Como investir o dinheiro da sua empresa em tempos de crise?

O acesso ao crédito e gerenciamento de caixa serão essenciais para que as empresas passem pelo atual momento de menor faturamento. Veja como a XP pode lhe ajudar.


Compartilhar:


A crise mais rápida do mercado financeiro, diferentemente da que vivemos em 2008 cuja origem foi financeira, tem como origem a economia real e um choque de demanda e oferta causada pela rápida expansão do coronavírus e as consequentes medidas para contê-lo.

Esse comportamento do mercado é reflexo da falta de visibilidade em relação à profundidade dos seus impactos.  Na eminência de mitigá-los, os bancos centrais e governos ao redor do mundo estão anunciando políticas monetárias como cortes de juros e políticas fiscais, injetando dinheiro diretamente na economia.

As principais medidas anunciadas pelo Banco Central do Brasil, a partir do prisma das pequenas e medias empresas, estão focadas na ampliação do crédito a partir da expansão da capacidade de utilização de capital dos bancos a fim de que estes tenham melhores condições para realizar as eventuais renegociações. Além disso, facilitou a renegociação de operações de créditos de empresas e de famílias que possuem boa capacidade financeira e mantêm operações de crédito regulares e adimplentes em curso. 

Para acompanhar o status das principais medidas, clique aqui.

Como isso se aplica à minha empresa?

O acesso ao crédito e gerenciamento de caixa serão essenciais para que as empresas passem pelo atual momento de menor faturamento. Importante não só tentar preservar ao máximo o caixa diminuindo despesas no curtíssimo prazo – se possível, de renegociação de contratos de aluguel, de pagamentos a fornecedores e até mesmo antecipação de vendas através de vouchers para serem utilizados depois – mas também investi-lo de forma segura e com alta liquidez.

A XP possui uma plataforma ampla de fundos de investimentos conservadores além de ter acesso a um mercado primário e secundário muito vasto de títulos públicos e privados. Listo abaixo as principais recomendações de investimentos para as pequenas e médias empresas nesse momento:

Títulos Públicos

Apesar da ampla gama de possibilidade é o mais indicado para esse momento são os ativo indexados à Selic. Existem diversas formas para acessar esse papel. A mais simples e mais rápida delas é através de fundos que aplicam nesses títulos e possuem liquidez diária, ou seja, o dinheiro estará disponível no mesmo dia em que o resgate for solicitado como o Trend Pós-Fixado FIRF Simples.

Também há possibilidade de adquirir diretamente esse tipo de título (Letras Financeiras do Tesouro), para valores maiores, direto na mesa de renda fixa da XP, por meio do seu assessor de investimentos.

Investir através da plataforma do Tesouro Direto não é uma opção pois ela está disponível apenas para Pessoa Física.

Títulos Privados

Para esse caso em específico, os mais indicado são os ativos bancários pós-fixados. Apesar dos vários instrumentos bancários de emissão de dívidas, para as Pessoas Jurídicas os mais indicados são as LFs (Letras Financeiras) e CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) ambos de instituições com ratings acima de A.

Apesar das letras financeiras terem um prazo de vencimento maior na emissão, a mesa de renda fixa da XP possibilita a compra e venda desses ativos no mercado secundário, o que possibilita que esses ativos sejam líquidos e resgatáveis diariamente. Outra grande vantagem de adquiri-las no mercado secundário é que nesse caso não há cobrança de IOF. Abaixo alguns do papeis mais recomendados:

Os CDBs não possuem mercado secundário, ou seja ao adquirir um título, será necessário mantê-lo até o vencimento. Sendo assim recomendamos os de liquidez diária e em última instância, caso possua algum tipo de flexibilidade em relação a liquidez do caixa, CDBs com prazo máximo de 30 adias.

Há ainda a possibilidade de acessar fundos que comprem principalmente ativos como o XP TOP CDB FI RF CP que possuem liquidação em 16 dias após solicitação do resgate.

Quer entender melhor o impacto e os efeitos da epidemia nos seus investimentos? Acompanhe em tempo real a opinião dos nossos especialistas no nossa página exclusiva sobre o tema. Clique aqui.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM