ūüĆé Mundo em 60s: O fim do Bitcoin?

Entenda os principais riscos para a criptomoeda. Veja os destaques da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bolsas: O S&P 500 (+0,9% na semana) segue batendo recordes hist√≥ricos enquanto investidores permanecem confort√°veis com a tese de infla√ß√£o transit√≥ria refor√ßada pelo Federal Reserve, permitindo que empresas de crescimento e longa dura√ß√£o (Nasdaq 100 +1,5%) prosperem num cen√°rio de acomoda√ß√£o nas expectativas de juros de 10 anos nos EUA. Apesar do dado de gera√ß√£o de emprego (NFP) vir acima do esperado (+850mil vs. +720 mil do consenso e +805 mil de nosso Estrategista Global Alberto Bernal), o mercado n√£o reagiu negativamente por conta das preocupa√ß√Ķes quanto a antecipa√ß√£o da retirada de est√≠mulos do Fed e permaneceu em linha com a sazonalidade hist√≥rica do m√™s de julho, que entrega retornos, em m√©dia, positivos durante suas duas primeiras semanas.

Setores: Destaque positivo para os setores mais expostos a crescimento, como tecnologia, comunica√ß√£o e consumo discricion√°rio. Petrol√≠feras devolveram parte dos ganhos (+46% no ano) por conta de preocupa√ß√Ķes quanto a reuni√£o da OPEC+ dos pa√≠ses produtores de petr√≥leo. No entanto, a falta de acordo entre os l√≠deres sugere que a expectativa do mercado de aumento de produ√ß√£o em 400 mil barris/dia em agosto pode n√£o ocorrer, trazendo ainda mais press√£o altista para o j√° elevado pre√ßo da commodity, que ultrapassa os US$ 75,50/barril.


O fim do Bitcoin?

Nos √ļltimos meses, uma onda de not√≠cias negativas para o mercado de criptoativos tem gerado indigest√£o para as carteiras de seus investidores, principalmente para aqueles com posi√ß√Ķes exageradas para seu perfil de risco e/ou alavancadas. O pre√ßo do Bitcoin em d√≥lar acumulou uma alta de 20% nesse ano, mas caiu -41% nesse segundo trimestre que se encerrou agora, e chegou a cair mais de 50% desde a alta em abril.

Mas o que aconteceu com o Bitcoin? Neste relatório, levantaremos os principais riscos ao mercado de criptoativos, principalmente para o Bitcoin, e analisaremos o passado para entender como o atual movimento se encaixa nas ondas especulativas deste mercado.

1. A recente queda não foi atípica e ainda é menor do que episódios passados

Ao observarmos o pre√ßo hist√≥rico do Bitcoin vs. o d√≥lar americano, percebemos que a corre√ß√£o atual dos pre√ßos (-50%) de ~US$ 65 mil para ~US$ 33 mil pode parecer grande. No entanto, ainda √© muito inferior √†s corre√ß√Ķes que ocorreram nos per√≠odos i) de 2011 a 2012 (-80%), ii) de 2013 a 2016 (-80%), iii) de 2017 a 2019 (-74%). Se assumirmos que a cripto replique o comportamento m√©dio visto em corre√ß√Ķes passadas, o pre√ßo da moeda ainda teria espa√ßo para despencar para os US$ 14 mil.

2. Autoridades governamentais continuam pressionando por regula√ß√Ķes mais agressivas

‚Ėļ Na China – pa√≠s respons√°vel por mais de 50% da produ√ß√£o global de Bitcoin – o governo ordenou que mineradores da prov√≠ncia de Sichuan encerrassem suas atividades de minera√ß√£o de criptoativos, bem como decretou que geradoras e distribuidoras de eletricidade cortassem a energia para os pontos de minera√ß√£o de Bitcoin. De acordo com a Universidade de Cambridge, Sichuan √© a 2¬™ maior prov√≠ncia produtora de criptos do pa√≠s.

Xi Jinping, Líder do Partido Comunista Chinês

Al√©m disso, o Banco Central da China reafirmou que institui√ß√Ķes financeiras e de pagamentos, como o Alipay, n√£o providenciassem a seus clientes quaisquer servi√ßos relacionados a criptomoedas. A proibi√ß√£o de criptocorretoras no pa√≠s j√° existe desde 2017, mas os eventos recentes refor√ßam que a posi√ß√£o do Partido Comunista mant√©m-se inalterada.

‚Ėļ No Reino Unido, autoridades proibiram quaisquer opera√ß√Ķes da criptocorretora Binance no pa√≠s, obrigando-os a postar este aviso em seu website brit√Ęnico, bem como impedindo-os de fazer qualquer tipo de publicidade acerca de seus servi√ßos no pa√≠s.

‚Ėļ Na Europa, o BCE, Banco Central Europeu, refor√ßou preocupa√ß√Ķes com a extrema volatilidade, riscos ambientais e uso para fins il√≠citos. Na Fran√ßa, minist√©rio das finan√ßas ordenou que todas as corretoras que desejam operar no pa√≠s dever√£o disponibilizar uma lista com todos os nomes de investidores que possuem a moeda na carteira por “quest√Ķes de seguran√ßa”.

3. A extrema volatilidade aumenta os riscos da carteira do investidor e faz céticos duvidarem de seu potencial de utilização como meio de pagamento

Nassim Taleb, um dos traders mais respeitados do mercado financeiro √© um dos grandes cr√≠ticos da criptomoeda e defende que, apesar de ser um “belo sistema criptogr√°fico, n√£o h√° raz√£o alguma para ter liga√ß√£o com ativos econ√īmicos“. Sobre seu uso como moeda de troca, critica: “Algo que se move 5% num dia ou 20% em um m√™s, para cima ou para baixo, n√£o pode ser uma moeda. √Č algo diferente“.

Como refor√ßamos em nosso relat√≥rio ūüĆéCONEX√ÉO GLOBAL: Criptomoedas, diversificadores vol√°teis (link), a volatilidade anualizada do Bitcoin √© mais de 2x superior √† de ativos de considerados de alto risco, como o Ibovespa. Este alto risco reduz a atratividade da cripto na carteira do cliente, pela possibilidade de ocasionar perdas expressivas, bem como dificulta o seu uso como meio de pagamento, uma vez que espera-se estabilidade por parte do usu√°rio no valor de uma moeda.

4. Preocupa√ß√Ķes ambientais quanto ao alto consumo energ√©tico preocupam investidores num mundo que considera, cada vez mais, os fatores ESG em seus aportes

Em nosso relat√≥rio recente Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link), discutimos o impacto da minera√ß√£o de Bitcoin no meio ambiente ap√≥s Elon Musk anunciar, em nome da Tesla, que a empresa n√£o aceitaria mais a cripto para compra de carros el√©tricos devido √†s preocupa√ß√Ķes ambientais que envolvem sua minera√ß√£o.

No cen√°rio atual, parte dos investidores tem se mostrado cada vez mais cr√≠tica sobre a forma como o Bitcoin √© ‚Äúextra√≠do‚ÄĚ, principalmente devido √† grande quantidade de energia consumida atrav√©s de combust√≠veis f√≥sseis. Em nossa vis√£o, o maior problema do Bitcoin talvez n√£o seja seu consumo massivo de energia, mas a motiva√ß√£o dos mineradores ao buscarem as fontes mais baratas de energia que, por sua vez, tendem a ser as mais poluentes. Estima-se que a maioria das instala√ß√Ķes de minera√ß√£o na rede do Bitcoin est√£o localizadas em regi√Ķes que dependem fortemente da energia √† base de carv√£o, gerando grandes desafios quando o tema √© o combate √†s mudan√ßas clim√°ticas.

Entendemos que minera√ß√£o n√£o √© o principal desafio frente aos obst√°culos a serem enfrentados no combate √†s mudan√ßas clim√°ticas. Mas ela √© um deles. Fato √© que n√£o existe uma bala de prata quando o tema √© a redu√ß√£o das emiss√Ķes de CO2.

5. Considerando todos os riscos citados, acreditamos que investidores com alto apetite por risco podem considerar possuir entre 1% e 5% de criptomoedas em seu portfólio

Em nosso relat√≥rio ūüĆéMundo em 60s: Bitcoin, criptos e tulipas (link), exploramos as principais caracter√≠sticas do Bitcoin que podem justificar o investimento no ativo. Dentre elas, consideramos: 1) a possibilidade de utiliza√ß√£o como meio de pagamento, 2) a escassez, 3) criptografia e privacidade, e 4) a participa√ß√£o institucional.

Quer saber como investir em criptomoedas? Temos fundos como o Hashdex 40 Nasdaq Crypto, o Hashdex Bitcoin Full e o Hashdex Criptoativos Voyager dispon√≠veis para investidores qualificados. Para o p√ļblico geral, temos o Hashdex 20 Nasdaq Crypto. Al√©m destes, oferecemos o ETF HASH11 no homebroker.


Gostou do conte√ļdo? Deixe sua nota abaixo:

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conte√ļdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregula√ß√£o Anbima - Gest√£o de patrim√īnio Autorregula√ß√£o Anbima - Gest√£o de recursos Autorregula√ß√£o Anbima - Private Autorregula√ß√£o Anbima - Distribui√ß√£o de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.