Análise Fundamentalista x Análise Técnica: Entenda as diferenças entre os métodos para investir na Bolsa

Conheça dois métodos muito diferentes mas essenciais para quem quer investir com mais propriedade em ações na Bolsa de Valores


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Análise Fundamentalista x Análise Técnica: Entenda as diferenças entre os métodos para investir na Bolsa

A Análise Fundamentalista e a Análise Técnica, as principais escolas de pensamento para quem pretende investir de forma mais profunda na Bolsa, estão em extremos opostos. 

Ambos os métodos são usados ​​para prever tendências futuras nos preços de ações e, como qualquer estratégia ou filosofia de investimento, há diversas particularidades que as tornam muito diferentes entre si.

De modo geral, a análise técnica lida com a avaliação dos movimentos de preços e gráficos de preços para prever os próximos movimentos do mercado, enquanto a análise fundamentalista se concentra mais nos elementos que estruturam uma empresa, como a produtividade, os lucros, a saúde financeira, dívidas, novos projetos e até questões mais subjetivas como cultura da companhia, engajamento dos colaboradores e liderança.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Entenda a Análise Fundamentalista

Ao usar a análise fundamental para tomar decisões de investimento, na maioria dos casos, você provavelmente planeja comprar e manter esse investimento a longo prazo. Por quê? Porque as informações analisadas indicam valores de médio a longo prazo.

Por exemplo, pense em uma reestruturação do Conselho de Administração de uma grande companhia. Mudam os executivos, novas diretrizes são estabelecidas e, muitas vezes, o rumo dos negócios toma um caminho totalmente diferente por causa disso. Para sentir os efeitos dessa reorganização empresarial levam-se anos para concluir os novos projetos e entender quais foram os resultados.

Portanto, os analistas fundamentalistas enxergam exemplos como esse como um investimento de longo prazo, acompanhando o ritmo das empresas. Essas análises mais subjetivas são chamadas no mercado de qualitativas. Mas a mais conhecida e tradicional é a análise quantitativa, que considera os números das empresa e se tira conclusões a depender dos resultados divulgados.

Veja alguns dos fundamentos mais comuns:

  • Receitas: Quão saudáveis ​​são as receitas atuais relatadas pela empresa em comparação com outras do mesmo setor? Como as receitas atuais se comparam às receitas relatadas anteriormente? Eles estão melhorando e crescendo ou diminuindo o desempenho? Essas são algumas perguntas que analistas tentam responder ao verificar as receitas das empresas nos balanços trimestrais.
  • O lucro por ação : O lucro líquido da empresa dividido pelo número total de ações em circulação é igual ao lucro da empresa por ação. Como esse indicador se compara aos retornos anteriores? Como isso se compara ao padrão da indústria e do setor? Qual é a perspectiva futura da empresa?
  • Relação preço / lucro (relação P / L): a relação preço / lucro compara o preço atual das ações da empresa com o lucro por ação. Se o preço das ações de uma empresa for R$ 100 e eles tiverem um lucro de 10 por ação, isso significa que os investidores estão dispostos a pagar R$ 10 por cada R$ 1 que a empresa ganha. Como isso se compara aos retornos históricos e ao padrão do setor para a respectiva empresa?
  • Margens de lucro: A margem de lucro de uma empresa é a diferença entre os custos operacionais do fornecimento de seu produto ou serviço e o preço pelo qual eles vendem ao público. Quanto mais altas as margens de lucro de uma empresa, maior a probabilidade de os investidores serem atraídos para esse investimento, o que valorizaria as ações em questão.

Os índices de análise fundamentalista, como os mencionados acima, são maneiras de obter os ganhos da empresa e compará-los com diferentes aspectos do negócio. Em tese quanto maiores os ganhos melhor o investimento em potencial porque é uma evidência de que a companhia é sólida financeiramente e que pode manter seu negócio a todo vapor.

Entenda a Análise Técnica

A análise técnica, por outro lado, concentra-se nos padrões e movimentações de preços das ações por meio dos gráficos. Ela também pode ser entendida como a compreensão da psicologia dos movimentos do mercado. 

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Usando estatísticas, reconhecendo padrões de preços e usando movimentos de preços passados ​​para determinar movimentos de preços futuros, a análise técnica é outra forma de se ganhar dinheiro com ações. Porém, diferentemente da Análise Fundamentalista, o foco é no curto prazo, que pode ir de um dia a no máximo 1 anos.  Algumas das principais informações usadas na análise técnica são:

Padrões de preço

Os padrões identificados ao ver um gráfico indicam que o preço de uma ação, ou outro ativo negociado na Bolsa, se moverá em uma determinada direção. Os padrões são pesquisados ​​nos gráficos de preços de uma empresa ao longo do tempo. 

Observar padrões de preços comuns dá aos investidores uma vantagem sobre possíveis movimentos de preços, dando a eles a capacidade de entrar no mercado no momento certo e obter lucro relativamente rápido. Confira alguns padrões de preços comuns usados:

  • Topo duplo e fundo duplo: esse padrão indica uma possível reversão na direção da tendência atual dos preços. Se o preço estiver subindo para o mesmo nível duas vezes, mas nunca ultrapassá-lo em um determinado período, isso indica, segundo os analistas técnicos, que uma possível queda no preço está se aproximando.
  • Cabeça e ombros: é semelhante ao padrão de preço duplo superior e duplo inferior e também indica que uma possível reversão da tendência de preço está se aproximando. Quando o gráfico de preços de uma ação forma o que parece cabeça e ombros, isso indica uma reversão futura, de acordo com os grafistas, como também são chamados os investidores que utilizam a análise técnica.

  • Formações de triângulos: quando você vê um gráfico de preços de ações formando triângulos, como na imagem abaixo, isso indica que o preço logo quebrará o padrão na direção da tendência atual.

Tendências de mercado

A tendência de mercado é quando o preço de uma ação está se movendo em uma direção previsível devido ao aumento do volume de investimentos em determinado ativo. Se um mercado está tendência de alta, isso significa que o movimento geral do preço das ações está subindo. Se há uma queda na tendência de mercado, significa que o movimento geral do preço das ações está caindo.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Dentro de uma tendência de alta, as ações até podem ter queda nos preços, o que os analistas técnicos chamam de correções, que ocorrem dentro de um canal ascendente. Mas a tendência é que os preços respeitem essa linha de tendência. Veja o exemplo abaixo:

Tendências de mercado

As diferenças entre os métodos

Já vimos uma introdução aos dois conceitos, agora veja no detalhe como a Análise Fundamentalista e Análise Técnica se diferenciam ainda mais quando são vistas juntas. Mas lembre-se: o fato de serem quase que opostas não significa que não possam ser utilizadas de forma complementar.

Veja a comparação e as diferenças de forma mais clara a partir desta tabela:

Abra sua conta na XP de forma gratuita e rápida. E, assim, antes de começar a investir, saiba de fato qual é o seu perfil de investidor e consulte nossos assessores de investimentos em caso de dúvidas sobre os produtos disponíveis para aplicação.

Portanto, abra uma conta na XP Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto da independência financeira.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Quer aprender ainda mais sobre análise fundamentalista? Aprenda a utilizar os dados presentes nos balanços patrimoniais e nas demonstrações de resultado de empresas para tomar decisões de investimento sólidas e rentáveis a longo prazo no curso Contabilidade e Análise Fundamentalista: Aprendendo a Linguagem dos Negócios.



Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.