Onde investir em 2020: Fundos Internacionais

Em um cenário de juros baixos no Brasil, investidores precisarão explorar diferentes alternativas para buscar melhores retornos de longo prazo. Neste contexto, vemos os Fundos Internacionais como uma importante estratégia para 2020.


Compartilhar:


Juros baixos: e agora?

Nos últimos anos, temos observado um movimento estrutural de queda de juros no Brasil. Em 2020, espera-se que os juros continuem próximos às mínimas históricas.

Juros em patamares tão baixos têm pressionado os investidores a procurarem exposição a diferentes ativos, geralmente com maior risco, para buscarem retornos mais atrativos e, potencialmente, mais próximos às suas rentabilidades históricas.

Daqui em diante, mais opções precisarão ser exploradas. E neste novo contexto, vemos os Fundos Internacionais como uma importante estratégia para 2020.

Para entender melhor, confira o vídeo abaixo:

Boas oportunidades no exterior

O PIB do Brasil representa aproximadamente 2,5% do PIB mundial e o mercado de ações brasileiras apenas 1% do mercado de ações globais. Entretanto, a alocação média do investidor brasileiro é de mais de 99% no próprio Brasil!

Esta preferência desproporcional em investir apenas no nosso país de residência tem nome: Viés Doméstico, ou Home Bias em inglês.

Trata-se de um fenômeno que enviesa investidores não apenas no Brasil, mas no mundo todo. Nem mesmo os norte-americanos ou os europeus resistem à propensão de aplicarem o dinheiro em seus próprios países.

Na verdade, há uma explicação (quase científica) para isso: o ser humano tende a buscar o que lhe é familiar e conhecido.

Companhias aéreas, provedoras de telefonia ou redes de educação são temas conhecidos e tangíveis, pois fazem parte do nosso cotidiano. É natural que exista um certo conforto – às vezes inconsciente – de investir em ações de empresas conhecidas e que estão presentes no nosso dia a dia.

Mas por que restringir investimentos internacionais já que existem tantas oportunidades pouco exploradas fora do Brasil? Por que não considerar certa exposição dos nossos investimentos a economias com grande potencial de valorização?

Estamos em um mundo globalizado e conectado, mas ainda insistimos em construir barreiras para o nosso dinheiro.

É possível sim obter rentabilidade acima do CDI investindo em estratégias internacionais.

Retornos globais podem ser bem atrativos, especialmente no cenário econômico atual. Manter a concentração única e exclusivamente aqui no Brasil pode sair bem caro para sua carteira.

Diversificação Global funciona

Mesmo investindo em diferentes fundos locais, ainda assim vai existir uma camada comum que será inerente ao risco Brasil. Ou seja, sempre vai existir uma certa correlação entre os ativos domésticos.

Investir em estratégias internacionais pode melhorar a relação risco x retorno dos portfólios, já que os preços dos ativos no exterior são impulsionados por múltiplos aspectos.

A baixa correlação internacional com os ativos brasileiros pode funcionar como proteção aos eventos de choque – tais como a greve dos caminhoneiros ou diversos eventos políticos que o país enfrentou nos últimos anos.

Diversificar não implica em abdicar de bons retornos. É possível ganhar de diversas formas e sem ficar dependente apenas ao desempenho da nossa própria economia.

Invista com proteção cambial

Investir fora do Brasil não implica necessariamente em ter exposição cambial, como ao Dólar por exemplo.

Há fundos disponíveis aqui no Brasil, tanto na versão em Dólar, que tem a exposição cambial, quanto em Reais, que oferece proteção contra a variação cambial.

Ou seja, nos fundos em Reais, investidores não precisam se preocupar com as grandes oscilações do Dólar, pois os retornos já estarão protegidos contra apreciações ou depreciações do câmbio.

Conheça melhor os fundos internacionais que já estão disponíveis na plataforma da XP.

Acesse: https://institucional.xpi.com.br/investimentos/fundos-de-investimento/lista-de-fundos-de-investimento.aspx

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM