Private Equity: a alavanca de crescimento das empresas

Fechando mais um evento 100% online e gratuito da XP Investimentos, a Alternative Week, focada no universo dos Investimentos Alternativos, Guilherme Benchimol, Fundador e CEO da XP Inc., Ana Laura Magalhães, fundadora do canal Explica Ana, André Street, empreendedor e fundador da Stone, e Jorge Paulo Lemann, economista e empresário suiço-brasileiro, abordaram uma comparação entre a indústria Private Equity no Mundo vs Brasil.

Os palestrantes também falaram sobre a relevância de Private Equities na Economia Real e as oportunidades no novo normal. Veja abaixo os principais destaques da conversa que marcou o encerramento da Alternative Week.

Processo de mentoria

Um dos principais empreendedores brasileiros, Jorge Paulo Lemann iniciou o painel comentando a evolução do Private Equity no Brasil, mas que o caminho ainda é longo. Guilherme Benchimol reforçou a palavra de Lemann e destacou a importância desse tipo de investimento para a evolução da XP Investimentos. “É algo que te deixa mais inteligente, mais preparado e que faz com que o projeto seja ainda mais sólido. Toda empresa que deu certo tem um fundo que catapultou esse crescimento. Sócio bom te faz pergunta difícil e isso estimula muito o avanço”, disse o CEO da XP Inc.

André Street aproximou a relação do Private Equity com a de um mentor. “O Jorge Paulo foi um dos investidores no início da minha carreira e a experiência e credibilidade que ele acrescentou ao meu conhecimento foi muito importante”, comentou Street. “É mesmo uma mentoria. O Private Equity traz contatos, governança, estratégias que levam a um crescimento mais e mais rápido”, concordou Lemann.

Com o peso de uma mentoria, o processo de escolha deve ser minucioso e lento. Ponto reforçado por Lemann, são as oportunidades para que sócios e equipes possam provar seus valores, ajudando nessa avaliação. Guilherme Benchimol acrescentou a cultura e a determinação como fatores essenciais na escolha, preservando as características e capacidades individuais.

Riscos e armadilhas

Respondendo pergunta da audiência, Jorge Paulo Lemann apontou alguns fatores importantes para evitar investimentos que retornem negativamente. “Quanto mais você conhece a empresa e o investimento, melhor é a relação. Então precisamos escolher bem, avaliar bem, para que você invista em quem tem capacidade para tocar o que é proposto”, destacou o empresário. O retorno financeiro está ligado a essa escolha não somente para ter rentabilidade positiva, mas para que o investimento alcance todo seu potencial, que sempre mira médias acima do mercado.

A estratégia e a característica do investimento também é primordial, pelo caráter de baixa liquidez e longo prazo dos Private Equities. “O investidor tem que estar ciente que isso é parte de uma estratégia maior. O Private Equity deve compor o seu objetivo e não ser um all in“, disse André Street.

Guilherme Benchimol continuou a tese alertando para e importância de optar por fundos, que são geridos por profissionais qualificados e que diversificam os investimentos entre empresas e setores diferentes: “É no longo prazo que o investimento funciona e dá resultados”.

Resiliência e paciência

Como uma mensagem aos empreendedores, os palestrantes falaram sobre ensinamentos que tiveram durante a carreira e que ajudam a vencer dificuldades.”Em todas as crises há uma oportunidade para fazer melhor ou diferente. É uma coisa dura, você sofre, mas também te abre os olhos para outras formas”, disse Paulo Jorge Lemann, que relatou 12 crises em 81 anos de vida.

“Você deve ser como capim e não como bambu. O capim se adapta não importa a força do vento, enquanto o bambu quebra. Então devemos estar prontos para nos adaptar ao que não controlamos”, complementou Guilherme Benchimol.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.