Após um início de ano turbulento, já é hora de voltar a investir na Bolsa norte-americana ou é melhor esperar?

Expert XP

09 Fev, 2022

Quando olhamos em um horizonte mais longo de tempo, a Bolsa dos EUA teve uma performance bastante superior a qualquer outra Bolsa do mundo.

Foco no longo prazo

Durante esse prazo maior de tempo, a forte performance das empresas do setor de tecnologia puxou os resultados. Elas representam mais de 33% dos índices das Bolsas americanas.  Apesar de estarem sofrendo nesse início de 2022, elas devem seguir sendo disruptivas nos próximos anos.

Porém, recentemente, os investidores globais estão saindo de setores mais sensíveis ao aumento de juros – como o setor de tecnologia – e comprando os que têm menor impacto.

A Bolsa norte-americana ainda não está em patamares que podemos considerar “baratos” em relação à sua própria média histórica.  Porém, as ações não estão caras quando comparadas ao nível de juros reais nos EUA.

Caso os juros nos EUA sigam subindo, a Bolsa norte-americana pode corrigir mais, para trazer a relação entre a Renda Fixa e a Renda Variável de volta aos patamares históricos.

Para o ano de 2022, o consenso de mercado espera um crescimento de lucros para empresas do S&P 500 de 16%, o que consideramos como sólido.

Seguimos otimistas com a Bolsa norte-americana no médio e no longo prazo.

Não só a economia dos EUA segue entre as mais pujantes do mundo, mas as grandes empresas do país deverão seguir na liderança de muitas tendências.

Quer saber mais sobre investimentos internacionais?