Novos títulos são disponibilizados pelo Tesouro Direto. Entenda as mudanças.

No dia 8 de fevereiro de 2021, o Tesouro Direto passou a disponibilizar novos títulos para os investidores. É comum que o Tesouro realize essa troca com determinada frequência, buscando deixar disponíveis títulos com vencimentos superiores a dois anos. Lembram da máxima dos investimentos, a relação risco-retorno? Para obter um retorno maior, é preciso correr […]


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No dia 8 de fevereiro de 2021, o Tesouro Direto passou a disponibilizar novos títulos para os investidores.

É comum que o Tesouro realize essa troca com determinada frequência, buscando deixar disponíveis títulos com vencimentos superiores a dois anos.

Lembram da máxima dos investimentos, a relação risco-retorno? Para obter um retorno maior, é preciso correr mais risco. Como vencimentos mais longos representam risco maior, esses títulos apresentam rentabilidades melhores do que os anteriores.

Outra novidade foi a disponibilização de um título pós-fixado mais curto, o Tesouro Selic 2024. A intenção é reduzir o efeito de eventuais oscilações do mercado sobre os preços do título, como o que ocorreu em setembro de 2020 com o Tesouro Selic 2025.

No entanto, essa novidade pode gerar dúvidas e vamos procurar responder as principais que podem surgir, assim como da última vez em que isto ocorreu:

Quais são os novos títulos?

Os novos títulos disponibilizados pelo Tesouro Direto são:

Quais foram descontinuados?

Os seguintes títulos foram descontinuados para compra pelos investidores diretamente pelo sistema do Tesouro Direto. Para quem já possui estes títulos, a dinâmica continua sendo a mesma de antes para resgate e acompanhamento.

Qual é a diferença entre eles?

Em primeiro lugar, os títulos possuem datas de vencimento diferentes. O novo título prefixado vencerá em 2024, em substituição ao anterior, com vencimento em 2023. Já os pós-fixados (Selic) trazem duas novas opções: 2024 e 2027.

Outra diferença, que é consequência da primeira, é a rentabilidade. Como mencionado, títulos mais longos oferecem rentabilidades mais elevadas e vice-versa. Vale lembrar que isso se deve ao risco maior: ativos com prazos maiores são mas sujeitos a oscilações de preço até a data de vencimento.

Eu tenho os títulos que não são mais vendidos. E agora?

Não há motivo para preocupação. Os investidores que já possuem os títulos que não serão mais negociados no Tesouro Direto para compra continuarão podendo resgatar seus títulos normalmente. Títulos públicos possuem alta liquidez e, por esse motivo, quem precisar resgatar seus investimentos não deverá encontrar dificuldade em encontrar compradores.

Vale lembrar que vender títulos antes do vencimento deixa o investidor sujeito às condições de mercado daquele momento.

Resumindo, nada muda para quem já tinha os títulos que foram descontinuados, apenas que não será mais possível comprá-los.

Quero comprar esses novos títulos. Como faço?

Nada muda nesse sentido também. Quem desejar comprar esses títulos de novos vencimentos, poderá fazer isso através da plataforma da corretora.

Para facilitar, fizemos um passo a passo explicando como investir no Tesouro Direto pela XP Investimentos.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários!

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.