Planejamento Patrimonial, Riqueza e Investimentos ESG, o que estas coisas têm em comum



O Planejamento Patrimonial tem como principal objetivo pensar no patrimônio familiar a longo prazo. A organização deste patrimônio levando em consideração a estrutura familiar e as necessidades e objetivos familiares é fundamental para a preservação e perpetuação da riqueza da família no longo prazo. E riqueza, como veremos aqui, é muito mais do que dinheiro.

Quando falamos de gestão do patrimônio de famílias HNW e UHNW, a primeira coisa que precisamos entender é o conceito de riqueza.

O patrimônio material, aqui composto, entre outras coisas, por imóveis, participações em empresas, investimentos financeiros, aeronaves, joias e obras de arte, talvez seja o que vem à nossa mente quase que instantaneamente.

Sem dúvida nenhuma, este patrimônio é uma parte importante desta história, que, na maioria das vezes, exigiu dos membros da família, em suas diversas gerações, esforço, dedicação e sacrifícios, no sentido de conquistá-lo e multiplicá-lo ao longo da vida. Entretanto, por mais importante que seja neste contexto, o patrimônio material é só uma parte desta história. Existem outros fatores, não tão tangíveis quanto estes, que orbitam este patrimônio, que são tão ou mais importantes quando tentamos definir o conceito de riqueza.

Propósito, legado, valores…

Esses são conceitos cada vez mais frequentes quando tentamos definir riqueza.

Não há dúvidas que o desafio de preservar e proteger o patrimônio familiar, aumentado seu valor tangível, é grande e importante no sentido de que as próximas gerações possam ter acesso a recursos para desenvolver os projetos da família, como tiveram as gerações anteriores.

Temos que entender também que família é um organismo vivo que cresce em progressão geométrica, e toda vez que a velocidade de crescimento do patrimônio for menor que a velocidade de crescimento da família, o patrimônio perde seu valor. É um desafio constante.

Entretanto, a dedicação das novas gerações em relação ao crescimento patrimonial tem cada vez mais levado em consideração outras questões que não só sua rentabilidade ou seu retorno material no tempo.

Essa geração, formada em um ambiente muito mais inclusivo e muito mais atento a questões sociais e ambientais, é que já está, ou estará, em um curto espaço de tempo, à frente da gestão do patrimônio familiar.

O foco é buscar aliar o retorno dos investimentos familiares a projetos que tenham como propósito melhorar a vida da sociedade de alguma maneira.  O conceito de ESG Investments (Environment, Social and Governance), por exemplo, já está no DNA desta geração, e não tenho dúvida que empresas que tenham este mindset serão cada vez mais prioritárias na alocação dos recursos das famílias.

Está cada vez mais claro que a busca por investimentos que tenham objetivos específicos em relação à sustentabilidade ambiental e social, além de serem aderentes ao ambiente regulatório global, e que sejam rentáveis do ponto de vista financeiro, é o foco das grandes famílias investidoras. E pode acreditar, eles existem.

Este mercado no Brasil tem se desenvolvido bastante nos últimos anos, mas ainda é incipiente se comparado com mercados mais maduros como Estados Unidos e Europa, onde este tipo de investimento já representa mais de 35% do total dos portfólios das famílias de grande patrimônio.

Me parece ser claramente um caminho sem volta, e as empresas que não perceberem este movimento podem ter sérias dificuldades, em um futuro bem próximo, de acesso a funding para seus projetos.

Da ótica da gestão do patrimônio, ter um ambiente sustentável do ponto de vista social e econômico é crítico para podermos pensar não só na estrutura de investimentos, mas também na governança familiar no longo prazo que é o alicerce de um planejamento eficiente. Sem isso, corremos o risco de ficarmos pelo caminho.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.