XP Expert

Investir em ESG é obter retorno financeiro

ESG não é filantropia, mas sim, uma busca por retornos financeiros respaldados pela sustentabilidade

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Marcella Ungaretti, Sócia e Head de Research ESG da XP, conversa com Julia Bretz, sócia e analista de crédito da JGP, e Andrea Bottcher, líder ESG na Neo Future, sobre como as gestoras têm feito para integrar a agenda ESG na estratégia de investimento, formação de portfólio e principais desafios enfrentados atualmente. Alguns anos atrás, as gestoras passaram a incorporar ESG em suas estratégias de portfólio e, neste painel, se aprofundam no tema. A mensagem é clara aos investidores: não existe trade-off entre retorno e sustentabilidade e os números comprovam que investir em ESG também significa obter retorno financeiro.

As gestoras são peça-chave na propagação da agenda ESG

Julia Bretz inicia o painel destacando a importância das gestoras não somente nas análises bem estruturadas e focadas no impacto das iniciativas ESG, mas, também, no chamado “engajamento”, uma parceria com as empresas investidas com a finalidade de acelerar o desenvolvimento da cultura ESG, principalmente através do contato com a alta gestão das companhias. Julia também reforça que os investimentos focados em ESG não devem abrir mão de rentabilidade e que essa estratégia pode até destravar valor nas empresas e levar a retornos maiores, além de reduzir riscos operacionais.

“A gente vê que vai existir uma inflação verde: quem não está preparado, vai ser pego de calça curta”

Bretz, Julia

Estamos no caminho, mas ainda existem desafios

Já na discussão dos principais desafios dentro da agenda ESG, Andrea Bottcher menciona que a falta de padronização e escassez de dados, principalmente auditados, ainda é o principal desafio para o mercado de investimentos ESG. Na visão Andrea, é importante segregar as informações relevantes e que tem impacto na análise, mesmo para empresas que publicam relatórios de sustentabilidade, uma vez que é necessário entender qual é o fator ESG que vai trazer retorno nos investimentos. Comenta ainda que o acompanhamento do impacto dessa estratégia nas empresas investidas é fundamental também.

“Não é filantropia, é entender qual é o fator ESG que vai trazer retorno para o nosso investidor” 

Bottcher, Andrea

Investir em ESG também é buscar rentabilidade

Por fim, vale ressaltar que um consenso entre ambas as gestoras diz respeito ao retorno dos investimentos ESG, que tendem a performar melhor do que aqueles que envolvem empresas não aderentes à essa pauta, portanto, investir em uma estratégia ESG não é filantropia, mas sim, uma busca por retornos financeiros respaldados pela sustentabilidade.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.