Morning Call Private (22/07): A importância da diversificação

Veja análise diária de Rogério Freitas



Desde o dia 23 de março, dia do anúncio do QE infinito, programa de recompra ilimitada de títulos pelo Federal Reserve, que marcou a virada dos mercados, os ativos de risco ao redor do mundo tiveram praticamente uma recuperação em forma de “V”. Apesar do nosso cenário principal ser o de continuidade do movimento, nada garante que ele seguirá tão óbvio daqui para frente.

À luz das nossas perspectivas para a economia global, nosso objetivo na alocação de ativos é, antes de tudo, construir um portfólio resiliente em meio às incertezas que existem nos cenários prospectivo.

Em vez de confiar unicamente em uma classe de ativo, uma única duration na renda fixa, uma única região ou uma única âncora do portfólio, acreditamos que os investidores precisam empregar um conjunto de ferramentas muito mais amplo, que consiste na diversificação entre ativos, moedas, classes, regiões e estratégias alternativas.

A busca por yield certamente seguirá, dado que o mundo segue com políticas de juros zero, mas com a aproximação dos preços a níveis mais justos e com as margens de segurança reduzidas, um trabalho mais profundo de seleção de ativos e gestão de risco será o diferencial para bons retornos nos próximos meses.

Nesse sentido, a diversificação por classes, setores, países e durations será essencial para um portfólio “all weather” na busca por crescimento ajustado por risco.

Aqui, analisar o retorno ajustado pelo risco é extremamente importante num ambiente onde a dispersão de cenários é grande. Dado que não existe, a partir de agora, um único cenário extremamente óbvio, é de suma importância ter uma carteira que consiga performar bem em vários ambientes econômicos.

Nesse sentido, a busca por “growth” num mundo com juros zero e baixo crescimento deve ser diversificada geograficamente. Na mesma direção, também deve ser diversificada a alocação em renda fixa com yields atrativos de diferentes setores e durations.

Num ambiente de elevação do endividamento dos países e risco de desbaseamento das moedas, a alocação em ouro, que tende a ser um ativo resiliente e que proporciona boa proteção em períodos de alta incerteza macro, também se justifica.

Em cenarios adversos, um portfólio composto por diversas partes com correlação negativa entre elas tem uma proteção natural. Ao passo que, em um cenário favorável, o mais provável atualmente, todas as classes acabam tendo boa performance num prazo mais longo do tempo. Em cenários intermediários, desiguais e com alguma incerteza, umas classes vão melhores do que outras e, ainda assim, o portfólio tem bons resultados. Um trabalho de asset allocation em um ambiente de maior dispersão de cenários possíveis requer uma maior diversificação, no sentido mais amplo, não apenas entre classes de ativos. É num momento como esse que uma gestão com responsabilidade e estratégia, visando entregar bons retornos no longo prazo, de forma consistente, se diferencia e mostra valor.

Equipe XP Advisory

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.