Investimento para médicos: descubra por onde começar

Se você acabou de se formar em medicina ou já ingressou na profissão, mas ainda não sabe muito bem como gerenciar o dinheiro, é importante conhecer qual é o melhor investimento para médicos. Isso porque os médicos tendem a ter uma renda mensal maior que a maior parte da população, mas isso não é um […]


Compartilhar:


Se você acabou de se formar em medicina ou já ingressou na profissão, mas ainda não sabe muito bem como gerenciar o dinheiro, é importante conhecer qual é o melhor investimento para médicos.

Isso porque os médicos tendem a ter uma renda mensal maior que a maior parte da população, mas isso não é um sinônimo de estabilidade financeira e nem de riqueza.

Por esse motivo, é crucial que o médico saiba como aplicar bem o dinheiro para que seu patrimônio cresça de forma consistente e segura.

Enquanto você, médico, cuida da saúde das pessoas, é preciso que a saúde das suas finanças também seja cuidada.

Continue a leitura para saber mais sobre investimento para médicos, como investir de olho na aposentadoria e mais:

 

– Planejamento financeiro para médicos

– Gestão financeira e fluxo de caixa

– Como começar a investir?

– Dicas de investimentos para médicos

 

LEIA TAMBÉM: O que é reserva de emergência?

O que você precisa saber antes de investir seu dinheiro?

Aprenda a montar uma carteira de investimentos

 

Vamos lá?

Planejamento financeiro para médicos

É comum que boa parte dos médicos fiquem presos na correria da rotina. Por isso, muitas vezes o cuidado com o próprio dinheiro acaba ficando de lado.

Sem tempo e às vezes sem muito conhecimento sobre investimentos, os médicos acabam perdendo oportunidades de fazer um planejamento financeiro que vai garantir segurança e rentabilidade.

Assim como não é nada bom negligenciar a própria saúde, também não é saudável deixar as finanças abandonadas.

O primeiro passo, neste caso, é mudar o comportamento e separar sempre um tempo para fazer o gerenciamento das contas.

Depois, é preciso estabelecer os objetivos (pessoais e profissionais) para que se possa visualizar e planejar os investimentos tanto de tempo, quanto de dinheiro.

Dica importante

Caso você tenha uma clínica, a dica importante é jamais juntar as receitas pessoais com as da empresa. Dessa forma, você consegue separar melhor os ganhos e despesas e evita confusões.

Sabendo exatamente como está o fluxo de caixa (o que entra e o que sai de dinheiro), você médico consegue se planejar melhor e consegue chegar de forma mais rápida e segura aos seus objetivos.

Com tudo isso em mente, ficará mais fácil organizar as seguintes fases do investimento:

– Reserva de emergência: É aquele valor que se guarda para momentos de eventuais necessidades e imprevistos que possam acontecer. Não há um valor exato para formação desse colchão de liquidez, mas estima-se que é preciso juntar de 6 a 12 vezes os seus custos fixos mensais.

– Acumulação de patrimônio: Depois que a reserva de emergência foi construída, o próximo passo é investir para aumentar o patrimônio. Neste caso, é preciso investir em alternativas que tenham a ver com o seu perfil de investidor e os seus objetivos. Mais à frente no texto vamos dar algumas dicas.

– Manutenção e usufruto do patrimônio: Quem soube se planejar e investiu bem, consegue chegar nessa fase mais cedo, podendo aproveitar melhor a vida.

Gestão financeira e fluxo de caixa

Nem todos os médicos sabem bem quais são os custos de se abrir uma clínica, por exemplo. Isso é crucial, já que, dependendo do faturamento, há a incidência de determinados impostos – ou até mesmo ter isenção de tributos.

Entender esses custos é o primeiro passo para evitar frustrações e gastos imprevistos que possam comprometer o orçamento.

Depois disso, é preciso dar atenção ao seu fluxo de caixa, que nada mais é do que a gestão de todas as transações financeiras feitas (seja pelo médico, pelo consultório, hospital ou pela operadora de plano de saúde).

Com todo esse raio-x desenhado, fica mais fácil visualizar e controlar tudo o que entra e sai de dinheiro.

Quanto à plataforma usada para o controle, fica a critério do usuário. Uma dica é a planilha de gastos da XP, que pode ser baixada neste link.

Uma boa gestão financeira pode ser a chave para um consultório ser (ou não) bem-sucedido, por isso dê atenção a esses aspectos.

Como começar a investir?

Administrar bem as finanças é importante para que o médico se mantenha no mercado. Mas caso não se sinta confortável ou não tenha muito tempo para cuidar do seu dinheiro, fique tranquilo e não tenha medo de entrar em contato com um profissional especializado.

Os assessores de investimentos ficam focados em analisar o mercado de olho nos melhores investimentos para cada perfil e objetivo.

Por isso, ter um assessor ao seu lado pode mudar radicalmente a sua rentabilidade, principalmente se a sua rotina como médico não te permite ter mais tempo para gerenciar o dinheiro de forma direta.

Caso queira gerenciar você mesmo o seu patrimônio, na XP também é possível. A plataforma é completa e pode ser acessada direto no celular. Você só precisa de um smartphone ou um notebook.

Dicas de investimentos para médicos

Talvez você esteja se perguntando qual é o melhor investimento para médicos. Mas não existe uma resposta única e ideal para essa pergunta, já que ela depende principalmente do perfil e dos objetivos do investidor.

Reserva de emergência

Para a formação de reserva de emergência, que é aquele valor que você precisa ter guardado para eventuais necessidades, as principais indicações são o Tesouro Selic ou até mesmo fundos conservadores que investem em renda fixa.

No caso do título do Tesouro, a liquidez é diária e o rendimento acompanha o CDI, taxa que é bem próxima da Selic. Mas é preciso ficar atento à taxa de custódia, que é obrigatória e ‘come’ 0,25% ao ano sobre o valor.

Se optar por investir em fundos de renda fixa, é preciso avaliar a rentabilidade e os custos. Isso porque eles podem cobrar uma taxa de administração que pode diminuir os seus rendimentos. É o que acontece com a custódia cobrada pelo Tesouro.

Acumulando patrimônio

Para quem está na fase de aumentar e rentabilizar o patrimônio para o longo prazo, duas alternativas a serem consideradas são as ações e os fundos imobiliários.

Caso queira investir na bolsa de valores, uma boa estratégia é montar uma carteira com ações de empresas que pagam bons dividendos.

Nestes casos, os acionistas recebem periodicamente uma parte do lucro da empresa da qual é sócio na forma de dividendos. A boa notícia é que essa renda extra já vem descontada de impostos, por isso não há a incidência nem de IR e nem de IOF.

Outra forma de conseguir uma renda extra é investir em fundos imobiliários. Através desse ativo, é possível aplicar em imóveis e papéis imobiliários de forma indireta, adquirindo cotas dos fundos.

Nos FIIs, você recebe um ‘aluguel’ mensal de acordo com a quantidade de cotas adquiridas. E a boa notícia é que esse valor também é isento de IR.

Investimentos para a aposentadoria

Diversificação é a palavra-chave para o investidor que quer mitigar riscos e melhorar os rendimentos das aplicações.

E para quem está pensando no longo prazo, como a aposentadoria, os planos de previdência privada são boas alternativas.

A previdência privada funciona como uma renda extra para a aposentadoria. E ela não está ligada ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Existem dois planos de previdência privada: o PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) e o VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livres). Para escolher qual é a opção melhor para o seu perfil, leia o nosso texto com os comparativos.

Conclusão

Todo médico deve também se preocupar em cuidar não só da saúde dos outros, mas da saúde das próprias finanças.

Isso significa que é preciso cuidar do dinheiro e investir desde o começo da carreira, para ter consistência e rentabilidade.

Dessa forma, com o investimento para médicos, será possível aumentar gradativamente o patrimônio. E também manter a qualidade de vida que achar necessário.

E caso você precise consultar um especialista para gerenciar melhor o seu patrimônio, conte com a Assessoria exclusiva da XP. Nossos assessores de investimentos estão à disposição para encontrar as melhores aplicações para que você se aproxime dos seus sonhos.

E como falamos, não há um tipo de investimento para médicos que seja o melhor ou o único. Os melhores são aqueles que se encaixam no perfil do investidor e também nos objetivos.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.