Checklist Manifesto – Parte II

A importância de ter um passo-a-passo de suas atividades.



Filosofia de investimento é como um mantra. Temos que repetir constantemente, relembrar rotineiramente e reavivar os ensinamentos e os conceitos para mantê-los alertas no nosso presente.

Mantendo viva nossa crença nos processos e, consequentemente, nos checklists, e dando continuidade ao texto “Checklist Manifesto” do dia 3 de junho, vale nos aprofundar mais no tema com foco em investimento.

É verdade que o método tem levado sucesso inequívoco à várias áreas, como aviação, medicina e em muitos outros campos, mas no mercado financeiro também tem importantes adeptos. Há quem diga até que Warren Buffett usa um processo de “checklist mental” ao analisar possíveis investimentos e filtrar grandes erros.

Mas, como temos certeza que não somos como o Warren Buffett, nem temos QI de 300, nossa abordagem mais segura é um checklist por escrito.

Um insight sobre um investimento pode surgir de qualquer lugar. Desde um anúncio de uma propaganda, um artigo sobre escassez de mão-de-obra no mercado imobiliário, uma matéria de jornal sobre mineração, qualquer lugar pode ser fonte de geração de ideia para se iniciar uma busca mais profunda por um investimento.

Estudos neurocientíficos revelaram que a perspectiva de ganhar dinheiro estimula os mesmos circuitos primitivos de recompensa no cérebro que a cocaína. E é a partir desse nesse momento que começa a separação entre o processo de investimento profissional e o amador. O profissional é sistemático, científico, desapaixonado, já o amador se deixa ser seduzido pelo ganho imediato e acaba por cortar caminho em partes importantes da investigação do investimento.

A análise desapaixonada evita tanto a exuberância irracional dos momentos de euforia de mercado quanto o sentimento de pânico nas crises. O profissional experiente não se deixa levar por atalhos e o checklist o obrigra a fazer o básico, que por diversas vezes não é feito pelos agentes de mercado e grandes fraudes passam desapercebidas da grande massa de investidores.

Os checklists forçam um exame de relatórios financeiros, investigação de governança e de riscos, exames do histórico da equipe de gestão, seus concorrentes, consideração sobre o futuro do mercado, avaliação de cenários de stress e análise da margem de lucro de uma empresa.

Um checklist pode ser ainda mais metódico: enumerando os erros conhecidos que acontecem no processo de investimento, seja durante a fase de pesquisa, durante a tomada de decisão, durante a execução da decisão e até mesmo no período após o investimento. Pode também exigir que os membros da equipe de análise verifiquem se leram as notas de rodapé no DRE. Coisas básicas que com frequência grande parte do mercado não faz.

Essas listas não dizem tudo o que tem que ser feito. Não é uma fórmula de investimento, mas ajuda a ser o mais eficiente possível a cada passo da análise, garantindo que o analista receba as informações críticas quando é necessário um método sistemático sobre a tomada de decisão.

Com uma boa checklist nas mãos temos maior capacidade de gerenciar e mitigar erros. Nossos processos nos fazem tomar melhores decisões, selecionando investimentos melhores e com menos risco. É assim, com nossos mantras, que bateremos nossos benchmark e atingiremos nossas metas.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.