10 Mitos do mundo dos investimentos que você precisa saber agora

Sabe aquelas frases que se espalham por aí e são tomadas como verdade? Aqui nós vamos ajudar você a desmistificar de uma vez por todas as principais questões que rondam os investimentos


Compartilhar:


Como todo assunto que se fala muito, é normal se deparar com vários mitos. O problema é quando eles já estão tão enraizados que viram quase uma verdade. E quando se comenta sobre investimentos no Brasil, ligue o alerta, pois algum desencontro de informação pode aparecer.

Dinheiro é um assunto que causa angústia e receio no Brasil uma vez que enfrentamos um passado com cenário de alta inflação e de crises econômicas. Possivelmente, a partir desse histórico, se construíram alguns mitos no mercado financeiro.

A ideia aqui é mostrar algumas frases que acabaram sendo propagadas boca a boca no Brasil, mas que em nada refletem a realidade sobre o ato de investir. Desmistificar esse assunto pode ajudar a resolver alguns preconceitos sobre o mundo dos investimentos e revolucionar o modo como você lida com o seu dinheiro.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

O mercado financeiro é cheio de mistério e, com isso, as informações às vezes não são tão claras. É daí que surgem os mitos sobre investimentos

1) “Investir é só para os ricos”

Essa frase, incutida na mente de muitas pessoas, certamente fez muitos brasileiros não investirem. E isso acontece até hoje. Mas é fato que investir nunca foi tão democrático como atualmente.

Devido a um processo conhecido como “desbancarização”, cada vez mais surgem empresas que ajudam as pessoas físicas a investir, como é o caso da XP Investimentos (“XP”), pioneira no segmento.

Com menos de R$ 40 já é possível investir em títulos públicos, por exemplo, considerados boas aplicações conservadoras e uma opção segura no mercado, por contar com garantia do governo federal. Para investir em fundos de investimento com a XP você só precisa de no mínimo R$ 500, quantia relativamente baixa. Então, investir, definitivamente, não é só para os ricos.

2) “Quem faz investimentos acumula dinheiro muito rápido”

Não crie muitas expectativas. Acumular dinheiro é a premissa óbvia de qualquer investimento. Mas isso não acontece da noite para o dia.

Pelo contrário, para construir um bom patrimônio é preciso ter visão de longo prazo e colocar o tempo como o seu melhor amigo.

3) “Há investimentos totalmente seguros no mercado”

Há, sim, aqueles de risco muito baixo. Por isso, quando você vai investir é necessário que sejam respondidas as questões sobre o seu perfil como investidor e tal teste é conhecido como Suitability. Na XP, após o enquadramento das respostas, os investidores são categorizados entre três perfis: conservador, moderado e agressivo.

Cada categoria tem o seu perfil de risco, sendo o conservador com  investimentos de risco mais baixo e o agressivo de risco mais alto. O moderado é um meio termo entre esses dois perfis.

4) “A poupança é o investimento mais seguro”

Errado! A poupança não pode ser considerada o investimento mais seguro por risco de crédito relacionado à capacidade de pagamento do banco no qual a aplicação foi realizada. Os depósitos têm proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para aplicações de até R$250 mil por instituição financeira e por CPF.

Embora o FGC seja, sim, um bom indício de segurança, esse tipo de garantia não é de exclusividade da poupança. Então, há outros investimentos que também são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), apresentam melhores rentabilidades e podem ter liquidez diária, como os Certificados de Depósito Bancários (CDBs).

Em regra, os investimentos considerados os mais seguros do mercado são os títulos públicos do Tesouro Direto, pois o emissor é o próprio governo. Na ordem de bom pagador, o governo está na frente dos bancos e das empresas.

5) “Ou se ganha muito ou se perde tudo”

Para algumas pessoas, sobretudo as mais maduras, quando se ouve a palavra investir parece que é um tudo ou nada, dando a sensação de um verdadeiro cassino. Outro grande mito!

Mesmo que um investimento seja de grande risco, o prejuízo quase nunca é total. Por exemplo, quando ações se desvalorizam, os acionistas não necessariamente perdem todo o dinheiro.

Há casos em que é possível que a empresa venha a falência e você não receba o dinheiro de volta, como acontece com as debêntures, que são investimentos de renda fixa de maior risco.

6) “Investir na Bolsa de Valores é para poucos”

Atualmente, uma vez que o perfil do investidor seja compatível e que seja respeitado seu perfil de risco, qualquer investidor pode aplicar na Bolsa de Valores. Em termos financeiros, há ações baratas e, em termos de conhecimento, não é preciso ter estudado economia ou feito doutorado em análise de empresas. Portanto, a Bolsa é acessível para o público em geral.

É claro que, quanto mais conhecimento e mais dinheiro, mais chances de obter um desempenho satisfatório. Porém, de forma alguma, isso impede de iniciantes investirem sem ter esses dois quesitos na palma da mão.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

7) “O imóvel é sempre uma opção segura”

O hábito de investir dos brasileiros está muito ligado à aplicação em imóveis. Com isso, colocou-se em pauta que investir em uma casa ou um apartamento para obter uma renda extra é uma opção segura e infalível. Mas como quaisquer outros investimentos, imóveis têm riscos – por sinal muito altos dependendo do imóvel.

O principal risco de investir em imóveis é o da liquidez. Ou seja, não é tão fácil e nem rápido vendê-los, caso você precise do dinheiro. Além disso, há  risco de desvalorização dependendo da região ou das condições do próprio imóvel.

8) “Eu não invisto porque não tenho conhecimento para prever o mercado”

Nem os maiores especialistas conseguem prever o mercado. Portanto, não é preciso ser a pessoa mais estudada e inteirada para investir bem, pois nem mesmo os maiores investidores conseguem cravar o que vai acontecer  amanhã.

9) “Dinheiro não é assunto para criança”

Pelo contrário. Engana-se que dinheiro é assunto só para os adultos. Quanto mais cedo as crianças tiverem contato com educação financeira mais chances de não se endividarem mais para frente e passar a cuidar bem do porquinho cheio de moedas que juntaram durante a infância.

O planejamento financeiro é essencial para os pequeninos se situarem na lógica em que vivemos. Evita-se, assim, os maus hábitos financeiros de forma precoce.

10) “Meu dinheiro vai ficar preso e não vou poder gastá-lo se precisar”

Esse mito também diz muito sobre o hábito de investir do brasileiro. Como 88% dos investidores, no Brasil, ainda aplicam seu dinheiro na poupança, há uma ideia comum de que investir em outros produtos não traz tanta liquidez, isto é, não é fácil de resgatar o que você investiu. Mito!

Cada investimento tem uma propriedade. Alguns tem liquidez diária, assim como a poupança, e outros não. Então, fique tranquilo. O seu dinheiro de forma alguma ficará preso caso você procure um investimento de fácil resgate.

Como a XP Investimentos pode ajudar você?

Abra sua conta na XP de forma gratuita e rápida. E, assim, antes de começar a investir, saiba de fato qual é o seu perfil de investidor e consulte nossos assessores de investimentos em caso de dúvidas sobre os produtos disponíveis para aplicação.

Portanto, se você já tem como certo que quer investir, comece agora mesmo a ter chances maiores de lucro. Não sabe por onde começar a investir? Abra uma conta na XP Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto da independência financeira.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

*Este texto foi atualizado às 17h35.



Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.