XP Expert

Elon Musk na direção do Twitter, o que esperar para a empresa daqui pra frente?

Desde que Musk assumiu o Twitter houveram demissões, polêmicas de contas verificadas e até comentários sobre uma possível falência da plataforma. Para saber qual o impacto dos acontecimentos recentes no futuro da companhia, leia nossa análise sobre o que está acontecendo.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O que está acontecendo com o Twitter?

O Twitter (NASDAQ: TWTR, BDR: TWTR34) tem feitos diversos anúncios desde a aquisição de US$ 44 bilhões de Elon Musk, encerrada no final de outubro, entre elas: o lançamento do plano de assinatura Twitter Blue, que oferece a marca de verificação para qualquer usuário que pague US$ 8 por mês; a demissão de cerca de 3.700 pessoas por e-mail, como forma de cortar custos; o plano de reduzir pela metade os anúncios da plataforma; e o fechamento do capital da companhia.

Essa sequência de acontecimentos, em um ambiente econômico já desafiador para as companhias de tecnologia, têm aumentado as preocupações sobre a rede social, trazendo pouca visibilidade em relação ao futuro da empresa e impactando a credibilidade da plataforma. Entre as demissões, lideranças estratégicas foram desligadas, aumentando ainda mais as dúvidas. Vale ainda mencionar que essa onda de incertezas vem em um momento que o Twitter já estava passando por uma crise de confiabilidade, em que investidores estão movendo uma ação coletiva por supostas violações das leis federais americanas de valores mobiliários, alegando negligência sobre falhas de segurança na plataforma.

Além disso, a venda de perfis verificados impactou substancialmente a capitalização de mercado de algumas empresas públicas, como as fake news propagadas em nome da Eli Lilly com boatos de insulina de graça. Como resultado, grandes empresas estão anunciando o fim de suas campanhas publicitárias na plataforma em virtude destes acontecimentos, além de não sentirem confiança no rumo em que Musk afirma que dará em termos de liberdade na plataforma, podendo acabar atrelando suas imagens a conteúdos indesejados.

Em relação aos números da companhia, o mercado está à espera de que o Musk apresente um plano de ação claro sobre o futuro do Twitter, que responda como vai tornar a plataforma rentável. Se os comentários sobre uma potencial falência vierem acompanhados de tal movimento, poderemos ver uma retomada da credibilidade a depender do que for proposto.

Qual o impacto do fechamento do capital da companhia para os investidores?

Após a aquisição, Musk optou por fechar o capital do Twitter, fazendo com que as ações deixassem de ser negociadas em Nova York no dia 27 de outubro. Assim, a rede social voltou a ser uma empresa privada e as ações foram recompradas. O preço de recompra seguiu a proposta que havia sido feita por Musk, apresentando um prêmio de 38% em relação ao de fechamento das ações em 1º de abril, que foi o último dia de negociação antes do novo CEO divulgar sua participação de aproximadamente 9% na companhia.

O que esperar para o futuro do Twitter?

O Twitter, quando comparado com outras redes sociais, como Meta (NASDAQ: META) por exemplo, tem um histórico de baixo crescimento da base de usuários e dificuldade para atração de anunciantes, sendo uma plataforma de monetização pouco eficiente. Assim, já era esperado que Musk tivesse muito trabalho pela frente para tornar o Twitter rentável.

Adicionalmente, o momento atual não parece favorável. A combinação do cenário de desaceleração econômica nos EUA, que tem diminuído os investimentos em publicidade de várias empresas; a reestruturação interna com corte de custos e pessoas estratégias para a companhia; e a perda de credibilidade da plataforma deixam o futuro da empresa cada vez mais nebuloso.

Entretanto, vale destacar que Elon Musk é um empreendedor em série que já fez parte da criação de grandes empresas, como Paypal, SpaceX, e Tesla, tendo um histórico a ser reconhecido e valorizado. Ainda há dúvidas a serem respondidas para entendermos se o Twitter seguirá um turnaround com Musk no comando, e se consolidará como mais uma história de sucesso de um dos principais empreendedores da década. Até agora, a temporada como CEO tem sido bastante turbulenta e, olhando para frente, os investidores estarão atentos ao que Musk fará como próximos passos.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.