🌎 Mundo em 60 segundos: Robinhood, o tema mais popular da crise

Panorama semanal, análises de cenário internacional e ações globais


Compartilhar:


Caso para baixa: Aumento de contágio, mundo vai para segunda quarentena, precisamos de mais estímulos econômicos. Caso para alta: Contágio controlado, reabertura econômica, podemos frear estímulos. Os preços dos ativos continuam flutuando no curto prazo em volta dessas duas narrativas, somado a tensões geopolíticas entre EUA/China (comercial), Índia/China (20 soldados mortos) e Coreia do Sul/Norte (histórico). Clima do mercado (financeiro) piorou após China anunciar novos casos no mercado (de alimentos) que alimenta 80% de Pequim, e melhorou após Banco Central do Japão dizer que apoiará a economia se necessário e Federal Reserve iniciar compras de dívidas corporativas.

Volatilidade (VIX) caiu 11% mas ainda alta em 32 pontos, acima da media de 20 pontos. Enquanto isso, demanda por petróleo (+9% na semana) próxima de 90% dos níveis normais, sinalizando recuperação da economia real e impulsionando bolsas mais expostas à economia antiga, como a europeia (+4% na semana). Vale notar que Europa possui menos de 1/10 de tech contra 1/4 do S&P 500 (se adicionarmos Google, Amazon e Facebook na cesta, fatia vai para 37%). Ações globais perdem pouco mais de 6% no ano mesmo com fluxo de US$ 1,2tri para renda fixa de liquidez diária.

Mas nada bate tecnologia (+12% no ano e +3% na semana) com Nasdaq acima dos 10 mil pontos. O destaque negativo foi para o setor imobiliário (comercial), que ficou zerado enquanto tudo subia; setor cai apenas 8% no ano, mas pode enfrentar disrupção devido a mudança estrutural de trabalho remoto já observada na China, onde vendas de imóveis em pequenas cidades já supera a de grandes metrópoles.

Robinhooders: Quem são? De onde vieram? Para onde vão? O aplicativo Robinhood é sendo um dos temas mais comentados no mercado durante a crise. Para se ter uma ideia, a plataforma permite compras de 1 milionésimo de ação e já registra atividade superior às 4 maiores corretoras de varejo dos EUA somadas (Ameritrade, Charles Schwab, E-Trade e I. Brokers), com 2 milhões de usuários diários e um total de 13 milhões de clientes. A empresa também captou 2x mais usuários que as outras 4, num total de 1,7 milhão desde o início do ano.

Quem são os Robinhooders? 80% homens, na média de 31 anos. De onde vieram? 43% dos homens americanos entre 25 e 34 anos que acompanham (acompanhavam) esportes e também fazem apostas ao menos 1x por semana, que  com a quarentena, agora fazem apostas em bolsa. O que eles compram? As ações que cairam mais (25% das 40 empresas mais populares entre os Robinhooders são de turismo e linhas aéreas), empresas menores (as 6 empresas mais populares entre investidores pessoa física valem juntas US$ 340bi, enquanto as top 6 empresas do S&P 500 valem somadas US$ 6,4tri), e empresas quebradas (60% das empresas que eles compraram devem entregar prejuízo em 2020).

O resultado? A carteira das ações mais compradas pelos investidores pessoa física já subiu 60% desde o fundo, enquanto as favoritas dos mais sofisticados hedge funds subiram apenas 45% e o S&P 500 sobe 39%. Como a onda da Ameritrade nos anos 90. Simulações históricas mostram que as posições atuais dos Robinhooders quadruplicariam os retornos do S&P 500. Mas nem todas as plataformas tem a mesma sorte:Na Trading Plus 500, 80% dos clientes perdem dinheiro – talvez explicado pelo tempo médio de carrego das ações de menos de uma hora (comparado com média de 8 meses para pessoa física em geral).

Leia o artigo completo sobre Robinhood publicado no Stock Pickers.

No mundo dos games, o novo PlayStation 5 tem preço estimado entre US$ 450 e US$ 550, títulos como Spiderman (13 milhões de cópias) e GTA V remasterizado, enquanto foco da Sony se volta para estratégia de vendas digitais (console sem CD possivelmente 10% mais barato). Do lado das redes sociais, vimos lançamento do WhatsApp Pay no Brasil pelo Facebook, YouTube (da Google) alcançando 100 milhões de espectadores mensais, e Twitter sujeito à riscos regulatórios à medida que censura conteúdos. Para a alegria do Musk (Gigafábrica da Tesla em Berlim), e da Greta (poluição), o BC Europeu destinará â‚¬ 60bi para desenvolvimento de veículos e baterias elétricas.

Bom fim de semana!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-151.png
@ggiserman
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM