Morning Call Private (20/07): Buscando Valor

Veja a reflexão de Rogério Freitas exclusiva para clientes Private



Enquanto alguns reclamam que os mercados estão desconectados da realidade, nós preferimos a postura de voltar ao básico e refazer o dever de casa.

Os mercados seguem se valorizando e nós, mesmo esperando esse movimento, seguimos rechecando nossas premissas, reavaliando e atualizando os cenários prospectivos. O ambiente é dinâmico, as variáveis estão sempre em constante mudança e não podemos nos acomodar.
 
O professor da NYU Aswath Damodaram, em sua apresentação da Expert, passou excelente mensagem. Antes de dizer que os mercados estão desconectados da realidade, faça conta e tente entender a história por trás do preço do mercado.
 
Nesse sentido vale voltar ao básico, rever fundamentos, refazer as contas e entender a narrativa que está por trás das grandes transformações que estão acontecendo na economia.            
 
Para começar, Damodaram relembrou que a correlação dos mercados com os dados de PIB corrente é praticamente zero. Não existe correlação entre essas duas varáveis na série desde 1960. A correlação entre o retorno do S&P 500 e do PIB dos EUA a cada trimestre é próxima a zero. Mas quando se calcula a correlação com os dados um, dois ou três trimestres avançados do PIB, a correlação sobe muito. Isso comprova que os mercados são mecanismos de previsão sobre o futuro da economia.

Nesse sentido, não se pode dizer que os mercados estão descorrelacionados da realidade, porque, de fato, eles nunca estiveram. Pode discordar do otimismo dos mercados com o futuro, mas não pode dizer que eles estão desconectados da realidade
 
Outra forma de analisar se a bolsa está cara ou não é analisando o prêmio de risco que o investidor ganha por estar investido em ações ao invés de estar numa renda fixa segura. Últimos meses o equity risk premium do S&P 500 saltou de 4,8%, antes de crise, para 7,8% e agora já retornou praticamente para o nível anterior, que é aproximadamente a média dos últimos 60 anos. Isso mostra que os agentes de mercado estão mais confortáveis com o cenário futuro, aceitando uma taxa mais baixa para carregar o risco de ações. Aqui novamente, pode discordar do otimismo, mas não cabe dizer que os mercados estão irracionais.
 
Indo mais a fundo nos fundamentos, Damodaram resolveu revisitar os suas contas e atualizar seu valuation do S&P 500. Com premissas conservadoras, ele chegou a um valor próximo de 2930, 5% diferente do preço de mercado do dia. Diferença irrelevante, segundo ele.

Damodaram acredita que uma boa análise também deva levar um conta a história por trás do investimento e, nessa linha, ele vê uma história plausível para explicar os preços atuais ou até mais caros. A história fundamenta as premissas mais otimistas. Segundo ele, os níveis de preço não estão malucos e falar isso é, no mínimo, preguiça de quem não quer fazer conta.

Olhar unicamente múltiplos pode induzir ao erro. Assim como Damodaram, acreditamos que uma boa análise deva ter uma abordagem mais ampla e profunda. A crise atual trouxe grandes mudanças, que podem fazer algumas empresas ficarem muito fortes e outras muito fracas. O momento está beneficiando algumas empresas e setores. Entendendo a história, o contexto das transformações em andamento e checando como esse novo ambiente impacta cada empresa, podemos precificar melhor os ativos. Se mantivermos uma postura questionadora e investigativa, encontraremos valor e conseguiremos capturar grandes movimentos de preços.

Rogério Freitas, XP Advisory

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.