Resumo Diário de Política 14/02/2020: Noticiário continua negativo para a agenda econômica do governo

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

access_time 14/02/2020 - 09:23
format_align_left 2 minutos de leitura

No vaivém da agenda em si, Bolsonaro voltou a prometer para a próxima semana o envio da reforma administrativa (depois de o Planalto praticamente abandonar a possibilidade) (https://glo.bo/2Hm6VzH) e, pouco a pouco, líderes começam a indicar seus nomes para a comissão mista da reforma tributária (http://bit.ly/2OVul33), que deve ser instalada na semana que vem, segundo o relator do texto, Aguinaldo Ribeiro.

Bastidores de Brasília

Parlamentares envolvidos nas discussões sobre a PEC do Fundeb estudam estipular o percentual de participação do governo no fundo de 20% a 25%. O valor discutido é menor que o proposto inicialmente pela relatora, deputada Dorinha Rezende (DEM-TO), de 40%, e maior que a fatia atual –10%. Caso a proposta seja aprovada, esse percentual subirá de maneira escalonada, mas em tempo menor que anteriormente discutido (20 anos).

O Fundeb, responsável por quase ⅔ do investimento em educação básica, acaba em 2020. Integrantes da equipe econômica topam discutir a PEC já em tramitação na Câmara –apesar de o ministro Abraham Weintraub (cada vez mais fragilizado entre parlamentares) ainda defender uma PEC própria do governo.

Internacional

Coronavírus: a OMS continua reportando dados inferiores aos da China, computando 46.997 casos no mundo e 1.370 mortes (http://bit.ly/3bGoQPI). Já os últimos relatos da Comissão Nacional de Saúde da China apontam 63.851 casos confirmados – 5.090 mais que ontem – e 1.380 mortes. Após críticas sobre a maneira como o governo administrou a situação, o Comitê Permanente do Politburo demitiu líderes regionais e adotou nova estratégia de comunicação. O presidente Xi Jinping apareceu em público mais uma vez e aceitou a assistência de especialistas americanos (https://bloom.bg/2OUdKfV).

No Reino Unido, o ministro das Finanças, Sajid Javid, renunciou após confronto com Boris Johnson e seu principal conselheiro, Dominic Cumings. Nos últimos dias, o primeiro ministro inglês tem feito mudanças em seu gabinete e pediu a Javid que demita seus assessores, o que levou ao embate entre os líderes. O novo chefe da pasta é Rishi Sunak, que atuava como o número 2 do ministério até o momento, e é conhecido por ser ainda mais a favor do Brexit que Javid (https://on.ft.com/2SoEYxw)

Hoje é o 411º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 234 dias para as eleições municipais.

Faltam 264 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar