CFA: como conquistar a certificação no mercado financeiro

Considere o que é necessário para conquistar a certificação CFA e como isso beneficiará você e sua carreira no mercado financeiro


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

CFA: como conquistar a certificação no mercado financeiro

Assim como um jogador de futebol tem como grande sonho atingir o auge da carreira ao ganhar uma Copa do Mundo ou um cineasta que almeja uma premiação no Oscar, tirar a certificação CFA é considerado por muitos analistas do mercado financeiro o ápice da trajetória profissional.

No entanto, para conquistá-la é preciso bastante suor, afinal é um processo cansativo e que demanda muito estudo e planejamento. Por isso, considere o que é necessário para chegar a esse nível e como isso beneficiará você e sua carreira.

Para se preparar e saber tudo sobre o que é CFA e como funciona essa importante certificação, continue com a leitura!

O que é CFA?

A CFA, sigla para Chartered Financial Analyst, é a credencial mais completa e reconhecida no mundo das finanças e dos investimentos. Destina-se a profissionais que pretendem especializar-se no mercado financeiro com uma certificação reconhecida no mundo inteiro e muito bem aceita pelas principais instituições financeiras.

A CFA, especificamente, habilita o profissional para gestão de investimentos e análise financeira.

Para os analistas obterem a CFA devem passar em três exames, considerados entre os mais difíceis de todas as grandes certificações financeiras reconhecidas no mundo. Atualmente, existem aproximadamente 170 mil analistas no mundo com o certificado CFA em mãos. A designação é concedida pelo CFA Institute.

Um pouco sobre CFA

A CFA foi criada em 1963 para aumentar os padrões da gestão de investimentos e reconhecer grandes analistas a fim de obterem credibilidade e confiança dos clientes em seus trabalhos. O processo de aprovação consegue aliar teoria acadêmica com a prática de mercado, além de padrões profissionais e éticos bem definidos, oferecendo uma sólida base de análise avançada do mundo dos investimentos.

Principais vantagens e importância da CFA

: Imagem de homem analisando dados no computador.
O certificado CFA é uma oportunidade para ter melhores contratações do mercado financeiro

Como explicado, a CFA é um certificado que fornece ao analista os principais pontos de uma contratação dentro do mercado financeiro, sendo eles:

  • Garantia ética;
  • Afirmação de domínio;
  • Oportunidades dentro do mercado;
  • Confiança e credibilidade do cliente.

Tais pontos unem tanto a importância da CFA como as vantagens que a certificação oferece. Mas, além deles, há outras características a serem consideradas, como:

  • Reconhecimento internacional;
  • Possibilita trabalhar na área e no exterior;
  • Maior destaque em relação aos outros profissionais.

Como conseguir a CFA? Saiba o que é preciso

A CFA não é uma simples certificação na qual você passa apenas por uma prova. Na verdade, é um processo em que você precisa passar por três exames (Level 1, Level 2 e Level 3).

Mas, para se candidatar aos exames, é necessário preencher alguns requisitos básicos para entrar no programa. Conheça abaixo os principais:

1. Ter diploma e experiência profissional

Para pensar em ser CFA, é possível se candidatar ao exame Level 1 a partir do último ano de uma graduação de bacharelado. Para o Level 2, é preciso já ter o diploma da universidade em mãos antes do registro. E para chegar ao Level 3, é necessário ter experiência profissional de pelo menos 4 anos.

Por esse motivo, geralmente quem participa do programa CFA já tem uma bagagem mais consolidada para passar em todos os níveis de exame e, enfim, obter a certificação.

2. Ter passaporte internacional

O CFA Institute exige que cada candidato ao Programa CFA tenha um passaporte de viagem internacional válido. Quem não tiver passaporte não pode se inscrever ou fazer exames.

3. Interpretar e escrever em inglês

Todos os exames para a certificação CFA são em inglês. Portanto, é preciso saber ler, interpretar e escrever em inglês para um bom aproveitamento e, assim, conseguir passar nos exames.

4. Ter disponibilidade para pagar o programa CFA

De acordo com o Instituto, o valor do exame varia em função da data em que você se registra.

Segundo o site, a taxa do exame paga, por prova, é:

• Com 3 meses de antecedência: US$ 1.380.
• Com 4 meses de antecedência: US$ 950;
• Com 8 meses de antecedência: US$ 650.
Em adicional ao custo do exame, há uma taxa de inscrição de US$ 450 que é cobrada pelo Instituto CFA apenas uma vez, quando você se registra para o primeiro exame, e uma taxa anual de US$ 350.

Onde o profissional certificado pela CFA atua?

Dentro do mercado financeiro, o profissional que possui certificado CFA pode realizar atividades como:

  1. Gestão de portfólio;
  2. Análise de investimentos
  3. Pesquisa quantitativa
  4. Consultoria financeira;

Dessa forma, ele pode atuar em:

  1. Empresas de seguros;
  2. Firmas de private equity;
  3. Empresas de investimentos e research;
  4. Empresa e corretoras de investimentos;
  5. Instituições bancárias nacionais e internacionais.

Como são as provas CFA?

O Programa CFA é composto por três níveis de exames, conhecidos como Level I, Level II e Level III. Ao passar nos três, o candidato adquire a CFA. Até o ano de 2019, os exames foram aplicados todos os anos nos meses de junho e dezembro. No total, de acordo com o instituto, são 10 módulos com diferentes pesos. Com a pandemia, os exames passaram a ser aplicados em maio, agosto e novembro.

No total, de acordo com o instituto, são 10 módulos com diferentes pesos, dependendo do nível do exame.

  • Padrões Éticos e Profissionais
  • Métodos Quantitativos
  • Economia
  • Relatórios e análises financeiras
  • Finanças corporativas
  • Investimentos no mercado de ações
  • Renda Fixa
  • Derivativos
  • Investimentos Alternativos
  • Gestão de portfólio e planejamento patrimonial

Level I

Exame físico: O exame feito presencialmente do Level I consiste em 240 questões de múltipla escolha, divididas em duas sessões de 3 horas. Os candidatos devem fazer as duas sessões para receber o resultado do exame.

Exame online: O exame feito a distância do Level I consiste em 180 questões de múltipla escolha, divididas em duas sessões de 2 horas e 15 minutos. Há um intervalo opcional entre as sessões. Os candidatos devem fazer as duas sessões para receber o resultado do exame.

A média de aprovação nessa fase é de 43%, de acordo com o instituto.

Level II

O exame CFA no Level II consiste em aproximadamente 20 perguntas múltipla escolha em que cada questão é um mini estudo de caso, ou seja, há um texto de interpretação.

A duração do exame feito presencialmente é de 6 horas, enquanto a versão para computador é de aproximadamente 4 horas e meia. A média de aprovação nessa fase é de 45%, de acordo com o instituto.

Level III

O exame do Level III consiste em questões com os mini estudos de caso, assim como no Level II, porém há questões de múltipla escolha e também discursivas. A duração é a mesma do Level II. A média de aprovação nessa fase é de 56%, de acordo com o instituto.

Resumindo:

Infográfico de fases da prova CFA

Dicas para o exame de certificação CFA

Todo exame requer alguns cuidados que podem fazer você se preparar melhor. Com a CFA isso não é diferente. Por isso, separamos 5 dicas rápidas que podem te ajudar nesse processo. Confira:

Planeje

Planejar com antecedência é o ideal para exames tão importantes. Por isso, você pode criar um cronograma de estudo para conciliar as demais demandas da sua vida com o exame.

Assim como entender como dividir os seus estudos para que você tenha total domínio dos temas. Comece a estudar para a CFA com pelo menos um ano de antecedência.

Refaça provas antigas

Refazendo as provas antigas de CFA, você conhece a linguagem da prova, o nível de complexidade e pode se preparar com mais qualidade. Além disso, você entende tópicos que precisam ser melhor estudados.

Neste link você pode encontrar algumas.

Utilize o dia a dia

A rotina pode ser corrida, uma vez que você estará trabalhando, adquirindo a experiência para a fase lll da CFA. Por isso, utilize o seu dia a dia para vincular temas e problemáticas da prova, tentando sempre pensar como resolver na teoria e na prática.

Se já é seu campo de trabalho, fica muito mais fácil, pois assim você também otimiza sua performance.

Coloque os temas mais difíceis como prioridade

Há temas que poderão ser mais complexos para você. Sempre os priorize, mas não desequilibre o estudo; o ideal é ter domínio sobre todos os assuntos.

Entendendo algo que antes lhe apavorava, poderá ficar mais seguro e tranquilo para trabalhar novos temas.

Não se desespere nem desista

Provas podem causar muito desespero, levando a crises e nervosismo, ocasionando o tão temido “branco na mente”. Mas você não precisa se sentir assim.

Com o seu cronograma bem estabelecido e o cuidado mental em ordem, você irá se lembrar do quanto deseja isso e irá dar o seu melhor na hora do exame!

CFA x CGA

Ao buscar saber o que é CFA, você provavelmente se deparou com a sigla CGA (Certificação de Gestores Anbima). Por isso, vamos explicar um pouco mais sobre essa sigla.

CFA, como você já viu, é uma certificação, e para alcançá-la é necessário realizar exames. Com ela, o mercado financeiro abrirá mais portas, uma vez que é a CFA que permite certo reconhecimento do profissional.

A CGA também uma certificação, mas que habilita profissionais gestores de recursos de terceiros em fundos de investimento, atuando principalmente no mercado de ações /investimentos. É algo mais específico.

O CGA é obrigatório a profissionais que buscam administrar recursos de terceiros, portanto, também deve dominar temas financeiros, éticos e legais. Para se tornar um, também é necessário passar por exame.

O profissional que realizar um teste CFA poderá atuar também no mercado de investimentos, assim como nos demais. Ou seja, há maior diversidade de possibilidades.

Gostou de saber sobre o que é CFA e gostaria de conhecer mais a instituição provedora? Então dê uma olhadinha:

Aqui na XP, nossos analistas oferecem essas qualidades. Se você quer conhecer mais sobre os analistas da XP ou, até mesmo, se tornar um, confira:

Conheça outras certificações

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.