Resumo Diário de Política 02/12/2019: Planalto tenta ajustar a relação com o Congresso para conseguir avanço na pauta macroeconômica em 2020

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

access_time 02/12/2019 - 09:25
format_align_left 1 minuto de leitura

O governo começa a semana, já em clima de fim de ano, tentando ajustar a relação com o Congresso para conseguir antever possibilidade de avanço na pauta macroeconômica em 2020. Em entrevista ao Estado, General Ramos prometeu que “até o fim do mês, cada parlamentar receberá seus R$ 20 milhões em emenda para sua base eleitoral” (http://bit.ly/2suDGGC). A fatura ainda é a da reforma da Previdência e o rombo admitido pelo ministro explica a lentidão pós-aprovação.

A temperatura atual da relação deve ser testada nas votações de vetos de Bolsonaro à reforma eleitoral, em sessão do Congresso marcada para amanhã (http://bit.ly/2DyuKT7).

O Planalto já liberou R$ 2,2 bilhões em emendas orçamentárias em novembro, o que ajuda a melhorar o ambiente – mas a promessa na votação da Previdência trata das “extra orçamentárias”, onde o ministro agora promete agilidade (http://bit.ly/2rQ33ST). Há queixas também sobre nomeações represadas, traduzidas em números aqui: http://bit.ly/37X7Xyc.

Um ponto que pode ajudar na relação com o Congresso é a possível nomeação de Esteves Colnago, hoje número dois da Fazenda, para o gabinete de Guedes, para ajudar na articulação com os parlamentares (http://bit.ly/2Ldp1Gq). Congressistas têm, de maneira geral, boa relação com Colnago, que já foi ministro de Temer. Essa á uma das mudanças na equipe que estão no radar de Guedes.

Também em entrevista, desta vez ao Globo, o ministro da Economia sustenta que Bolsonaro segue apoiando a agenda de reformas  e que a decisão de deixar parte delas para 2020 é de timing político, “para não dar pretexto pro sujeito fazer quebra-quebra” (https://glo.bo/34Ez8vy).

Curtas: Gilmar Mendes libera retomada da investigação sobre Flávio Bolsonaro (https://glo.bo/2su7W4r); relator da PEC emergencial restringe alcance da medida (http://bit.ly/2P20R2U).

Hoje é o 336º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 307 dias para as eleições municipais.

Faltam 337 dias para as eleições nos EUA

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar