Recap Semanal (01/02): Com emoção ou sem emoção? Com emoção

Sua análise semanal de mercado e impactos pelo time da XP Advisory



Se o ano for levemente parecido com o que foi em janeiro, teremos um 2021 com muita emoção.

Quem já passeou de buggy ou desceu de rappel numa lagoa do Nordeste sabe a diferença entre com emoção e sem emoção.

Os fundamentos seguem firme processo de cicatrização. Com a quantidade de estímulo econômico e os programas de imunização sendo implementados, tudo indica que teremos um segundo semestre extremamente forte do lado do crescimento global. Nosso cenário base positivo segue intacto.

Nesse sentido, muito provavelmente teremos um ano com final feliz. Mas o percurso não será nada óbvio.

Apesar de existir grandes chances dos ativos de risco terem retornos positivos no ano, ao longo desse filme teremos sustos, com alguns altos e baixos e muita volatilidade.

Com essa visão, antes de pensar em ganhar, é preciso pensar em chegar. Nessa direção, a estratégia ao longo do caminho será determinante para chegarmos bem ao destino.

No contexto atual, a percepção que temos na XP Advisory é que existe um frenesi por retornos a despeito dos preços, da qualidade e dos riscos. Os agentes estão cegos por retornos a qualquer custo, enquanto que os riscos, a qualidade e o horizonte de investimento estão sendo colocados de lado.

Não estamos vivendo um ambiente de investimento saudável ou natural, onde os portfólios estão sendo montados pesando os riscos, ponderando os fundamentos, o custo de oportunidade de longo prazo e alocando as estratégias dentro de um contexto e premissas de retornos de prazos mais expandidos.

São tempos estranhos e perigosos. Se por um lado vemos os estímulos e um processo de normalização da mobilidade fundamentando a continuidade do ambiente de reflação dos preços dos ativos, por outro vemos o excesso de liquidez e repressão financeira causando distorções e má alocação de capital. Os excessos de estímulos e juros reais negativos estão gerando uma análise de risco complacente e viabilizando investimentos que não passariam em nenhum comitê de investimento de grupo universitário.

Efeitos da má alocação de capital, consequência do excesso de liquidez e taxa de juros negativos, já são vistos quase que diariamente. Já vivemos um ambiente de bolha e excessos. Sem entrar no mérito de cada um, casos como Tesla, Bitcoin, GameStop e IRB serão cada vez mais frequentes e são evidências desse ambiente distorcido em que vivemos. Os mercados, exercendo sua capacidade de antecipar os efeitos dos estímulos,  ações das autoridades econômicas e implementação dos programas de imunização, já reagiu e precificou boa parte desse cenário positivo, que nos parece ser o cenário mais provável.

Mas, como já escrevemos aqui anteriormente, o mercado funciona como um pêndulo. Às vezes, exagera no pessimismo e outras para o lado do otimismo. Oposto do movimento da crise, agora o pêndulo está para o lado do exagero no otimismo, ignorando os possíveis riscos. Como nossos cabelos brancos ou a falta deles nos ensinaram que não existe percurso sem risco, oportunidades surgirão nos momentos de realização dos mercados. Estamos nos protegendo nos momentos de animação exagerada para podermos aproveitar oportunidades com a queda nos preços de ativos de qualidade, que venham a acontecer. Assim, poderemos maximizar e otimizar os retornos num ambiente de compressão dos prêmios de risco.

Private Investment Team

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.