Recap Semanal (11/01): Não se deixe hipnotizar pelos mercados

Sua análise semanal de mercado e impactos pelo time da XP Advisory



A festa continua e, como prevíamos, com o botão de fast forward apertado. Mas, importante lembrar que não existe moto-contínuo.

Com a quantidade sem precedentes de estímulos injetados no sistema juntamente com as campanhas de vacinação em massa em andamento, a retomada econômica global deve se desenrolar como o previsto e ganhar tração ao longo da segunda metade do ano.

Como os bancos centrais devem pecar pelo excesso e não pela falta de estímulo, devemos conviver com políticas estimulativas ainda por bastante tempo. Repressão financeira significa também que passaremos por momentos de exageros e excessos. As autoridades querem que os consumidores gastem mais, que os investidores tomem mais risco, que as empresas se endividem e invistam mais e que os produtores produzam mais. A resultante desejada é, primeiro, reflação de preços de ativos e depois, mais adiante, inflação.

Os agentes de mercado estão correndo para se antecipar ao movimento dessa massa de estímulos que serão gastos, investidos e realocados. Processo de reflação continuará e, com ele, viveremos num mundo onde os retornos esperados dos investimentos seguirá se comprimindo. 

A pergunta que nos fazemos agora é o quão baixo aceitamos os retornos sobre os ativos, considerando os riscos. Afinal, os retornos se comprimiram, mas alguns riscos ainda seguem presentes e outros ainda surgirão no futuro. 

A resposta é que os retornos atuais já estão baixos o suficiente para nos justificar alguma preocupação nesse sentido. Os retornos esperados a partir dos preços atuais já não justificam uma série de riscos. Os preços recentes já não aceitam muito desaforo. Isso não significa que os mercados não seguirão se valorizando, apenas que os retornos já não são tão atrativos quanto antes e que se tornarão cada vez mais sensíveis a notícias negativas. 

Não deixaremos os mercados nos hipnotizarem. Nossos processos e nossa disciplina são como a cera que impediu Ulisses de ouvir e, assim, encantado pelo canto das sereias. A análise de risco e retorno segue sendo válida e se torna cada vez mais importante quando os retornos são reduzidos. A partir de agora os mercados ficarão mais sensíveis ao noticiário e movimentos de realização se tornarão mais prováveis. Processo de reflação deve continuar mas a relação entre risco e retorno impedirá novas grandes apreciações num espaço tão curto. Para buscar retornos um pouco maiores os investidores deverão alongar o horizonte ou aceitar mais riscos em mercados menos óbvios.

Private Investment Team

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.