seus contratos atípicos, atualizados pela inflação (IGPM) e com 0% de vacância, ancorados em dois excelentes imóveis. A gestão espera manter o patamar de distribuição próximo ao atual durante o semestre.

Principais Gestores

Informação fornecida pela gestora

Roberto Miranda de Lima

Roberto Miranda de Lima fundou a Autonomy Investimentos, em 2007, quando já contava com mais de dez anos de experiência no mercado imobiliário. Engenheiro Ci...

Leia a Bio completa  
Carlos Mateos

Carlos Mateos é sócio da Autonomy e responsável, entre outras coisas, pelo Desenvolvimento de Negócios e Relacionamento com Investidores. Com 23 anos de exp...

Leia a Bio completa  
André Dias

André Dias, responsável pelas áreas de relação com investidores e novos negócios da Autonomy, acumulando mais de 10 anos de experiência em investimentos ...

Leia a Bio completa  

A gestora

Informação fornecida pela gestora

A Autonomy Investimentos é uma gestora de investimentos alternativos (private equity) com foco no mercado imobiliário. Fundada em 2007, pelo Roberto Miranda de Lima e pelo Robert Gibbins, a Autonomy é 100% dedicada ao mercado brasileiro. Com sede em São Paulo e presente nos principais mercados do Brasil, é especializada no setor imobiliário atuando desde a aquisição, desenvolvimento, retrofit, design de produto, engenharia e construção, locação, administração e comercialização de propriedades imobiliárias localizadas nos maiores mercados brasileiros, sendo estes ativos destinados ao ganho de capital e à renda de longo prazo. A Autonomy busca oportunidades imobiliárias que apresentam maior potencial de geração de valor para seus investidores, a partir da transformação positiva e a valorização das cidades. Desde 2007, focou no mercado de escritórios e logísticos, tendo tido participação no residencial até 2011. Até 2020, a Autonomy possuía exclusivamente investidores estrangeiros, o que mudou após a listagem do AIEC11 com uma oferta pública destinada a investidores brasileiros. A Autonomy conta hoje com um patrimônio sob gestão de mais de R$ 6 bilhões e mais de 2 milhões de área locável em diferentes estágios de desenvolvimento. Nosso objetivo é tornar as cidades mais valiosas para se viver e investir.

VER PÁGINA DA GESTORA
XPInc CTA

Abra sua conta na XP Investimentos

Liquidez média

Atual R$ 279.2 mil

Rendimentos mensais

Atual R$ 0,73

Cota ajustada por proventos

Atual R$ 53,69

Dividendos de AIEC11

Último Dividendo

R$ 0,76

Dividendo Yield

14,69 %

Histórico de Dividendos de AIEC11

Comunicados do Fundo

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.